19 de janeiro, de 2022 | 06:11

Dnit confirma que está sem previsão para liberar desvio na BR-381 em Nova Era

Enviada por leitor
O Dnit informou que é necessário aguardar, pois ainda está havendo movimentação de terra no trecho interditado O Dnit informou que é necessário aguardar, pois ainda está havendo movimentação de terra no trecho interditado
Passados quatro dias do desabamento de um talude que destruiu completamente um trecho da BR-381 no km 321 da BR-381, em Nova Era, os órgãos oficias ainda não têm qualquer previsão de liberação de um desvio no local, conforme apurou o jornal Diário do Aço nesta terça-feira (18). O entendimento técnico é que ainda não há condições para fazer um desvio no local, pois a terra ainda se move. O deslocamento de massa da encosta destruiu o asfalto por mais de cem metros na manhã de sexta-feira (14).

Veja a atualização:
Ministério da Infraestrutura estima prazos para liberar desvio na BR-381

Com isso, o acesso entre o Vale do Aço e Belo Horizonte passou a ser feito por rotas alternativas. Para cargas, via BR-262 até Realeza e depois BR-116 via Caratinga. Carros leves ainda conseguem passar por estradas rurais entre Nova Era e Antônio Dias ou pela MG-760. No meio da apreensão, o Dnit confirmou que, em função da instabilidade do terreno na área do desastre, a solução ainda está na fase de estudos.

O desvio de rota aumenta consideravelmente o tempo e o custo da viagem, impactando na cadeia produtiva e na vida das pessoas que precisam viajar. São 421 quilômetros no trajeto de Ipatinga à capital mineira passando por Realeza ou 396 quilômetros via Guanhães e Belo Oriente.

Um trajeto feito de ônibus entre o Vale do Aço e Belo Horizonte, que costuma durar cerca de quatro horas, agora está demorando mais de nove horas, já que é preciso passar por Caratinga e Realeza, conforme já noticiado pelo Diário do Aço.

Indignados
Leitores que estiveram no km 321 da BR-381, em Nova Era, na tarde desta terça-feira, informaram à reportagem do jornal Diário do Aço que não foi vista qualquer movimentação de obra para a realização de um desvio na área onde a 381 foi destruída em Nova Era.

“Agora que a ficha caiu. Nós estamos numa situação muito complicada, principalmente porque não se pode usar a MG-760, uma vez que as ruas do Centro de Timóteo não suportam o tráfego da rodovia. Esses acessos rurais, via Hematita, Dionísio, ou Santana do Alfié, são para carros leves. Sem chance para cargas. E diante disso tudo descobrimos que não há nada de desvio sendo construído em Nova Era”, protestou o leitor, que mora em Ipatinga e trabalha com o transporte de cargas.

Nota oficial confirma que solução está na fase de estudos



Em nota enviada ao Diário do Aço nesta terça-feira (18), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que a recuperação do trecho da BR-381 é prioritária para o Dnit e será feita tão logo seja possível, uma vez que o solo ainda está saturado. “O objetivo é restabelecer o tráfego no menor tempo possível”, ressalta.

“Necessário aguardar”
A nota também explica, de maneira técnica, que houve o chamado “cisalhamento de talude”, provocado pelo grande volume de água e saturação do solo. “Ou seja, houve deslocamento da massa de terra, pressionando a base da rodovia e levando ao rompimento da pista. As equipes do Dnit estão avaliando soluções a serem adotadas, sendo que, no momento, é necessário aguardar, pois ainda está havendo movimentação de terra”, afirmou.

Impactos da chuva
A nota ainda acrescenta que o “trabalho do Dnit em Minas Gerais ocorre de maneira ininterrupta, desde o fim de dezembro de 2021, para restaurar a trafegabilidade das rodovias federais no Estado, impactadas pelas fortes chuvas que ocasionaram quedas de barreiras e processos erosivos”, conclui a nota.

Desvios
Os desvios sugeridos pelo Dnit são: vindo de Governador Valadares pela BR-116, seguir até Caratinga. Em Caratinga, acessar a MG-329 e seguir até Rio Casca. Em Rio Casca, seguir a BR-262 até João Monlevade, já na BR-381. A rota sugerida pelos caminhoneiros é: vindo de Governador Valadares, acessar a MG-758 em Belo Oriente e seguir rumo a Guanhães e Itabira. Retornar à BR-381 em São Gonçalo.

Vale do Aço
O Dnit também orienta para quem está em Ipatinga, ou em outro município do Vale do Aço, acessar a BR-458 e, em seguida, a BR-116 até Caratinga. Em Caratinga, acessar a MG-329 e seguir até Rio Casca. Há a alternativa também de ir até Realeza e pegar a BR-262. Em Rio Casca, seguir a BR-262 até João Monlevade, já na BR-381.

VEJA MAIS
Tráfego é fechado para caminhões na estrada de Hematita, Antônio Dias

Timóteo instala mais uma barreira para o tráfego pesado no bairro Limoeiro

Dnit fecha acesso em trecho da BR-381

Desvio começa a ser construído na BR-381, em Nova Era

Máquinas são desembarcadas para iniciar intervenção na BR-381 em Nova Era

Ruas de Timóteo vivem situação caótica após fechamento da BR-381

BR-381 é interditada nos dois sentidos em Nova Era

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Antônio Madeira de Almeida

22 de janeiro, 2022 | 14:06

“? momento de muita calma Graças a Deus ainda não houve vítimas e a temporada de chuvas está apenas começando”

Observador

20 de janeiro, 2022 | 08:37

“Esse Gustavo deve ser engenheiro de vias com larga experiência para vir falar uma bobagem dessas.

Então, vai lá resolver bonzão ! Mostra a solução aí.”

Deivisson Garcia

19 de janeiro, 2022 | 21:59

“Desgoverno total? falta de iniciativa do nosso governador, que luta a todo custo p reeleição? assim fica difícil né?.e nosso presidente, não vai se posicionar?
Os mineiros clamam por socorro e todos assistem de camarote?.. Eleição ta ai ?. Vamos ver se vale a pena votar”

Raul

19 de janeiro, 2022 | 18:30

“O que é falta da força política deste gigante vale do aco que parece não ter voz pra exigir um boa estrada e universidade federal com ensino de qualidade.
Tudo é meia boca , temos mesmo a síndrome de vira-latas ou achamos mesmo que aqui é uma roca”

Anderson Luiz da Silveira Castro

19 de janeiro, 2022 | 18:30

“Sabemos que este serviço de retirar aquela terra toda depende de um bom profissional dar sua opinião, porque ir de cara fazendo a obra sem um bom planejamento, além de colocar vidas em risco.”

Jaime

19 de janeiro, 2022 | 16:44

“Esta obra agora vai ser igual o remendo do aeroporto levou ano pra fazer. sempre com uma desculpa.entao assim sera tambem este remendo da 381.agora esta sem chuva inventa uma desculpa .depois vem a chuva outra desculpa. e assim o tempo vai passando e o vale do aco nao tem representante politico e assim vai as coisas aqui. ne”

Wagner Martins da Rocha

19 de janeiro, 2022 | 16:30

“Desgoverno!!”

Joseph

19 de janeiro, 2022 | 16:14

“Tem alguém aí que tem contato, influência na empresa Presidente, sugere a colocação de ônibus de Ipatinga ao local acidentado, o pessoal desce, atravessa a pé e pega outro ônibus, do local acidentado à BH. Melhor do dar a volta por Realeza.”

Gustavo

19 de janeiro, 2022 | 14:15

“"Observador", falou pouco mas falou....m**da. Trata-se de obra emergencial, o tempo já firmou. Não há que se "esperar a terra descer" ad eternum, isso só existe na cabeça de gente sem noção. Mas era de se esperar né, de quem não acredita na ciência, realmente está esperando a terra "cair do céu" para resolver. Santa paciência viu... Enquanto realiza-se os trâmites da licitação em regime de emergência faz-se um desvio por baixo.”

Observador

19 de janeiro, 2022 | 13:39

“Engraçado como são esquerdistas, na cabeça deles as maquinas já tinham que estar trabalhando pra reconstruir a estrada antes mesmo da terra acabar de descer.
Afinal de contas, pra eles seguir o orçamento e fazer licitação não deveriam existir.”

Wilton Ezequiel Dias

19 de janeiro, 2022 | 12:54

“Solução simples: esquece que o talude vai descer.
Ele não vai descer mais, pois já encontrou terreno firme e se apoiou.

Basta arrancar os destroços de asfalto que estão no local e patrolar
Depois disso só passar o trânsito pesado em cima.

Se for possível passar o rolo antes fica melhor ainda..

Após isso coloca duas retroescavadeiras e caminhões retirando a terra do talude deslocado pelas beiradas.

Se puder passar uma camada de asfalto fica melhor ainda, pois quando chegar a chuva não terá problema.”

Edimir Rodrigues

19 de janeiro, 2022 | 11:37

“Incompetência, descompromisso e desrespeito ao vale do aço.”

Joseph

19 de janeiro, 2022 | 10:05

“Será que o ministro de infraestrutura e transporte está ciente disso, é um absurdo não estarem trabalhando no local, vejo muita morosidade para solução desse problema tão sério.”

Gildázio Garcia Vitor

19 de janeiro, 2022 | 07:18

“Cadê o Ministro Tarcísio, que alguém andou elogiando por aqui?”

Jaci da Silva Miranda Miranda

19 de janeiro, 2022 | 06:26

“Cadê o ministério público para se posicionar se o denite está fazendo realmente o que deve.”

Envie seu Comentário