05 de agosto, de 2020 | 16:42

Nova audiência sobre reabertura do Shopping Vale do Aço é marcada

Governo de Ipatinga anuncia que aguarda detalhamento do Minas Consciente para avançar nas discussões

Emmanuel Franco/Foto ilustrativa
Com atualização às 17h50
A segunda audiência de conciliação para tentativa de reabertura do Shopping Vale do Aço, em Ipatinga, foi realizada na tarde desta quarta-feira (5), porém, terminou mais uma vez sem um consenso. Com isso, uma terceira audiência foi marcada para o dia 13 deste mês para retomar a discussão entre os representantes do shopping, da administração municipal de Ipatinga, do Ministério Público e do Sindicato do Comércio do Vale do Aço (Sindcomércio).

O Shopping Vale do Aço está fechado há cerca de quatro meses por força de uma decisão judicial da Comarca de Ipatinga e mantida em segunda instância, em Belo Horizonte.

Sem consenso

Conforme a administração do shopping, a adesão do município de Ipatinga ao programa Minas Consciente do Estado ou autorização do funcionamento por outras vias, como observado em Belo Horizonte, ainda não foi possível.

Atualmente, Ipatinga segue as normas da Deliberação nº 17. “A administração municipal solicitou mais tempo para análise do programa que já foi amplamente divulgado e disponibilizado no site www.mg.gov.br/minasconsciente para ainda convocar o Comitê de Crise que deliberará pela adesão ou não ao Minas Consciente”.

Nova audiência

A administração do shopping também informou que uma nova audiência foi marcada para o dia 13 deste mês, próxima quinta-feira. “Enquanto não se clareia o cenário, o Shopping Vale do Aço irá peticionar nos autos do processo para que o empreendimento possa seguir as ondas do Minas Consciente e os segmentos autorizados possam funcionar no empreendimento”, informou.

Previsibilidade

Em entrevista à imprensa, na tarde desta quarta-feira, o gerente-geral do shopping, Rafael Martinez, afirmou que o
programa Minas Consciente do governo do Estado é a única esperança para a reabertura do centro de compras, já que oferece uma previsibilidade da retomada do seu funcionamento, ainda que seja a longo prazo, diferente da Deliberação nº 17.

“Pedimos que o município tenha consciência não só com o shopping, mas com outros segmentos que continuam sem previsão de reabertura, como cinema, escola, restaurantes, bares e teatros. Por isso que é importante que o município faça adesão ao Minas Consciente. Enquanto esse imbróglio não resolve, vamos fazer um pedido à Justiça para que possamos seguir as ondas do programa do Estado”, afirmou.

Fechamento de lojas

Apesar de o Shopping Vale do Aço estar preparado para a reabertura, seguindo protocolos da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) chancelados pelo Hospital Sírio Libanês e ratificados pelo Mater Dei, mais de seis lojas já fecharam definitivamente e 358 pessoas perderam suas fontes de renda. O empreendimento é um dos principais geradores de emprego da região do Vale do Aço, sendo 3.500 divididos entre diretos e indiretos.

Ipatinga aguarda detalhamento do Minas Consciente para avançar nas discussões



Em mais uma audiência virtual de conciliação realizada nesta quarta-feira (5), com a participação de representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, administradores do Shopping Vale do Aço e Sindicato do Comércio do Vale do Aço (Sindcomércio), a administração de Ipatinga se manifestou, por meio da Procuradoria-Geral do município, pela decisão de aguardar a publicação completa da nova fase do Minas Consciente do Governo do Estado para definir se adere ao modelo atualizado do programa ou se irá permanecer orientado pelas normativas da Deliberação nº 17, com suas últimas alterações.

A partir do detalhamento dos segmentos que estarão contemplados dentro de cada onda no novo modelo do Minas Consciente (o que segundo o Estado deverá ocorrer até esta quinta-feira, 6), o município irá reunir suas equipes técnicas da Saúde e da Procuradoria-Geral para analisar os indicadores epidemiológicos e as orientações do Estado.

Definição

A definição sobre que instrumento seguir, o Minas Consciente ou a Deliberação nº 17, estará a cargo do Comitê Gestor de Crise, organismo oficial instituído por meio de decreto e que conta com a participação de representantes da sociedade civil e diversas instituições.

Já publicado

Reabertura do Shopping Vale do Aço volta a ser discutida em audiência
Gerente do Shopping Vale do Aço aponta possível cenário para reabertura
Aciapi e CDL de Ipatinga se posicionam contra adesão ao programa Minas Consciente
Lojas do Shopping Vale do Aço ainda sem previsão para reabrir
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Glauce

06 de agosto, 2020 | 19:46

“So nao entendo pq shopping nao pode abrir restaurantes e lanchonetes nao podem abrir diretamente ao publico so podem c delivery...mas pq entao churrascaria horto griil e encantado pode..algum saberia me responder se esses locais sao de serviços essenciais???”

Luciana

06 de agosto, 2020 | 15:50

“Qual será o problema do prefeito em abrir esse shopping, hein? Isso parece um caso pessoal entre prefeitura e aciapi que são coligados. Não compreendo como as autoridades querem destruir o local mantendo ele fechado a tanto tempo assim. Não isonomia alguma no tratamento com o comércio de rua e nenhum culhão para tomar uma posição.”

Eduardo

06 de agosto, 2020 | 09:55

“Não consigo entender o pq do Shopping de Ipatinga ser o único de MG ainda estar fechado,na minha humilde avaliação tá mt estranho.”

Adriano

05 de agosto, 2020 | 22:08

“Muito triste a situação de todos que dependem financeiramente do shopping.”

Envie seu Comentário