Guilman Amorim não abriu novas comportas

Operador de usina hidrelétrica afiram que operação de PCH ocorre sem anormalidades nesse domingo

Alex Ferreira


A Usina Hidrelétrica de Guilman Amorim nega que tenha aberto comportas nesse domingo (26), conforme noticiado mais cedo pelo Sistema de Comando em Operação (SCO) instalado na Prefeitura de Timóteo.

Conforme nota distribuída à imprensa, o SCO recebeu um alerta da Usina Hidrelétrica Guilman Amorim, em Antonio Dias, sobre a abertura da sua comporta para 6,5 metros, o que iria impactar no aumento do volume de água do rio Piracicaba pelas próximas seis horas. No começo da noite de hoje, entretanto, essa informação não foi confirmada e foi atribuída a algum equívoco.

O governo municipal também pediu hoje que moradores que deixaram as suas residências por conta do alagamento do rio Piracicaba, em Cachoeira do Vale, que aguardem orientação da Defesa Civil, diante o risco de mais chuva. A maioria das famílias foi removida para a Escola Estadual João Cotta, em Cachoeira do Vale.

O trabalho de recolhimento de donativos continua e a necessidade imediata é de toalhas, roupas íntimas, tanto masculina quanto feminina, roupas de cama e água.

A Polícia Militar está realizando patrulhamento preventivo no Distrito de Cachoeira do Vale para evitar ocorrências nas residências. Caso tenha alguma demanda de apoio, o morador pode ligar direto para o telefone da Defesa Civil de Timóteo é o 99499-2694.

Doações
Em virtude dos transtornos causados pela chuva, a Defesa Civil de Timóteo está recolhendo doações para os moradores afetados. Quem quiser contribuir pode doar cobertores, colchões, alimentos não perecíveis, materiais de limpeza, produtos de higiene pessoal, roupas de cama, roupas (em bom estado) e toalhas. Os itens devem ser entregues na Escola Estadual João Cotta, rua Rondônia, 305, Cachoeira do Vale.

Comportas não são vilãs das inundações; saiba mais



Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a abertura de comportas em reservatórios de hidrelétricas não é responsável pelas inundações. Se há ocorrência de chuva acima da barragem, a inundação ocorreria independentemente de existirem ou não as barragens.

Ocorre que, com as comportas fechadas acumula-se a água das enchentes nos reservatórios das grandes hidrelétricas. Nesse aspecto as barragens cumprem um papel importante: o de emitir alertas aos órgãos oficiais, defesa civil, por exemplo, sobre a elevação do nível de rios e ribeirões.

Enquanto a água é acumulada nos reservatórios os planos de contingência podem ser ativados a tempo de salvar vidas.Técnicos explicaram ao Diário do Aço que há um momento em que os reservatórios estão cheios e, se as comportas não forem abertas, de forma controlada, e gradativa, a água transborda a barragem.

Também nesse aspecto, a liberação gradativa também tem a importância do tempo de preparação e evacuação de moradores ribeirinhos, na medida em que a água é liberada e o nível de água sobe.

Mais:
Famílias são evacuadas de área de risco na Prainha
Abastecimento de água na região fica prejudicado por causa da chuva
Famílias do Santa Rita são retiradas de suas casas
Comportas abertas na UH de Sá Carvalho
Cheia leva acesso ao Vale Verde, em Ipaba
Chuva intensa deixa dezenas de famílias desabrigadas em Timóteo
Cerca de 30 famílias estão desabrigadas em Coronel Fabriciano
Moradores são orientados a deixar casas em Santana do Paraíso
Chuva intensa deixa Bom Jesus do Galho debaixo d’água
Avenida em Coronel Fabriciano está interditada
Em Coronel Fabriciano, Prainha segue debaixo d'água
Em Fabriciano, 80 pessoas estão desalojadas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Cidadã 27 de janeiro, 2020 | 01:36
É uma vergonha essa prefeitura de Timoteo e de Fabriciano, passar informação errada p a população em uma hora dessa causando pânico nas pessoas! Tinha q haver punição! Parabéns a este serio jornal por esclarecer este fato aos leitores!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO