Saiba quais as novas restrições para o comércio em Ipatinga

Exigência do uso de máscaras em locais públicos é ampliado e está limitada a entrada de apenas uma pessoa por família em bancos e supermercados; decreto tem mais exigências

Wôlmer Ezequel


Na tarde desta quarta-feira, antes da publicação do decreto, as ruas do centro de Ipatinga estavam cheias

Após deliberação do Comitê Gestor de Crise de Ipatinga, que amplia as restrições para o funcionamento do comércio de rua, o governo local publicou no início da noite desta quarta-feira (27) o decreto nº 9.335/2020, com as novas determinações a serem seguidas pelos setores de atividades de comércio varejista, atacadista e de prestação de serviços. O decreto passa a valer nesta quinta-feira (28), data em que as lojas estarão fechadas.

Veja atualização dessa informação em:
Publicado decreto que restringe funcionamento do comércio em Ipatinga até 10/6

As medidas restritivas visam conter o avanço dos casos confirmados de covid-19 e evitar o colapso do sistema de saúde. Após a reunião do comitê, na noite de terça-feira (26) ficou definido que as lojas vão poder funcionar às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras, apenas das 12h às 18h; o funcionamento das feiras livres está proibido, com exceção da Feira do Ipatingão; o shopping permanecerá fechado; bares, restaurantes e lanchonetes seguem atendendo somente no sistema de delivery.

O decreto publicado na quarta-feira detalha as restrições. Entre as novidades está a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos; a permissão de apenas uma pessoa por família em agências bancárias e supermercados; além de especificar como deve ser o funcionamento de templos religiosos.

Avaliação e punição

No dia 8 de junho, o Comitê Gestor da Crise vai se reunir novamente para avaliar os efeitos do decreto publicado ontem. Conforme o governo municipal, na hipótese de agravamento da pandemia em Ipatinga, as disposições deste decreto poderão ser alteradas para medidas mais restritivas ou mesmo suspensão de atividades.

O descumprimento dos artigos do decreto pode resultar em interdição do
estabelecimento e cassação de licença ou alvará, de forma isolada ou cumulativa, de acordo com a gravidade e o potencial lesivo das infrações.

Feiras embargadas a partir do fim de semana

As feiras livres nos bairros funcionarão somente até esta sexta-feira (29). Após essa data serão fechadas por tempo indeterminado. Porém, será permitido o funcionamento da Feira Atacadista do Ipatingão, às segundas e quintas-feiras até às 13h.

À véspera da entrada em vigor de novas medidas para conter avanço do coronavírus em Ipatinga milhares de pessoas circulavam pelo centro

Apenas um por família em bancos e supermercados

Uma das principais determinações do decreto aponta que supermercados e agências bancárias deverão controlar o acesso de clientes a esses estabelecimentos, mantendo ao menos um funcionário para organizar as filas de entrada. Nesses locais, deverá haver marcação no piso (em cor visível e destacada) da área externa com distância mínima de dois metros.

A entrada de pessoas nesses estabelecimentos deve ser feito na proporção de um cliente a cada cinco metros quadrados da área de atendimento. Além disso, só poderá entrar nos bancos e supermercados uma pessoa por família.

Delivery permitido

Nas terças, quintas-feiras e sábados, dias em que os estabelecimentos deverão estar fechados, será permitido que os funcionários trabalhem internamente, até mesmo para atender aos pedidos de delivery. Também será permitida a entrega de produtos na porta do estabelecimento.

Uso de máscara é obrigatório em todos os locais públicos



O artigo 6º do decreto das novas orientações para enfrentamento da pandemia de covid-19 em Ipatinga estabelece que passa a ser obrigatório o uso de máscara facial em todos os espaços públicos de Ipatinga. A infração importará em advertência verbal ou escrita.

O uso de máscaras para clientes e frequentadores do comércio, indústria e prestadoras de serviços em todo o município é obrigatório desde o dia 7 deste mês. O decreto municipal obriga ainda as empresas a exigirem o uso de máscaras em filas externas, como é o caso de bancos, supermercados e lotéricas.

O desrespeito ao decreto significará multa de até 100 UFPI’s (Unidade Fiscal Padrão de Ipatinga), aproximadamente R$ 12 mil.

Decreto orienta sobre funcionamento de templos religiosos



Conforme decreto municipal nº 9.335/2020, os templos religiosos deverão observar, em seu funcionamento, as recomendações dos órgãos de saúde e das autoridades sanitárias, implementando medidas de prevenção da contaminação pelo novo coronavírus; deverão disponibilizar álcool em gel aos frequentadores, na entrada e no interior dos locais de culto; exigir uso obrigatório de máscara para todos os presentes; disponibilizar os assentos de forma alternada, inclusive entre as fileiras, bloqueando aqueles que não devem ser ocupados; manter a lotação dos templos na proporção de uma pessoa a cada cinco metros quadrados da área do local de culto, limitada a lotação máxima a 100 pessoas; vedar a realização de reuniões, em salas anexas ao templo, concomitantemente aos cultos; evitar ações que promovam contato físico entre os presentes, como cumprimento de mãos, abraços, dar as mãos; evitar aglomerações de pessoas à entrada e/ou saída dos templos.

Grupos de risco

O acesso e frequência aos templos, de pessoas pertencentes ao grupo de risco, - aqueles com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes, imunodeprimidos e pessoas com doença crônica - ficará a critério da respectiva organização religiosa.

Números oficiais do novo coronavírus (covid-19) na região

Ipatinga tem 175 casos confirmados de covid-19



Dados da Secretaria Municipal de Saúde desta quarta-feira (27) apontam os números do boletim epidemiológico de Ipatinga, que teve aumento de 26 novos casos confirmados de covid-19 em 24 horas. Até agora, são 1.934 casos suspeitos, 1.488 que cumpriram isolamento, 424 em monitoramento, 175 casos confirmados, 51 recuperados, 116 em isolamento domiciliar, sete internados e um óbito confirmado pela doença.

Dos 25 leitos de UTI destinados ao SUS, 19 estão ocupados, com 13 munícipes e seis não munícipes. Já na enfermaria SUS, dos 31 leitos, 27 estão ocupados, sendo 18 pessoas de Ipatinga e nove não moradores da cidade.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Geraldo Magela de Souza 28 de maio, 2020 | 23:13
Infelizmente se não houver fiscalização, não vai funcionar. Seria bom ocorrer fiscalização no Vila Militar, pois tem bares e lanchonetes abertos com clientes consumindo dentro do estabelecimento ou nas calçadas sem o distanciamento e uso de máscaras, bem como o famoso churrasquinho com refri e cerveja nos canteiros com aglomeração de pessoas.
Sandra 28 de maio, 2020 | 19:12
Sr prefeito NARDIELO Rocha...se e pra fechar...deixa so os hospitais abertos....ou para com essa palhaçada de fechar uns lugares e outros poder ficar aberto sem fiscalização nenhuma....ta virando uma merda...fecha td de uma vez....postos de gasolina....farmácias...padarias......supermercado.....td ....ou quer que desenhe.....???? Da um prazo ...e um.ultimato...vão as compras por 15 dias...e depois e td fechado.....faça isso prefeito...e esse virus vai embora de vez da nossa ipatinga....e quem insistir em sair de casa sera conduzido por um policial ate sua casa.....
Amanda 28 de maio, 2020 | 18:57
Independentemente das decisões tomadas, decretos, etc... A responsabilidade de cuidados fica por conta de cada um, saia se realmente for necessário, todo mundo esta acompanhando os números de mortes no mundo inteiro, situação é séria! A realidade de Ipatinga esta bem nítida já, casos aumentando drasticamente por dia, não tem leito para todos... Tenham a amor a vida, amor ao próximo, nunca precisamos tanto pensar e agir de forma coletiva como agora!
Geisa 28 de maio, 2020 | 18:53
Quanta loucura e hipocrisia. Se tivesse cuidado para nao acontecer aquelas grandes aglomerações que acontece mais no inicio do ano sabe, as pessoas nao precisavam morrer de fome agora. E falar que a vida em primeiro lugar. É muita hipocrisia.
Joana 28 de maio, 2020 | 15:31
deixa eu ver se entendi: então o comércio só pode funcionar segunda, quarta e sexta pq o vírus só circula terça, quinta e sábado?
Hélio Cota de Souza 28 de maio, 2020 | 14:40
O mais interessante é que a própria prefeitura não cumpre o disposto no decreto,haja visto que nos postos de atendimento médico nos bairros se vê filas de pessoas sem fazer o uso da máscara, não há delimitação de distância entre as pessoas, não tem ninguém organizando as filas e por último, não há disponibilidade de álcool em gel para os frequentadores.Afinal,o decreto não é para todos?
Rogério 28 de maio, 2020 | 14:26
Jeferson, você não leu a matéria?
A feira do Ipatingão está liberada às segundas e quintas, até às 13h.
Ailson 28 de maio, 2020 | 14:18
SÓ TENHO UM QUESTIONAMENTO AO MEU PREFEITO JUNTO COM O TAL COMITÉ.
ONDE ENCONTRARAM JUSTIFICATIVAS PARA LIBERAR OS TRABALHADORES DO " ZONA AZUL " ????

ESTE É UM SERVIÇO " ESSENCIAL " ???? PARA QUEM ????????????????????

Se possível, me retornem com este esclarecimento.
Elis 28 de maio, 2020 | 13:38
As regras são só para um seguimento de comércio pois o que se vê é depósitos, salão de beleza e vários outros abertos sem a mínima preocupação com as medidas de prevenção além de supermercados e padarias lotados sem ninguém para controlar o fluxo de pessoas
Uma grande hipocrisia é o que estamos vendo em Ipatinga
Cristiane 28 de maio, 2020 | 12:43
Gostaria de saber como fica para quem trabalha em bancas de jornal .
Os dias também vão ser igual os das lojas e o horário que as bancas pode abrir.
Jeferson dos Santos Alves 28 de maio, 2020 | 11:51
Pessoal só me esclarece por favor pra que eu não fique pensando de forma errada. Aquele feira que fica em frente ao Parque Ipanema no estacionamento do Ipatingão, pode ser considerado feira-livre? Minha Dúvida é pq passei lá hj cedo e estava bem cheio!!
Zito 28 de maio, 2020 | 11:32
A ideia é boa, mas ainda existe muitos comércios abertos e muitas pessoas que ainda não acordou para a pandemia, está faltando fiscalização pelos órgãos competentes.
José de Souza 28 de maio, 2020 | 11:24
Quando ficará pronto o Hospital de Campanha de Ipatinga?
Hans Muller 28 de maio, 2020 | 11:00
Parabens ao diário do aço. Materia muito explicativas. Medidas essenciais. A vida em primeiro lugar. Pode até abrir mais eu não vou. Só tenho uma vida.
Adriano 28 de maio, 2020 | 10:23
As regras são ótimas. As fiscalizações devem ser intensas e multas severas para os que não cumprirem.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO