Golpe do falso sequestro dá prejuízo de R$ 300 mil a casal

Casal de idosos foi convencido por criminosos a trazer várias transferências bancárias em drama que durou 36 horas

O velho golpe do falso sequestro deu um prejuízo de R$ 300 mil a um casal de idosos, em Belo Horizonte, nesse fim de semana. Criminosos convenceram um homem de 67 anos e a mulher, de 69, a desembolsaram cerca de R$ 300 mil para tentar ‘salvar’ a filha, que supostamente estava sequestrada.

Conforme relatório da Polícia Civil, o casal passou 36 horas, coagidos pelos bandidos, por telefone. Durante todo o drama, o casal era obrigado a realizar diversos depósitos bancários para contas diferentes.

Para enganar o casal de idosos, os bandidos utilizavam a voz de uma mulher para imitar a voz da filha, que dizia estar sob poder dos bandidos.

A polícia apurou que, a exemplo de outros golpes, os criminosos sequer sabiam o nome da filha falsamente sequestrada. Foram os pais quem informaram.

Conforme a PCMG, o golpe do falso sequestro consiste na atuação de uma quadrilha, que mantém linhas telefônicas ocupadas até que as vítimas façam transferências bancárias. Raramente os autores desse tipo de crime são presos.

A orientação da polícia é que, ao receber ligações dessa natureza as pessoas procurem formas de ligar para a pessoa que os criminosos alegam ter sido sequestrada.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO