Nova vistoria libera leitos no Hospital Dr. José Maria Morais, afirma Secretaria de Saúde de Coronel Fabriciano

Divulgação


Em vistoria ao HJMM, o Estado atestou que as máquinas de hemodilálise, inclusive as três novas, funcionam em conformidade

A Secretaria de Saúde de Coronel Fabriciano divulgou, na noite de segunda-feira (10), que os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e clínicos do Hospital Dr. José Maria Morais, interditados no fim do mês passado pela Vigilância Sanitária Estadual, estão em pleno funcionamento com objetivo de salvar vidas de pacientes acometidos por covid-19. O mesmo ocorre com o serviço de hemodiálise da instituição, com equipe de nefrologia e multidisciplinar completas.

“Nesta segunda-feira, técnicos da Vigilância Sanitária da Superintendência Regional de Saúde (SRS-MG) fizeram vistoria in locco e constataram que o HJMM não só cumpriu as adequações exigidas pelo órgão estadual como adquiriu três novas máquinas de hemodiálise e outras três de osmose reversa, num investimento total de R$ 260 mil em recursos próprios do município. Os equipamentos chegaram neste final de semana, foram habilitados pela SRS-MG e já estão à disposição da população”, informa a nota distribuída à imprensa pela Assessoria de Comunicação da prefeitura.

Conforme a nota, o Hospital também dispõe de todos os EPI´s necessários ao atendimento da ala COVID-19, com antibióticos, ventiladores e monitores com capnografia e pressão intra-arterial em todos os leitos de UTI. Além dos leitos de UTI, o HJMM também conta os leitos de internação (enfermaria) exclusivos para tratar Covid-19. As capacidades técnicas, sanitárias e de infraestrutura do hospital também foram observadas durante a inspeção, que também analisou documentos e contratos de prestação de serviços.

“O Hospital Dr. José Maria Morais possui uma equipe capacitada para atendimento a todos os pacientes que dele necessitar. A ‘Ala Covid’ sempre esteve aberta, independente de credenciamento de leitos, com objetivo único de salvar vidas.” resume a secretária de Saúde, Kátia Barbalho.

Balanço

O Hospital gerido pela Prefeitura de Fabriciano já recebeu mais 130 internações desde o início da pandemia, sendo que mais de 80 receberam alta hospitalar após se recuperaram da doença.

“A taxa de letalidade por covid-19 no município é de 1,52%, a menor do Vale Aço e a terceira menor do Estado dentre os municípios com mais de 100 mil habitantes. Nesta segunda-feira, 10, conforme dados do Boletim Epidemiológico, o Hospital Dr. José Maria Morais conta com 18 pacientes em internação: 16 residentes de Fabriciano e dois, de outras cidades” acrescenta a nota.

Entenda o caso

A interdição da Vigilância Sanitária Estadual ocorreu no fim do mês de julho porque uma máquina de hemodiálise estava sem condições de uso nos pacientes de covid que apresentassem complicações renais, o que os colocava em situação de risco a mais.

Mas conforme o governo municipal, a máquina foi consertada no dia 29 de julho, como determinado pela SRS-MG, e já no dia seguinte, foi utilizado em procedimentos de hemodiálise em pacientes. “Apesar das condições técnicas, estruturais e disponibilidade de leitos do HJMM, desde então, a SRS-MG e a Central de Regulação decidiram pela transferência de pacientes com covid-19 para outras unidades hospitalares, dentre elas, Caratinga, situada a 107 quilômetros de Fabriciano”, diz a nota.

Em relatório encaminhado ao Estado pela direção do Hospital Dr. José Maria Morais é lembrado que “em momento algum, o número de equipamentos de hemodiálise foi critério para credenciamento de leitos em tempos de pandemia; tão somente, o quantitativo de respiradores existentes e capacidade instalada de leitos foram avaliados.

Já publicado:
MPMG se posiciona em relação ao caso de hospital em Coronel Fabriciano
SES-MG esclarece interdição no HJMM e ressalta importância do hospital para região
Ipatinga afirma que Estado solicitou atendimento a pacientes transferidos de Fabriciano
TJMG suspende liminar e garante funcionamento pleno do Hospital Dr José Maria Morais
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO