12 de setembro, de 2021 | 10:00

Prevista para setembro, conclusão das obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço fica para outubro

Divulgação
As obras na pista do Aeroporto Regional tiveram início em abril deste ano As obras na pista do Aeroporto Regional tiveram início em abril deste ano
(Tiago Araújo - Repórter do Diário do Aço)
As obras na pista do Aeroporto Regional do Vale do Aço, que estavam previstas inicialmente para serem concluídas em agosto - prazo que depois foi adiado para setembro - devem ser entregues apenas em outubro deste ano. A informação é da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), em nota enviada ao Diário do Aço. As obras tiveram início no terminal em abril deste ano, com previsão de 120 dias para que os trabalhos fossem concluídos, mas até o momento, os serviços continuam e o aeroporto completa 16 meses fechado enquanto isso.

Conforme a Seinfra, as obras de restauração do pavimento da pista de pouso e decolagem do Aeroporto de Regional do Vale do Aço estão com aproximadamente 80% dos trabalhos concluídos. “Já foram executados, entre outros serviços de terraplanagem, remoção do revestimento e base da pista, pátio e taxiways e fresagem do revestimento”, aponta.

Serviços em andamento

A nota da Seinfra também informa que no momento estão em andamento a implantação do novo revestimento da pista, pátio e taxiways e da nova sinalização horizontal. “A previsão é que as obras sejam concluídas no mês de outubro e a retomada da operação acontecerá após a liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”.

Em relação ao atraso das obras, que tinham previsão para serem concluídas em 120 dias, ou seja, em quatro meses, a nota da Seinfra não informa o motivo deste atraso.

16 meses fechado

A última reforma paliativa realizada na pista do Aeroporto Regional do Vale do Aço ocorreu em março do ano retrasado, de forma emergencial. A vida útil do paliativo chegou ao fim em setembro de 2019. Além disso, desde maio de 2020 o aeroporto está fechado, oficialmente, à espera da conclusão da obra definitiva, ou seja, 16 meses sem operação de voos comerciais. Em março de 2020, a única companhia que operava voos entre o Vale do Aço e o aeroporto internacional de Confins suspendeu as operações em função de medidas sanitárias contra a covid-19. Entretanto, a companhia retomou os voos para todo o interior de Minas Gerais, menos para o Vale do Aço, por causa das obras pendentes.

Início das obras

A restauração do pavimento da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Regional do Vale do Aço teve início no dia 8 de abril deste ano. Os serviços começaram após a assinatura da ordem de serviço pelo governador Romeu Zema (Novo). A previsão era que os trabalhos fossem concluídos em até 120 dias, ou seja, até agosto. No entanto, quando atingiu o prazo, a previsão mudou para setembro e, recentemente, a Seinfra informou que a obra deverá ser entregue no mês de outubro. A empresa responsável pelos serviços é a LCM Construção e Comércio S/A.

Serviços

Conforme a Seinfra, os recursos para a execução das obras são de R$ 13,2 milhões, dos quais R$ 12 milhões são oriundos de repasse da União, por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) e R$ 1,2 milhão de contrapartida do Estado. Atualmente, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) é responsável pela administração do Aeroporto Regional.

Operação

Criado em 1959 e em operação desde 1977, o Aeroporto de Ipatinga (SBIP), que na prática está em território do vizinho município de Santana do Paraíso, foi projetado pela Usiminas, inicialmente, para servir aos funcionários da siderúrgica. A pista do aeródromo é de 2.004 metros de extensão e 45 metros de largura. Para se ter ideia da dimensão, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a pista principal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, um dos mais movimentados do país, tem 1.940 metros de comprimento e 45 metros de largura.

Já publicado

Aeroporto Regional do Vale do Aço ganha plano diretor para futuras expansões
Obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço estão 60% prontas, afirma deputado
Recapeamento avança na pista do Aeroporto Regional do Vale do Aço
Aeroporto do Vale do Aço deve retomar atividades em setembro
Aeroporto Regional do Vale do Aço poderá receber jatos da Azul a partir de setembro
Recapeamento na pista do Aeroporto Regional será iniciado na próxima semana, afirma deputado
Governo de Minas anuncia começo das obras no Aeroporto Regional do Vale do Aço
Obras na pista do Aeroporto Regional terão início no dia 8, afirma Estado
Obras na pista do Aeroporto Regional terão início no dia 8, afirma Estado
Lideranças pretendem somar esforços para reabertura do Aeroporto Regional
Adiel Oliveira pede união dos vereadores em prol das obras do Aeroporto Regional
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Rodrigo

13 de setembro, 2021 | 11:32

“E quando retornarem os voos as passagens serão + de R$ 1.000,00 o trecho.”

Pedro

13 de setembro, 2021 | 10:31

“Esta novela da reforma deste aeroporto parece nao ter fim.ja foram tantas e tantas datas de termino de obra que parece nunca vai ficar pronta .”

Jones

12 de setembro, 2021 | 14:29

“As obras tinham previsão de término em agosto, em seguida passou para setembro, depois outubro, novembro, dezembro...”

Envie seu Comentário