Aposentado é enganado no Golpe do Motoboy em Ipatinga

Um aposentado de 64 anos é a mais nova vítima do “golpe do motoboy” na região e a primeira depois da prisão de um envolvido com o crime preso na semana passada, como já divulgou o Diário do Aço, em Ipatinga. A vítima, moradora do bairro Ideal, ficou sem R$ 3 mil depois que golpistas levaram os cartões bancários dela na quarta-feira (12).

D.M. alegou para a Polícia Militar que estava em casa e por volta das 16h recebeu uma ligação no telefone fixo. Um homem, se dizendo ser funcionário da Caixa Econômica Federal, ludibriou o aposentado e mentiu sobre uma compra realizada em uma unidade das Lojas Americanas, em Belo Horizonte, no valor de R$ 2 mil.

O marginal orientou a vítima a ligar no 0800 que consta atrás do cartão bancário do aposentado e evitar novos prejuízos. O aposentado ainda recebeu a orientação para cortar o cartão no meio, fazer uma carta de próprio punho solicitando o bloqueio, pois um funcionário do banco iria pegá-los na casa da vítima.

Pouco tempo depois chegou o falso funcionário, em um automóvel de cor escura, e recolheu os objetos (cartão e a carta) do aposentado em um envelope, juntamente a senha bancária. O golpista alegou à vítima que o bloqueio seria realizado no outro dia.

O golpe foi descoberto pelo aposentado assim que foi conversar com familiares, logo depois que o falso bancário saiu com os objetos da vítima. Imediatamente, ao verificar junto ao banco ele descobriu a falta de pelo menos R$ 3 mil da conta. O cliente conseguiu fazer o bloqueio do cartão junto ao banco e a polícia realiza buscas para prender o autor do golpe.

Golpista preso

A Polícia Militar prendeu, no dia 6 de agosto, J.N.S.R., de 20 anos, sob a acusação de envolvimento com estelionato com o chamado “Golpe do Mototoboy”, ou “Golpe do Cartão”. Ele foi localizado hospedado em um hotel no Centro de Ipatinga durante buscas dos policiais militares.

Em poder do preso, que tinha atacado por último uma idosa de 65 anos, no bairro Das Águas, foram apreendidos vários objetos que comprovam a autoria do crime. Entre os equipamentos estão quatro máquinas de cartão, um telefone celular e vários recibos de saques em caixas eletrônicos.

Veja também:

Como evitar um golpe?
Informação é o melhor caminho para escapar de golpe
O golpe do motoboy e a responsabilidade dos bancos
Advogado alerta para nova tentativa de golpe
Cemig emite alerta de golpe contra consumidores no Vale do Aço

Lista dos golpes mais frequentes no Vale do Aço:

Criminosos se passam por funcionários da Cemig e dão golpe em dono de padaria
Homem perde R$ 35 mil em golpe na compra de jet ski
Casal perde quase R$ 70 mil no golpe do OLX
Golpista que se passa por soldado da PM dá prejuízo a contadora
Contatos de mulher no WhastApp são enganados por golpistas
Eletricista perde R$ 7 mil no golpe do falso leilão
Idosa sofre prejuízo de R$ 18 mil no ''Golpe do Motoboy'' em Ipatinga
Mais dois golpes do OLX no Vale do Aço provocam prejuízos de R$ 23,5 mil
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Barrabas 14 de agosto, 2020 | 10:23
Combater este crime sera impossovel porque tem pessoas de algum lugar passando as informacoes pro bandido .pode ser do proprio banco .a pergunta e simples o bandido te liga sabe seu telefone nome endereco qual banco tem conta.e tudo que eles precisa pra da o golpe

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO