25 de março, de 2024 | 10:20

Número de registros de golpes no Vale do Aço aumenta em 24%

Dados da PCMG apontam que Ipatinga foi o município que mais teve vítimas, seguido por Coronel Fabriciano, Timóteo e Santana do Paraíso

Reprodução/Agência Brasil
Dados sobre os golpes constam no relatório produzido pela Polícia CivilDados sobre os golpes constam no relatório produzido pela Polícia Civil

Diariamente, diversas pessoas caem em golpes dos mais diversos tipos no Brasil. Falso anúncio de veículo, falsa central de banco, golpe do nude, entre outros. Em Ipatinga, a cada 10 mil habitantes, 77,5 já caíram em algum golpe. É um dos maiores índices na região. Os dados constam no relatório produzido pelo 12º Departamento de Polícia Civil de Minas Gerais em que o Diário do Aço teve acesso com exclusividade.

De acordo com as estatísticas, em Ipatinga 1.765 pessoas sofreram golpes em 2023, o que representa um aumento de 30,45% referente ao ano de 2022, em 1.353 foram vítimas deste tipo de crime. Vale ressaltar que os números são baseados em registros feitos junto ao órgão.

Em 2022 e 2021, houve 1.049 e 700 golpes bem-sucedidos, respectivamente, na cidade.

Região Metropolitana do Vale do Aço

Com a segunda maior população do Vale do Aço, Coronel Fabriciano é o segundo município em que mais houve registros de vítimas de estelionato. Foram 669 pessoas que caíram “na lábia” de golpistas, o que significa que 63,87 a cada 10 mil habitantes já tiveram algum prejuízo. Em comparação ao ano de 2022, em que 592 indivíduos sofreram golpes, nota-se um aumento percentual de 13,01%.

Em 2021 foram registradas no município, 403 ocorrências referentes ao crime de estelionato e em 2020 foram 248.

Em Timóteo, 546 pessoas manifestaram ter sofrido golpes no ano passado, que significa 66,92 a cada 10 mil habitantes. Os números também aumentaram comparando os últimos dois anos. Em 2022, foram 478 vítimas, que equivale a um crescimento de 14,23%.

Quanto a Santana do Paraíso, 54,24 a cada 10 mil habitantes já sofreram estelionato. O relatório da PCMG aponta que foram 243 vítimas em 2023 e 174 em 2022, o que traduz em um aumento de 39,66%, o maior número na região.

Dicas para não cair em golpes



O Chefe do Departamento, delegado geral Gilmaro Alves Ferreira, reforça a todos que, como regra, o estelionato é uma ação pública condicionada à representação da vítima, ou seja, é necessário que as vítimas compareçam à Unidade e representem. “Ações de prevenção e principalmente a divulgação de informações de autoproteção são essenciais na prevenção dessa modalidade, que tem ocorrido muito por meios virtuais, e com o uso da internet”, apontou o delegado.



Veja cuidados simples para evitar cair em golpes:

- Sempre desconfie de links via WhatsApp ou SMS, entre em contato com os canais oficiais da instituição financeira ou bancária com quem está negociando;

- No caso de acionar o link ou realizar cadastro em algum site, informe seu banco e leve o seu telefone em alguma assistência técnica para verificar a existência de algum aplicativo malicioso;

- Fique atento às regras das instituições financeiras ou bancos, qual programa ou negócio que está sendo proposto;

- Desconfie de ofertas imperdíveis;

- Nunca deposite valores antecipados em contas de terceiros, utilize canais oficiais de pagamento;

- Caso deseje renegociar sua situação financeira procure você mesmo uma agência bancária;

- Não forneça seus dados pessoais, nem senhas ou acessos a terceiros;

- Desconfie de empréstimos vantajosos, principalmente vinculados a taxas e seguros que condicionam a contratação por depósito ou pagamento prévio;

- Desconfie sempre de pedidos de dinheiro pelo WhatsApp;

- Não clique em links desconhecidos;

- Cuidado com compras por anúncios digitais de vendas; observando a empresa com quem está negociando e evitando o depósito de valores em conferência e certeza do negócio;

- Não empreste sua conta bancária;

- Não entregue dinheiro pego em empréstimo a ninguém como forma de negociação;

- Não pague boleto de terceiros desconhecidos como parte de negociação - Em caso de ser vítima de golpe denuncie, registre o Boletim de Ocorrência.

Veja a lista de golpes mais recentes noticiados no Vale do Aço

-Golpistas mantêm ataque com o golpe dos nudes
-Era golpe: carro foi anunciado no Facebook por R$ 6.800
-Golpe da falsa central de banco: idosa perde mais de R$ 16 mil em Santana do Paraíso
-Vítima de golpe acusa vendedor de agir em conluio com estelionatário
-Morador de Belo Horizonte cai em golpe ao negociar Renault Clio anunciado para venda em Timóteo
-Vítima do golpe dos nudes reclama de ameaças de quadrilha
-Estelionatários tentam aplicar golpes com a falsa mensagem de compra no cartão
-Ipatinguense perde mais de R$ 11 mil em golpe da falsa central de atendimento bancário
-Moradora de Belo Oriente perde mais de R$ 19 mil em golpe e alerta população
-Empresário é vítima de tentativa de golpe com falsa conta de energia em Ipatinga
-Vítima do golpe dos nudes reclama de ameaças de quadrilha
-Mulher perde mais de R$ 7,5 mil no Golpe do Whatsapp em Fabriciano
-Ipatinguenses caem no golpe do emprego em Portugal
-Em Ipatinga, mulher perde cerca de R$ 30 mil em golpe aplicado por telefone
-Novas vítimas do golpe do massageador procuram a Justiça
-Comerciante é vítima do golpe do Pix e aciona a Polícia
-Moradora do Cidade Nova perde R$ 3.500 em golpe
-Moradora de Santana do Paraíso perde mais de R$ 9 mil em golpe
-Idoso perde mais de R$ 7 mil ao cair em golpe de falso anúncio de venda de moto
-Homem perde cerca de R$ 7 mil no Golpe do OLX em Santana do Paraíso


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Guzerá Legislador

25 de março, 2024 | 20:58

“Chifre, bobo, golpe e estrada de chão nunca acaba.”

Envie seu Comentário