Vereador de Naque é transferido do Espírito Santo para o Vale do Aço

Assassino confesso do prefeito de Naque foi preso em Vitória e já está na cadeia de Açucena

Divulgação PCES


Marcos Alves de Lima, o Marquinho do Depósito, foi transferido para o presídio de Açucena

O vereador do município de Naque, Marcos Alves de Lima, de 56 anos, o Marquinho do Depósito (PSDC), já está recolhido ao presídio da Comarca de Açucena desde a noite de sexta-feira (19). Ele é assassino confesso do prefeito de Naque, Hélio Pinto de Carvalho, de 55 anos, o “Hélio da Fazendinha” (PSDB), crime ocorrido no último dia 13 durante uma briga entre os dois políticos.

Marquinho do Depósito foi preso em flagrante em Governador Valadares depois que matou a tiros o prefeito de Naque. Autuado na delegacia de Polícia Civil, o parlamentar recebeu um alvará de soltura depois de participar de uma audiência de custódia no Fórum. Ele deveria ficar na região para aguardar a finalização das investigações policiais, mas não foi o que ocorreu.

Apesar das recomendações da Justiça, Marquinho fugiu da região, como apurou a equipe do delegado João Luiz Martins Barbosa, responsável pelas investigações e o monitoramento do investigado. Ao serem levantados os endereços de pessoas ligadas ao vereador, descobriu-se que ele estaria em Vitória, capital do Espírito Santo.
O Ministério Público solicitou à Justiça o mandado de prisão preventiva. A ordem judicial foi cumprida pela Polícia Civil do Espírito Santo a partir de comunicação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Regional de Ipatinga. O vereador foi localizado no bairro Mata da Praia, na capital capixaba, na tarde da última terça-feira (16).

Recambiamento do vereador

Na sexta-feira, a equipe do delegado João Luiz foi deslocada para o Espírito Santo para fazer o recambiamento do parlamentar que estava no Centro de Triagem de Viana, na Região Metropolitana de Vitória, para o Presídio da Comarca de Açucena. Os policiais chegaram ao Vale do Aço na noite de sexta-feira e levaram o preso direto para a unidade prisional onde vai aguardar a conclusão do inquérito policial.

Apesar da negativa alegada pela defesa do vereador, os policiais suspeitam que Marquinho poderia estar planejando fugir do país. Ele, que é conhecido pelos cabelos grisalhos, foi encontrado pela polícia capixaba com os cabelos pintados de preto. O advogado dele alegou que a mulher do vereador pediu para que o marido pintasse os cabelos.


Já publicado
Defesa vai recorrer de prisão preventiva de vereador que matou prefeito
Gaeco e PC do Espírito Santo prendem vereador que matou prefeito
Posse do novo prefeito de Naque é antecipada para hoje
Vereador que matou prefeito de Naque responde em liberdade
[link
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO