Lojas abrirão de segunda a sexta-feira em Ipatinga

Reunião de comitê define que Ipatinga permanece na Deliberação nº 17 e comércio não essencial poderá abrir as portas de segunda a sexta-feira

Tiago Araújo


Entrevista coletiva foi iniciada às 12h15 desta quinta-feira.

Após uma reunião do Comitê Gestor de Crise de Ipatinga, na manhã desta quinta-feira (13), ficou definido que o comércio não essencial poderá abrir as portas de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, enquanto aos sábados terá que ficar fechado, atendendo apenas por meio de entrega (delivery). Essa permissão no funcionamento passará a valer a partir de segunda-feira (17).

Na reunião também ficou decidido que o município de Ipatinga não irá aderir ao programa “Minas Consciente” do Estado e permanecerá seguindo as orientações da Deliberação nº 17.

As informações foram divulgadas no começo da tarde, em entrevista do prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, com a imprensa regional.

Nardyello afirmou que a decisão foi tomada por unanimidade pelo Comitê Gestor da Crise, do qual participam representantes de diversas instituições.

"Ipatinga não vai aderir o Minas Consciente. Se fizermos teremos que fechar nosso comércio que já está aberto, pois o Vale do Aço está na onda vermelha.Só quando tivermos na amarela abriremos discussão, pois aí poderemos ver abertura dos bares e restaurantes. Nossos números hoje já permitem flexibilização. Tanto é que definimos que a partir de semana que vêm o comércio abre de segunda a sexta-feira. Daqui a pouco na audiência na justiça vamos propor abertura do shopping nos mesmos moldes do comércio de rua. Não sabemos qual será posição do judiciário", enfatizou. Veja mais, no vídeo da entrevista logo abaixo.

Entretanto, a audiência sobre a reabertura do shopping terminou ontem sem uma definição para a reabertura imediata. Confira aqui o resultado.

Por que, no sábado não?

Também foi informado que o Comitê Gestor optou por deixar o sábado como exceção para abertura das lojas, como forma de se evitar possíveis aglomerações, geradas por compradores de outras cidades que normalmente recorrem a estabelecimentos encontrados em Ipatinga. Veja mais informações no vídeo:


Prefeito explica por que Ipatinga permanece sem adesão ao Minas Consciente


Já publicado:

Terceira audiência sobre reabertura de shopping será realizada hoje às 14h.

Índices epidemiológicos são animadores, afirma prefeito



Depois da reunião do comitê, o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, concedeu entrevista coletiva à imprensa. Na oportunidade, ele fez um balanço do cenário epidemiológico no município. “Queremos iniciar falando do nosso índice de transmissibilidade de covid, o mesmo que nos fez fechar o comércio durante 15 dias em março. Nós tínhamos antes um índice de 1,99. Era o pior índice do Estado de Minas Gerais. Hoje está em 0,96. Já é considerado um sinal verde. Por 21 dias nós estamos com esse índice abaixo de 1. É algo realmente extremamente gratificante”, destacou.

Testagem da população

Nardyello também ressaltou que Ipatinga tem realizado muitos testes na população para detectar covid, o que contribuiu para o alto número de casos confirmados no município. “Nós sempre deixamos claro que Ipatinga não iria parar de testar. Não realizar testes pode parecer algo interessante para muitos governos, porque aí não mostra para população quantos casos confirmados existem. Mas nós nunca tivemos esse medo. Ipatinga tem muito caso porque nós testamos muito e nós batemos hoje o número de oito mil testes para cada 100 mil habitantes, enquanto em Minas Gerais é em torno de 150 testes para cada 100 mil habitantes”, explicou.

Feirantes

O prefeito também apontou qual será o próximo público-alvo no município para fazer testes de covid. “Agora vamos testar todos os feirantes, porque, em breve, vamos abrir as feiras aos sábados, no bairro Veneza II. E depois vamos testar os profissionais de academias, ou seja, Ipatinga não vai parar de testar”.

Internações

Apesar da redução do índice de transmissibilidade, Nardyello Rocha destacou que a situação dos leitos de UTI no município continua sendo preocupante. “Esse é o único pilar que não é de se comemorar. E o motivo é claro. Nós estamos atendendo a micro e fora da micro de Ipatinga. Nós tínhamos, na quarta-feira (12), 20 pacientes de fora da cidade. Só de Coronel Fabriciano e Timóteo tínhamos 15 nos leitos SUS da nossa cidade. Desse modo, nossos números dificilmente descerão desse modo”, citou.

Outros cenários

Conforme o prefeito, se atualmente os leitos de UTI de Ipatinga tivessem ocupados somente por ipatinguenses, a taxa de ocupação seria 38%, e se fosse só por moradores da micro de Ipatinga, seria 62%. “Por esse último número, nós poderíamos inclusive estar na Onda Amarela do Minas Consciente, mas como temos pacientes de fora da micro, estamos com a taxa em cerca de 80%. Por isso, se Ipatinga aderir ao Minas Consciente, nós estaríamos na Onda Vermelha, que fecha todo o comércio não essencial na cidade”, citou.

Minas Consciente

Para o prefeito, a adesão de Ipatinga ao Minas Consciente seria um retrocesso, já que seria preciso fechar novamente os segmentos não essenciais da cidade. “Nós não vamos fazer isso. O comerciante já pagou a cota dele de sacrifício de ficar fechado, e a culpa não é dele, e sim do vírus. Seria injusto, por parte do governo, sacrificar o comerciante de novo”, ressaltou.

Situação do shopping

Na entrevista, Nardyello Rocha voltou a afirmar que o Shopping Vale do Aço não será reaberto de imediato caso o município faça adesão ao Minas Consciente. “Como estamos na Onda Vermelha, se aderirmos ao programa do Estado, no shopping poderá funcionar apenas o segmento essencial. Portanto, tem que ter responsabilidade. Nós queremos abrir o shopping, mas não podemos no momento”, disse.

Academias
Segundo o prefeito, para Ipatinga permanecer na Deliberação nº 17, será necessário que o governo municipal retire do decreto a autorização para o funcionamento das academias, porém, há uma liminar em 1º instância da Justiça que permite o seu funcionamento. “Por questão judicial, não vamos discutir isso, mas iremos retirar do decreto o trecho que permite o funcionamento das academias, porque a Deliberação nº 17 veda a abertura de academia, e também de shopping. Mas vale destacar que o próprio representante de academias do comitê votou favorável à adesão a Deliberação nº 17, por entender que seria a melhor alternativa”, detalhou.

Aprovação unânime
Ainda conforme o prefeito, o Comitê Gestor de Crise aprovou, de forma unânime, a não adesão ao Minas Consciente e a permanência na Deliberação nº 17, além do funcionamento do comércio de segunda-feira a sexta-feira. “Inclusive, as forças de segurança do Estado (Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros) votaram a favor da manutenção da Deliberação nº 17. Os três concordaram que, neste momento, o Minas Consciente seria prejudicial para cidade”, salientou.

Onda Amarela

Nardyello Rocha ainda enfatizou que quando o município tiver números favoráveis para ser classificado como Onda Amarela do Minas Consciente, será discutida a possibilidade de adesão. “Na Onda Vermelha jamais será aceito esse programa, até porque estamos nessa onda devido aos pacientes de outras cidades internados em nossos leitos de UTI.

Nós discutiremos a adesão ao Minas Consciente quando formos classificados na Onda Amarela, porque desse modo poderemos abrir bares e restaurantes, mas por enquanto, isso não é possível”, afirmou.

Aciapi e CDL de Ipatinga aprovam decisão do comitê

O funcionamento do comércio de segunda a sexta-feira foi um pedido da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que também fazem parte do Comitê Gestor de Crise.

Conforme o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, desde o início da pandemia as entidades empresariais têm solicitado, nas reuniões do comitê, para que a saúde física seja sempre alinhada com a saúde financeira, porque um depende do outro. “Vale ressaltar que se as curvas de transmissibilidade abaixaram, porque obviamente nós contribuímos para isso, seguindo todos os protocolos, ajudando na conscientização da população e trabalhando em dias alternados até então. Agradecemos também as forças de segurança do Estado por votarem a favor do funcionamento do comércio e permanência na Deliberação nº 17”, afirmou.

Já o presidente da CDL de Ipatinga, Amaury Gonçalves, destacou que a adesão ao Minas Consciente seria um retrocesso, já que o município entraria na Onda Vermelha, o que fecharia o comércio não essencial. “Seria um retrocesso pela realidade em que vivemos atualmente, e pelo esforço que os comerciantes e empresários têm feito em Ipatinga. Acreditamos que a Deliberação nº 17 é a melhor alternativa que nós temos, e com o funcionamento do comércio de segunda a sexta, Ipatinga só tem a ganhar. Acreditamos que foi uma atitude correta e esperamos que possamos avançar mais ainda, mas sempre lembrando de todos cuidados necessários”, pontuou.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Fabiano 14 de agosto, 2020 | 10:37
Mauricio , também tenho comércio , trabalho na área de eventos e se quer há alguma possibilidade de voltar , vários eventos cancelados e nem por isso vc ouve falar de volta em nossa área , hoje tínhamos que pensar em vida , saúde ,no próximo . Não foi nenhuma piada que disse no comentário anterior e a realidade . Te convido a ir no centro durante toda semana até menso nos dias fechado que vc vai ver uma grande movimentação . Nao são os sábados, segundas e terça que eleva os números de casos e morte e sim a falta de consiencia da população .
Apartidário 14 de agosto, 2020 | 08:32
Aula esse ano é sem chance...governo pode pensar em uma alternativa de auxílio a essas pessoas do transporte escolar. Quanto ao shopping, realmente não faz sentido a justiça não deliberar pela sua reabertura.
Maria 14 de agosto, 2020 | 07:59
Gente, o shopping é ambiente totalmente fechado e aglomera muuita gente. Salas de aula também. Vans escolares também. Cada caso é um caso. O prefeito está certo em tratar cada caso de um jeito.
Luana 14 de agosto, 2020 | 01:03
Acho uma falta de noção do povo liberar o comércio com esse monte de caso e morte centro de Ipatinga se o comércio abrir a semana toda lota a semana toda,e esse povo que preuculpa com o trabalho tá certo mais entre trabalhar e zelar pela vida zelo pela vida,quero ver se adoecer se vai trabalhar doente vai ser substituído na hora,
Jose Divino Soares 13 de agosto, 2020 | 22:57
vai dar tudo certo so confiar em DEUS
Marly 13 de agosto, 2020 | 20:13
Quanto aos horários de ônibus quando voltará funcionar em horário normal ? Pq a população de Ipatinga está toda na rua trabalhando e os ônibus continuam com horário especial ou seja você fica no ponto de ônibus pó horas pq todos falam que não tem vaga agente leva até duas horas para conseguir chegar em casa após um dia de trabalho. Gostaria que o Sr prefeito tomasse alguma posição sobre isso.
Helmar Pereira R Torres 13 de agosto, 2020 | 20:08
Com certeza , foi pessima a. Decisao do comite , pressionado por esta aciapi e os empresarios , como nao aderir ao minas conciente , a cidade conta com 129 mortos , e pouco?
Jucimara Magda Velozo Urcino 13 de agosto, 2020 | 19:17
Fico é triste em ver como o dinheiro,a ganância e o consumismo se tornou mais importante que vidas humanas....mas fazer o que né...nosso mundo é governado pelo dinheiro não pelo amor ao próximo....
Mauricio 13 de agosto, 2020 | 18:41
Não, FABIANO, é porque no sábado pessoas de toda a região vêm a Ipatinga quando o comércio está aberto e a possibilidade de aglomeração nos Centros Comerciais é iminente. E outra coisa, o número de casos não para de crescer na região, o de mortes também. Só estão reabrindo porque há risco de quebradeira geral. Poderiam parar de fazer piadinhas com uma desgraça dessa que estamos vivendo.
Fabiano 13 de agosto, 2020 | 16:44
Boa estratégia .. porque geralmente o sábado e o dia que se pega o vírus no decorrer da semana estamos todos imunes ???enquanto isso o shopping fica fechado e TB as outras empresas ficam fechadas ..
Arli Franco 13 de agosto, 2020 | 16:26
Glória à Deus
Marlene Magalhães 13 de agosto, 2020 | 15:28
E o shopping abre quando? Não acho justo o shopping continuar fechado
Jose Rodrigues Neto 13 de agosto, 2020 | 15:09
E as escolas, creches, alunos perdendo o ano letivo e quem depende do transporte escolar como vai ficar??? ??
Sebastião C.g 13 de agosto, 2020 | 14:14
Porquê o sábado? Que só funciona de 09 as 13 hs.
Não entendi nada.
Zoio de Zoiar 13 de agosto, 2020 | 13:25
Abriu precedência para o Shopping então. Aguardemos o desfecho da reunião hoje a tarde.Ou reina a isonomia ou reina a hipocrisia. Veremos hoje.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO