Idosa é vítima de golpista virtual e perde R$ 189 mil

Seduzida por um estelionatário, uma caratinguense de 67 anos teve prejuízo de R$ 189.400



A Polícia Civil investiga o caso de E.M.A., de 67 anos, que teve um prejuízo de R$ 189.400 com um estelionatário que ela conheceu por meio das mídias sociais. Tudo começou quando a idosa recebeu um pedido para adicionar na galeria de amigos, no Facebook, um tal Gregory Michael.

Os galanteios do golpista encantaram a mineira, a tal ponto que ela revelou detalhes da vida pessoal, números de telefone, contas bancárias e outras informações.

O criminoso se passou por um oficial do Exército dos Estados Unidos. E ainda contou que estava em uma “missão da ONU no Afeganistão”.

Após conquistar a confiança da aposentada caratinguense, em um percurso de um mês, prometeu enviar dólares para ela, pois não queria que o dinheiro fosse encaminhado para os Estados Unidos, local que, segundo o golpista, há uma alta cobrança de impostos.

O grande momento do golpe começou quando o bandido alegou que o dinheiro enviado por ele tinha sido retido na alfândega. Para liberar o recurso, comparsas do golpe se passavam por autoridades e pediam quantias em dinheiro. Ludibriada com a história, a mulher fez seguidos depósitos em contas, principalmente do Banco Itaú, totalizando R$ 189.400.

Alerta contra golpistas

A polícia alerta que as estatísticas apontam que, no Brasil, as mulheres são os maiores alvos dos chamados scammers - que são perfis falsos em mídias sociais, criados com o objetivo seduzir pessoas e aplicar golpes financeiros.

Existe um padrão de como agem estes golpistas virtuais. Primeiro eles identificam as vítimas em potencial em redes sociais - por meio da análise de uma série de característica em seu perfil, como a boa situação financeira, já que a intenção do golpe é a extorsão, como ocorreu com idosa, moradora de Caratinga.

Pessoas de meia idade recém-divorciada ou viúva também são características que levam as mulheres à mira dos estelionatários, que atacam no momento em que se supõe as pessoas estão fragilizadas pela perda, ou de um relacionamento ou da pessoa com quem vivia.

Os golpistas quase sempre se apresentam como estrangeiros bem-sucedidos, viúvos ou militares, como foi o caso do estelionatário que atacou a aposentada em Caratinga.

Já publicado sobre golpes:
Idosa em Timóteo perde mais de R$ 4.500 em golpe do carro estragado
Golpe pelo telefone causa prejuízo de mais de R$ 5 mil em Timóteo
Golpe do falso sequestro dá prejuízo a casal de idosos em Ipaba
Golpista se passa pelo prefeito de Mesquita e causa prejuízo de mais de R$ 51 mil em casa lotérica
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Wylliam Zacarias 27 de Março, 2019 | 07:45
Apesar dos inúmeros casos diariamente divulgados mundo afora , as pessoas continuam caindo de maneira muito ingênua nesses golpes que lesam financeiramente e , em muitos casos , também ceifam suas vidas de várias vítimas . Todo cuidado e atenção são essenciais e necessários , nesse confuso e violento mundo de milhares de espertalhões .
Jaime 26 de Março, 2019 | 12:50
Tudos que pede deposito de dinheiro pode sair fora e golpe.nunca deposite dinheiro em contas de estranhos porque vai perder o dinheiro.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO