Usiminas EstÁgio - 728x90

07 de fevereiro, de 2024 | 08:00

Moradora de Belo Oriente perde mais de R$ 19 mil em golpe e alerta população

Marcello Casal jr/Agência Brasil
Além do prejuízo de mais de R$ 19 mil, a vítima ficou com uma dívida de R$ 35.606,71 no banco responsável pelo financiamento Além do prejuízo de mais de R$ 19 mil, a vítima ficou com uma dívida de R$ 35.606,71 no banco responsável pelo financiamento

Uma moradora do município de Belo Oriente perdeu R$ 19.677,02 após cair em um golpe na tentativa de quitar o financiamento de seu carro. O caso ocorreu em março do ano que passou e, atualmente, está sendo analisado pela Comarca de Açucena. A vítima decidiu relatar o caso, para que sirva de alerta.

Conforme apurado pela reportagem do Diário do Aço, a vítima, R.G.P.S., acessou a internet para pesquisar o contato do banco no qual havia feito o financiamento, a fim de solicitar um boleto para quitação da dívida.
Ao encontrar um determinado contato, a vítima telefonou para o número e solicitou um boleto para o pagamento. No entanto, o telefone com o qual R.G.P.S. havia entrado em contato era de um golpista, e não do banco responsável pelo financiamento.

Durante a ligação, um suposto atendente solicitou o número do CPF da vítima e, em seguida, enviou um resumo com todas as informações do financiamento. Logo após enviar tais informações, R.G.P.S. recebeu um boleto e pagou um valor total de R$ 19.677,02.

A vítima informou à reportagem do Diário do Aço que só percebeu que havia caído em um golpe quando acessou o aplicativo do referido banco e notou que a prestação estava com o status “em atraso”.

“Passadas 24 horas da realização do pagamento, eu percebi que ele ainda não estava constando no sistema, e estava em aberto. Após cerca de seis dias, o banco me ligou e eu verifiquei que não tinha sido para o banco que eu tinha pago o financiamento”, explicou.

Além disso, R.G.P.S. também chegou a receber uma ligação de um outro número, que pedia o valor de R$ 1.450.50, alegando que era para a retirada a alienação do veículo.

A vítima procurou uma delegacia para registrar um boletim de ocorrência, visando encontrar uma solução para o prejuízo. “Me orientaram a ir ao banco que eu paguei o boleto e, quando eu cheguei lá, não havia como cancelar porque já tinha passado muitos dias”, disse.

Fora o prejuízo de mais de R$ 19 mil, ela também acabou tendo uma dívida de R$ 35.606,71 no banco responsável pelo financiamento.

Alerta
A moradora de Belo Oriente disse à reportagem do Diário do Aço que se sentiu indefesa, visto que procurou o banco, mas nada pode ser feito. Por essa razão, alerta a população a respeito dos estelionatos.

“Hoje em dia, nós não podemos confiar. O ideal é procurar uma agência ou alguém de confiança e pedir para estar conferindo o número, sem ir direto no Google para pesquisar, porque os golpistas estão por toda a parte. A internet é o foco deles, é onde eles estão o tempo todo. Então a gente tem que ficar muito ligeiro”, conclui.

Veja também:
-Empresário é vítima de tentativa de golpe com falsa conta de energia em Ipatinga
-Vítima do golpe dos nudes reclama de ameaças de quadrilha
-Mulher perde mais de R$ 7,5 mil no Golpe do Whatsapp em Fabriciano
-Ipatinguenses caem no golpe do emprego em Portugal
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Debora

08 de fevereiro, 2024 | 11:18

“Esse tipo de situação seria mais viável ser resolvido de forma presencial, isso evitaria que ela tivesse sofrido esse golpe, porque ela poderia ter pegado o número certo, além de ser mais seguro.”

Geronimo Araújo

07 de fevereiro, 2024 | 21:50

“Se estão clonando site do Detran, imagina se não cão clonar bancos, o incrível é saber que com CPF, eles puxam capivara do freguês”

Chaves

07 de fevereiro, 2024 | 16:26

“Eu não Caio neste golpe,pois não tenho dinheiro e não moro na roça.”

Sel Lei

07 de fevereiro, 2024 | 12:27

“Jose você achar mesmo que o estelionatário usar documento verdadeiro pra abrir conta bancária cuidado com esse pensamento você pose ser uma vítima em potencial kkkkkkkkk”

Santos

07 de fevereiro, 2024 | 10:06

“? deste jeito José, existe meios pra rastrear tudo só estes golpes que os responsáveis e as autoridades não conseguem, tem algo de errado.....”

De Olho

07 de fevereiro, 2024 | 10:03

“Meu Deus. A mídia divulga fatos dessa natureza diuturnamente e ainda existem pessoas desatentas. A oportunidade faz o ladrão. Já diz o dito....... Gente boba e estrada ruim não acabam nunca.”

Assustado

07 de fevereiro, 2024 | 09:20

“Assustado.
Quando penso que já vi todos golpes. Aparece mais um golpe novo...”

Jose

07 de fevereiro, 2024 | 08:30

“se sentiu indefesa, visto que procurou o banco, mas nada pode ser feito. Por essa razão, alerta a população a
respeito dos estelionatos. Ou seja, os bandidos tem conta no banco em que o depósito foi feito. Tem lá nome
completo dele, cpf, comprovante de endereço, identidade. Foram procurados pela senhora que alegou ter sido
assaltada on line. Mas, nesta hora o gerente diz que não pode fazer nada. Pedem pra abrir um conta, até cpf do
cachorro, Como não pode bloquear a conta do bandido caso ele reclame do bloqueio alegando que outra cliente
o denunciou por um roubo?, Porque não pode cobrar dele que prove em detalhes que deposito foi aquele de
19.677 reais na conta dele? Que falem ao bandido que ele foi denunciado e que devera provar a origem do
depósito. Enfim, Para os bandidos toda proteção, sigilo total, ás vitimas que se danem, que se lasquem.”

Envie seu Comentário