Investigado por homicídio em Timóteo é preso

Polícia atribui assassinato ocorrido domingo a uma vingança de grupo de criminoso contra membros de outra facção

Reprodução


Calebe Silva Santos foi morto a tiros na madrugada de domingo (2)

Investigado pelo assassinato de Calebe Silva Santos, de 19 anos, ocorrido na madrugada de domingo (2) no bairro Ana Malaquias, em Timóteo, um suspeito de 22 anos foi preso por policiais militares horas depois.

Os levantamentos do serviço de Inteligência apontaram que o homicídio teria sido praticado por E.M.C. e pode ter relação com a vingança da morte de Aldair Rodrigues Matoso, o D Metralha, assassinado a tiros, na rua Honduras, aglomerado Esplanada, no bairro Ana Rita, em Timóteo na noite de 7 de maio passado.

“Os policiais faziam levantamentos e, nesse domingo receberam informações que esse suspeito chegou em sua casa. Eles foram para o local, cercaram o imóvel e o suspeito foi preso. Ele não confessou o envolvimento no crime, mas foi detido e conduzido para o plantão da Delegacia de Polícia Civil”, informou o cabo PM Olimar, ouvido pelo Diário do Aço.

Conforme a fonte, o entendimento é que o assassinato de Calebe tem relação com o homicídio de Aldair Rodrigues Matoso, o D Metralha, que era membro de um grupo criminoso que atua no bairro Bela Vista.

Já Calebe Silva Santos era membro de outro grupo criminoso, rival do grupo ao qual pertencia D Metralha. “Já circulava a informação por parte do grupo do Bela Vista que o primeiro do outro grupo que ‘boiasse’, na gíria deles, seria morto e acreditamos que foi isso o ocorreu com o Calebe”, acrescentou o policial.

Preso agora como suspeito de homicídio, E.M.C. possui passagens por tráfico ilícito de drogas, porte ilegal de arma de fogo, roubo, agressão às vítimas de roubo e homicídio. O suposto envolvimento dele no homicídio do começo da semana ainda é investigado.

Suspeito de outro crime

O jovem que foi assassinado na madrugada de domingo também tem várias passagens por envolvimentos com crimes. Além do submundo dos entorpecentes Calebe também tinha passagens por receptação, furto e homicídio.

Calebe, inclusive, havia sido preso em companhia de outro suspeito, da morte de um jovem de 19 anos, Lucas Luís do Carmo Santos, cujo corpo foi encontrado em 3 de novembro de 2019, caído dentro de um córrego nas proximidades do distrito de Lavrinha, município de Jaguaraçu. O suspeito ficou apenas três dias preso. Ele recebeu relaxamento da prisão que foi concedido pela Justiça Criminal da Comarca de Timóteo e desde então nas ruas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Curto e Franco 04 de agosto, 2020 | 07:19
Esses grupos de bandidinhos metidos a malandros , sao todos frutos dos direitos humanos , lamentavel .

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO