Golpe via OLX faz novas vítimas em Timóteo

Pessoas continuam a sofrer prejuízo dos estelionatários, apesar dos alertas das autoridades e da imprensa

Mais de R$ 7 mil é o prejuízo dado por golpistas a um jovem de 23 anos, por estelionatários que agem na plataforma de classificados online do OLX. A vítima foi ludibriada por um falso anúncio da venda de um carro na internet, cujo dados e fotos foram retirados de uma publicação verdadeira de L.J.S., de 26 anos. Os dois foram enganados até no momento da transferência de um GM Astra no cartório e só descobriram o golpe depois que uma das vítimas não recebeu o dinheiro prometido pelo criminoso.

As duas pessoas procuraram a Polícia Militar na sexta-feira (29) para relatar o ocorrido. L.J. disse que fez um anúncio de venda do carro dele no site do OLX, na segunda-feira (25) e colocou o bem à venda por R$ 19.500. Pouco tempo depois, o vendedor recebeu no aplicativo de WhastApp a mensagem de um suposto interessado, que se identificou como “Humberto”.

O golpista alegou que tinha interesse no carro e que compraria o veículo para pagar um ex-funcionário com o qual tinha um débito de R$ 21 mil. O tal funcionário, V.C.M., de 23 anos, iria ver o veículo e, se interessasse, fecharia o negócio. O tal Humberto mandou L.J. falar, caso V.C. perguntasse, que era parente dele. Depois da visita do suposto funcionário que foi avaliar o carro, o tal Humberto voltou a contatar o vendedor para informar que o ex-funcionário gostou do carro.

Então ele mandou um comprovante de transferência do Banco Itaú no valor de R$ 19.150 e disse que o restante, R$ 400, seria pago pelo rapaz assim os dois fossem ao cartório preencher e reconhecer firma no recebido de compra e venda.

Dessa forma o vendedor transferiu o carro para V.C. e recebeu R$ 400 do novo dono do veículo. O vendedor estranhou que a transferência do dinheiro não havia se concretizado e foi ao banco onde o funcionário orientou L.J. a entrar em contato com o tal Humberto. O intermediário respondeu apenas que “Liga pro V. e resolve com ele”, bloqueando a vítima no WhastApp.

Descoberta

O vendedor procurou o comprador e, ao conversarem, somente então descobriram que foram enganados, os dois ao mesmo tempo, pelo golpista. O jovem que comprou o carro, foi ludibriado pelo golpista que postou o anúncio do Astra por R$ 10 mil, valor abaixo da tabela para atrair a vítima. Ele alegou que o veículo à venda estava com um “primo” e o comprador passou a negociar com o verdadeiro dono, J.L.

O comprador relatou aos policiais que fechou a compra do carro, depois de avaliá-lo, por R$ 8 mil diante de alguns defeitos constatados. O tal Humberto aceitou e orientou que o rapaz depositasse R$ 7.600 na conta em nome de Ricardo Marques, no banco Sicoob. O restante do dinheiro, os R$ 400, seriam entregues ao “primo” L. depois da transferência do carro no cartório. O caso, que se repete com frequência, foi repassado para a Polícia Civil.

Já publicado:
Vítima perde R$ 10 mil em golpe aplicado via site OLX em Monlevade
Despachante em Ipatinga aponta cuidados para evitar golpes no OLX
Compra de caminhão pelo OLX resultou em golpe e prejuízo de R$ 22 mil em Ipatinga
Prejuízo de R$ 9,5 mil em mais uma vítima do golpe no OLX no Vale do Aço
Golpe no OLX causa prejuízo de quase R$ 30 mil em Ipatinga
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Belmice 01 de junho, 2020 | 17:37
Gente, esses dias chegou uma mensagem da OLX, sobre um anúncio no meu cadastro. Acontece que eu não havia anunciado nada. Entrei no Site e vi fotoS e dados de uma moto anunciada. Imediatamente encerrei meu cadastro. Creio que a OLX, deveria fazer verificação através do celular do dono do cadastro. Aquele tipo, como o da NetFlix por exemplo. Que se alguém acessar sua conta, ou se você acessar de dispositivo diferente, vai o comunicado. Eu sou de Goiás e estelionatários de São Paulo, inclusive tinha o número com DDD11. Se fossem mais rígidos com a questão de segurança, isso não aconteceria. Ou seja, seria mais difícil as quadrilhas de ladroes, se passarem pelo dono do cadastro.
Zoio de Zoiar 31 de maio, 2020 | 20:59
Todo dia sai um bobo e um esperto de casa, o dia que eles se encontram dá nisso...
Fábio Marques 31 de maio, 2020 | 20:32
Joaquim, desculpa mas a culpa não é da polícia. Toda pessoa que foi vítima de um estelionatário, é uma pessoa que teve o "olho grande". Ninguém joga dinheiro fora, matemática não tem milagre. Se o produto está muito abaixo do preço, algo de errado tem. E outra coisa estamos em 2020, todo mundo tem acesso as informações, dai me vem o proprietário do veículo entregar o carro e o recibo apenas com um comprovante de depósito... Pediu pra tomar
Joaquim 31 de maio, 2020 | 18:40
O problema nosso é que a autoridades, como a policia, não trabalha. Isso daí é fácil de resolver e pegar os bandidos, mas como sempre, vai para uma prateleira de casos nunca solucionados. Difícil.
Jose 31 de maio, 2020 | 07:54
Meus caros desconfie de qualquer produto muito abaixo do preço de mercado. Carro bom a 10 ou 12 mil abaixo da tabela? Qualquer loja de veículos pagaria melhor.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO