Despachante aponta cuidados para evitar golpes no OLX

Conferência de dados de conta bancária poderia evitar 100% dos golpes

Wôlmer Ezequiel


José Geraldo afirmou que os interessados em adquirir um veículo precisam antes fazer uma consulta do histórico do automóvel

O desejo de comprar um caminhão, por um preço atraente, se tornou um pesadelo para um morador de Ipatinga, que foi vítima de um golpe por estelionatário, no qual perdeu R$ 22 mil. Entraria no negócio também um Ford Ka. A vítima se envolveu em uma negociação após se interessar por um anúncio de venda de um caminhão, publicado no site OLX. Um estelionatário tinha clonado um anúncio verdadeiro. Esse caso ocorreu na quinta-feira (13), porém, esse tipo de golpe tem se tornado frequente na região, conforme noticiado periodicamente pelo Diário do Aço.

A tática dos estelionatários é pegar dados de um anúncio real e se passar pelo vendedor deste bem, geralmente veículos, ao criar uma nova postagem para servir de isca para uma vítima qualquer se interessar pela oferta. O golpista negocia simultaneamente com o vendedor real. No entanto, vale destacar que o site OLX não tem ligação com o estelionatário, apenas serve como ferramenta para o golpe, do mesmo jeito que qualquer site de compra e venda também pode ser utilizado por golpistas.

Cuidados
Em entrevista ao Diário do Aço, o despachante ipatinguense, José Geraldo Matos Pereira, apontou certos cuidados que são necessários ao comprar um veículo pelo OLX ou em qualquer outro site. Para ele, muitos golpes poderiam ser evitados se as vítimas tivessem agido com cautela. “O ideal é fazer uma consulta sobre o veículo anunciado antes de comprá-lo. Descobrir qual é o seu valor do mercado. Se a pessoa oferece um produto com um preço muito abaixo do normal, mas ao mesmo tempo impõe uma série de restrições na negociação, pode suspeitar dele. Por isso que no primeiro contato com o negociador é preciso perguntar se o veículo está no nome dele. É bom também pedir para o vendedor enviar a cópia de recibo de compra e venda junto à cópia da identidade dele, mais o documento do carro, porque confirmará que está comprando diretamente do proprietário”, alertou.

Confira a conta
Também é importante que, antes de fazer qualquer transferência, o comprador confirme presencialmente com o vendedor real, o número da agência e conta bancária para onde deve transferir o valor acertado. O grande lance dos golpes dessa natureza é a transferência do dinheiro para a conta do estelionatário. Essa etapa poderia ser facilmente resolvida se comprador e vendedor conferissem os dados da transferência. “Antes de depositar ou transferir qualquer valor, um centavo que seja, o comprador precisa chegar para o vendedor e confirmar os dados bancários. Se fizessem isso 100% dos golpes iriam fracassar, porque o estelionatário passa a conta de transferência por telefone”, concluiu.

Veículos de terceiros
Caso o vendedor esteja negociando um veículo de terceiros, o despachante orienta que o interessado solicite que ele transfira o veículo para seu nome. “Diga para ele que só irá negociar quando isso for feito. Pode parecer um pouco enjoado, mas nesses casos é preciso impor exigências para sua própria segurança. Só com essa dica, irá reduzir 70% de chance de cair em um golpe. Em muitos casos, a pessoa vai pelo entusiasmo e esquece toda a preocupação que precisa ter nessas horas e acaba caindo em um golpe desses da OLX, que poderia ser evitado facilmente”, afirmou José Geraldo.

Perfil
Para o despachante, as vítimas de golpe no OLX têm um perfil ganancioso, que sempre busca aproveitar-se de qualquer situação. “A pessoa faz a compra com a intenção de lucrar algo, mas acaba dando oportunidade para os estelionatários, que vivem desse desejo das vítimas de obterem vantagem. E após cair no golpe, só resta chorar, porque recuperar o dinheiro é muito difícil”, afirmou.

Consulta
José Geraldo também aconselha os interessados em comprar um veículo a consultarem o histórico do carro, motocicleta ou caminhão, que for anunciado em sites para venda. “A pessoa pode ir à Delegacia da Polícia Civil e fazer uma consulta sobre o veículo, por meio do número do chassi ou pela placa mesmo, para saber se já foi roubado. Ou então existem outros tipos de consulta pela internet ou por meio de outros sistemas, que cobram cerca de R$ 50 para revelar todo o histórico do veículo, que inclui venda, leilão, sinistros e dentre outras informações. Muitos preferem evitar esse tipo de gasto, mas essa vontade de economizar pode causar um prejuízo muito grande depois”, salientou.

20 casos
Conforme o despachante, dentro de um intervalo de oito meses ele já teve conhecimento de 20 casos de golpe por meio do site OLX. “Um dentista, amigo meu, também já foi vítima desse golpe. Ele depositou R$ 25 mil para um estelionatário, que anunciava a venda de um carro, mas depois disso nunca teve um retorno e o negociador parou de atender o telefone. É assim que quase sempre funciona. Posso dizer que quase todo dia ocorre um caso desse”, pontuou.

Outro golpe
O despachante ainda alertou para outro tipo de golpe que tem ocorrido, no qual o proprietário do veículo recebe a ligação de um estelionatário cobrando prestações de financiamento em atraso. “O golpista consegue descobrir o contato dos endividados e telefona para eles, com o intuito de propor um acordo fajuto, que oferece boas condições de pagamento, em nome de uma determinada instituição financeira. Aí a pessoa fica feliz, porque fez um bom acordo, no qual pagará um valor bem menor do que sua dívida, mas depois descobre que caiu em um golpe. Portanto, cai no golpe hoje quem quer, porque se tiver um pouco de precaução e cautela, evita facilmente se tornar uma vítima de estelionatário”, conclui.

Lista dos golpes mais frequentes no Vale do Aço:
Vítima de Timóteo perde R$ 35 mil em golpe na internet
Casal é vítima de golpe em negociação de carro usado
Golpe da venda de carro lesa jovem em R$ 6,5 mil
Golpe do carro na OLX provoca prejuízo de R$ 75 mil em Timóteo
Idosa cai no golpe do sequestro e perde R$ 15 mil
Golpe do falso sequestro dá prejuízo de R$ 300 mil a casal
Idosa é vítima de golpista virtual e perde R$ 189 mil
Idosa em Timóteo perde mais de R$ 4.500 em golpe
Golpe pelo telefone causa prejuízo de R$ 5 mil em Timóteo
''Golpe do sequestro'' provoca prejuízo de R$ 1,5 mil a idosos em Ipaba
Lotérica de Mesquita leva golpe de R$ 51 mil
Polícia Civil alerta para nova modalidade de golpe no Vale do Aço
Vítimas caem no golpe do sequestro, em Timóteo
Novo golpe via OLX dá prejuízo a proprietário de XRE 300
Casal de idosos tem prejuízo em golpe do carro estragado na estrada
Golpistas inovam e fazem vítimas no Vale do Aço
Golpe do Motoboy faz duas vítimas em Santana do Paraíso
Polícia procura autores do ''Golpe da tinta'' no Vale do Aço
Mulher é vítima de golpe de notas falsas e perde celular, em Santana do Paraíso
Golpe OLX provoca prejuízo de R$ 13.600 em Fabriciano
Golpe do Motoboy volta a ser registrado no Vale do Aço
Homem perde R$ 12 mil no golpe do Whastapp clonado
Pirâmides financeiras lideram golpes envolvendo investimentos
Bandidos do Golpe do Motoboy continuam a agir no Vale do Aço
Golpe no OLX causa prejuízo de quase R$ 30 mil em Ipatinga
Prejuízo de R$ 9,5 mil em mais uma vítima do golpe no OLX no Vale do Aço

Despachante aponta cuidados para evitar golpes no OLX


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO