Expo Usipa 2024 02 - 728x90

28 de março, de 2024 | 18:30

Estelionatários dão prejuízo a duas mulheres em Ipatinga

Em dois casos idênticos, golpistas deixaram rombo nas contas das vítimas, depois de convencê-las a transferir dinheiro ''por segurança''

Arquivo DA
Criminosos se passam por funcionários de bancos para dar golpe em correntistasCriminosos se passam por funcionários de bancos para dar golpe em correntistas

Uma mulher foi vítima de uma quadrilha de estelionatários e teve prejuízo com transferências não autorizadas em sua conta bancária. Os golpistas fizeram transferências diárias, de pequenos valores, de 11 a 22 março deste ano. O rombo na conta foi descoberto quando estelionatários aplicaram o golpe final e “limparam” a conta da vítima, levando até o limite do cheque especial, conforme apurado pela reportagem do Diário do Aço.

A vítima foi uma mulher de 70 anos, moradora de Ipatinga. Ela relatou que recebeu uma ligação telefônica de uma atendente que se identificou como funcionária do banco Sicoob, que perguntou se a cliente tinha feito uma transferência via Pix no valor de R$ 1.200. A idosa informou que não era do seu conhecimento e foi orientada a entrar no aplicativo do Sicoob e “seguir as orientações”.

Sem saber que conversava com uma golpista, a idosa foi orientada a transferir todo o dinheiro de sua conta e ainda o limite do cheque especial para a “conta do gerente”, para evitar que os golpistas retirassem mais dinheiro.

Dessa forma, a vítima transferiu o saldo no valor de R$ 2.947,86 via Pix ao suposto gerente. Também transferiu o valor da reserva do cheque especial, totalizando as transferências em R$ 4.897.

A vítima também procurou a sua agência bancária e descobriu que em sua conta havia movimentações não reconhecidas, ao longo do mês de março, com transferências não autorizadas de valores que vão de R$ 40 a R$ 110 praticamente todos os dias.

Todos os nomes, contas de destino, agências e números de telefone usados pelos golpistas foram registrados em ocorrência policial, para as providências legais cabíveis.

Outra vítima perde cerca de R$ 3.500 em golpe



Outro golpe com o mesmo procedimento foi aplicado em uma mulher de 29 anos, também moradora de Ipatinga. Ela relatou para a Polícia Militar que foi procurada por uma suposta atendente do banco Nubank, com um alerta que golpistas tentavam clonar seu cartão de crédito. Para evitar que o golpe fosse aplicado, a cliente deveria fazer alguns procedimentos no aplicativo.
A exemplo do golpe aplicado na idosa esta semana, durante o passo a passo no aplicativo, a vítima foi orientada a transferir o saldo da conta para outra conta, em nome de uma mulher. Sem saber que tratava ao telefone com uma cibercriminosa, a vítima remeteu via Pix o valor de R$ 3.479,71. Somente alguns dias depois a vítima desconfiou que tinha caído em um golpe e foi orientada a registrar a ocorrência policial.

Veja também:
-Número de registros de golpes no Vale do Aço aumenta em 24%
-Levantamento mostra índice de golpes nas cidades do Colar Metropolitano do Vale do Aço
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Diego

31 de março, 2024 | 08:21

“Isso prejudica até às pessoas que querem ajudar quem precisa de um vídeo no stragam rapaz jamado Alex bejamin de Moçambique que ajuda crianças de lá até tenho vontade de ajudar mas o medo de ser golpe de alguém daqui”

Charles

29 de março, 2024 | 12:37

“Eu também ja recebi uma ligação supostamente das Casas Bahia, me oferecendo um cartão de credito, mas não prossegui com a ligação, pois a suposta atendente, queria que eu confirmasse os números ocultos do meu CPF. E, detalhe, eu tinha ido mesmo dias antes as casas Bahia, fazer um cartão de credito, mas desisti, porque o limite era baixo. Como eu ja sabia que as Casas Bahia não liga pra informar que fomos "selecionados" pra receber cartão de credito, beeeeeem, eu ja sabia que era golpe, as ligações continuaram por alguns dias, até que perdi a calma, e disse que em mim, eles não iam aplicar golpe nenhum.”

Jesus de Araújo

28 de março, 2024 | 22:52

“Tentaram me aplicar o golpe também, eles mandam uma chave pra vc entrar no aplicativo pra bloquear o dinheiro na sua conta q na verdade é uma chave aleatória, e vc acaba caindo no golpe, eles conversam muito bem e tinham parte dos meus dados bancários como CPF, nome dos pais e a data de nascimento! Eu desconfiei do golpe porque vi na chave aleatória a palavra pix misturada no meio daquelas letras e não copiei pra colar e disse a ele q eu ia diretamente no banco. Quase caí! Não sei como eles conseguiram meus dados bancários.”

Rober

28 de março, 2024 | 22:44

“O que tá acontecendo com as mulheres de Ipatinga? Tá ficando igual as de Timóteo rsrs, isso é falta de ler jornais!”

Aluecir Rezende Sant'ana

28 de março, 2024 | 22:29

“Desconfiado.
Na verdade, é preciso ficar ligado. Antes de dar ouvido o bandido, converse com alguém. Faça contato com a instituição bancária.”

Carmen

28 de março, 2024 | 20:21

“Eu não Caio nestes golpe, pois só tenho dinheiro para comprar comida.”

Envie seu Comentário