Bandidos do Golpe do Motoboy continuam a agir no Vale do Aço

Mais duas vítimas dos estelionatários acionaram a Polícia Militar nas últimas horas

Imagem ilustrativa


Os cartões bancários das vítimas são levados com uma carta contendo dados pessoais e senhas
Atualizado às 14h09
Apesar dos alertas das autoridades e da imprensa no Vale do Aço, as pessoas incautas continuam no alvo dos estelionatários que aplicam o manjado Golpe do Motoboy na região. Somente na quarta-feira (18) foram dois casos registrados pela Polícia Militar em Ipatinga. Na semana, já são quatro golpes. Em um dos casos, a polícia já tem algumas pistas em investigação.

Uma das vítimas é moradora do bairro Imbaúbas, em Ipatinga, e tem 65 anos. O aposentado alegou que recebeu uma ligação telefônica por volta das 16h de uma pessoa que se apresentou como funcionária do Banco Brasil. Este suposto funcionário alegou que havia uma tentativa de compra com o cartão do correntista no valor de R$ 1.290.

O golpista conseguiu enganar a vítima e disse que possivelmente o cartão estava clonado. Ele instruiu o correntista a fazer uma carta negando a tentativa de compra, com os dados pessoais, a senha e colocar o cartão cortado em um envelope endereçado para São Paulo. Neste tempo, um funcionário do banco iria até a casa do aposentado para pegar o envelope.

Para deixar a vítima a acreditar que era mesmo do banco a tal ligação, o bandido passou uma senha que o “funcionário” iria confirmar ao pegar a carta com o aposentado. O segundo golpista apareceu pouco depois, em uma motocicleta, e buscou o objeto confirmando a senha. Não demorou muito para a vítima receber mensagens de compras com o cartão, totalizando cerca de R$ 6,5 mil. O aposentado conseguiu depois bloquear o cartão junto ao banco.

Cidade Nobre

Outra vítima dos golpistas é do bairro Cidade Nobre. Trata-se de um homem de 68 anos. Ele também foi ludibriado da mesma maneira, onde uma pessoa alegou a tentativa de compra com o cartão do aposentado. Nesse caso, o marginal alegou que era para a vítima ligar para o banco no 0800 no telefone fixo, mas o idoso não sabia que o golpista “segurou” a linha telefônica, para se passar como se fosse o atendente do banco.

O golpista foi até a casa da vítima, dessa vez de carro e não de moto, e se passou pelo funcionário do banco para pegar o envelope com os dados e os cartões do banco. Assim que o falso bancário saiu, passado um tempo o aposentado recebeu um telefonema. Dessa vez, entretanto, era de fato o banco informando sobre uma movimentação atípica na conta, com vários saques.

Após o bloqueio dos cartões, o aposentado ligou para a Polícia Militar com o objetivo de denunciar o crime. A pessoa que esteve na casa do aposentado tem o sotaque paulista e a PM realiza buscas para localizar este golpista ou a quadrilha que age no Vale do Aço.

Bairro Industrial

Em Santana do Paraíso, no bairro Industrial, uma mulher de 48 anos escapou de ser lesada graças à intervenção do marido dela. Na terça-feira (16), ela recebeu a ligação dos golpistas e foi ludibriada da mesma forma que as outras vítimas. O criminoso, se dizendo do banco, alegou que iria mandar um funcionário pegar o cartão.

Assim que a mulher comentou com o marido, ele deu o alerta que o banco não faz isso. O homem afirmou que era um golpe, situação confirmada pela vítima ao entrar em contato com a instituição na qual possui conta. Por medida de segurança, a senha e o cartão dela foram bloqueados e cancelados.

Como o Diário do Aço tem noticiado, nenhum banco manda funcionário buscar cartão na casa do cliente. Outra orientação das autoridades é nunca passar dados pessoais e senha bancária por telefone. Se receber alguma ligação, desligue e entre em contato com o banco utilizando uma outra linha telefônica, pois o fixo pode estar com a linha bloqueada e com o sinal em poder dos criminosos, para enganar a vítima.

Veja a lista dos golpes desse ano, no Vale do Aço



Duas pessoas são vítimas do Golpe do motoboy, em Ipatinga
Golpe do Motoboy volta a ser registrado no Vale do Aço
Vítima de Timóteo perde R$ 35 mil em golpe na internet
Casal é vítima de golpe em negociação de carro usado
Golpe da venda de carro lesa jovem em R$ 6,5 mil
Golpe do carro na OLX provoca prejuízo de R$ 75 mil em Timóteo
Idosa cai no golpe do sequestro e perde R$ 15 mil
Golpe do falso sequestro dá prejuízo de R$ 300 mil a casal
Idosa é vítima de golpista virtual e perde R$ 189 mil
Idosa em Timóteo perde mais de R$ 4.500 em golpe
Golpe pelo telefone causa prejuízo de R$ 5 mil em Timóteo
''Golpe do sequestro'' provoca prejuízo de R$ 1,5 mil a idosos em Ipaba
Lotérica de Mesquita leva golpe de R$ 51 mil
Polícia Civil alerta para nova modalidade de golpe no Vale do Aço
Vítimas caem no golpe do sequestro, em Timóteo
Novo golpe via OLX dá prejuízo a proprietário de XRE 300
Casal de idosos tem prejuízo em golpe do carro estragado na estrada
Golpistas inovam e fazem vítimas no Vale do Aço
Golpe do Motoboy faz duas vítimas em Santana do Paraíso
Polícia procura autores do ''Golpe da tinta'' no Vale do Aço
Mulher é vítima de golpe de notas falsas e perde celular, em Santana do Paraíso
Golpe OLX provoca prejuízo de R$ 13.600 em Fabriciano
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Deus é Fiel 21 de dezembro, 2019 | 22:45
São pessoas conhecidas que esta fazendo isso,pq os idosos são simples.
Barrabas 19 de dezembro, 2019 | 12:29
Fica uma alerta como os golpista sabe nome endereco e telefone das vitimas sera que nao tem funcionario do proprio banco passando estas informacoes para os bandidos.e bom que policia envestigue isto como consegue os dados das vitimas.ate o banco eles sabem onde a pessoa tem conta ha muitas coisas por tras disto que precisa ser investigado.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO