Geraldo Louzada é vítima de atropelamento fatal em bicicleta

Empresário ipatinguense descia o Morro da Usipa, quando foi atingido por carro, na manhã de hoje; ele não resistiu e morreu; Motorista disse que bicicleta apareceu repentinamente à sua frente

Reprodução


Geraldo Louzada foi atingido quando descia o Morro da Usipa
Com atualização de dados às 18h30
Em clima de comoção, foi sepultado no fim da tarde de quinta-feira (14), no Cemitério Senhora da Paz, o corpo do empresário ipatinguense, Geraldo Soares Louzada, de 66 anos, que morreu em decorrência de ferimentos sofridos em um acidente com a bicicleta que ele pedalava.

O acidente envolveu um Fiat Palio, com placas de Coronel Fabriciano e uma bicicleta no morro da Usipa, trecho da avenida Pedro Linhares Gomes, na pista sentido a Ipatinga, pela manhã, dessa conforme noticiado mais cedo pelo Diário do Aço.

Equipe de Resgate do Corpo de Bombeiros Militar foi para o local e encontrou a vítima já inconsciente e com múltiplas fraturas. O ciclista foi levado para o Hospital Márcio Cunha, onde deu entrada, mas não suportou e teve confirmado o óbito. Geraldo deixou duas filhas.

A bicicleta que o ciclista usava, uma Mountain Bike com tração assistida (e-bike), ficou completamente destroçada com a colisão.

Ciclistas que passaram pelo local logo após o acidente informaram que o condutor era Geraldo Soares Louzada, proprietário da Translouzada, uma empresa de Ipatinga, informação que foi confirmada logo depois.

Conforme a primeira versão, o ciclista descia a pista sentido a Ipatinga, usando a lateral direita, quando foi atingido pelo Palio, que trafegava na mesma direção.

Versão do condutor do Palio

À Polícia Miliar, o condutor do Fiat Palio, Tiago Braga Bicalho Meira, de 35 anos, relatou que transitava normalmente pelo trecho da via, na faixa da esquerda, próximo e ao canteiro central, quando a bicicleta “surgiu de repente em sua frente não podendo evitar a colisão”.

O motorista disse que também um caminhão transitava na mesma direção pela pista da direita e a bicicleta estaria à frente desse caminhão. Por motivos desconhecidos o ciclista teria saído da direita e se deslocado à faixa da esquerda. Por isso teria havido o acidente.

Um passageiro do veículo, de 38 anos, confirmou a versão do motorista. A perícia da Polícia Civil compareceu ao local e colheu os dados do acidente para a elaboração do laudo.

Também foi realizado o teste de alcoolemia com o uso de um etilômetro no motorista do Palio e o resultado foi 0,00 mg/l litro de ar alveolar expelido pelos pulmões.

Por ter se envolvido em acidente com vítima, como é praxe, o condutor foi detido e levado para a Delegacia de Polícia Civil, onde prestou depoimento à autoridade policial.

Trânsito nada amigável para ciclistas

Geraldo é o segundo empreendedor vítima de acidente fatal no Vale do Aço. Em 19 de outubro do ano passado, a presidente da Acicel-CDL, Maria Angélica Rodrigues Nunes, de 48 anos, também morreu em um trágico acidente, na avenida Maanaim, em Ipatinga, que também deixou gravemente ferida a ciclista Simone Assis Carvalho, de 49 anos.

Essa semana esse foi o segundo acidente fatal envolvendo ciclista em Ipatinga. Na manhã de terça-feira, Tatiana Neves Costa Ribeiro, de 40 anos, morreu no bairro Iguaçu, enquanto pedalava uma bicicleta, a caminho do trabalho.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Flag 17 de maio, 2020 | 21:17
CICLISTAS PRATICANTES DE ESPORTE QUERENDO TER O DIREITO OS MESMOS DIREITOS DOS CARROS TRAFEGANDO NAS RODOVIAS ALEGANDO QUE ANDAM EM ALTA VELOCIDADE, ENTRETANTO OS MESMOS ESQUECEM DOS DEVERES. HOJE MESMO QUASE BATI EM UM CICLISTAS PRATICANTE DO ESPORTE NA AV MACAPÁ O MESMO PASSOU EM ALTA VELOCIDADE NA AV COM SEMÁFORO VERMELHO, AI ACONTECE O ACIDENTE MATA O CICLISTA O CULPADO EO MOTORISTA E OUTRA A CICLOVIA DA AV MACAPA ESTAO EM PERFEITAS CONDIÇÕES POIS TBM SOU CICLISTAS NÃO PRATICANTE DO ESPORTE E ULTILIZO A MESMA. ENTÃO QUEREM TER DIREITO CUMPREM OS DEVERES.
Gerson Neto 15 de maio, 2020 | 11:15
Meu grande amigo ,companheiro grupo Raiz , que papai do ceu te receba com todas as honras que vc merece e conforte sua meninas .
Bolsonaro 15 de maio, 2020 | 10:20
Que Deus conforte toda a família e os amigos, conhecia o Sr. Geraldo, uma grande pessoa..

Descansa em PAZ...
Reinado Pneus 15 de maio, 2020 | 10:19
Grande homem honesto íntegro sempre feliz e sorridente sem palavras para descrever sobre o Geraldo vai deixar muitas saudades meus sentimentos a todos da família saudades eterna do geraldo
Walington Gonçalves Franco 15 de maio, 2020 | 09:47
Lamentável. Triste. Meus profundos sentimentos a família do Sr. Geraldo.
Cada vez mais me convenço que o trânsito é uma guerra. Os motoristas saem em correria para se recuperar do atraso em seus compromissos. Ciclistas, em muitos casos, não respeitam a lei de trânsito e brincam com a sorte. É uma disputa desigual.
Penso que somente com a educação formal, como disciplina currucular, desde os primeiros anos da escola, e que minoraremos essa situação, tanto para motoristas, ciclistas, motociclistas, carroceiro, pedestres, etc... doi perder pessoas queridas.
José Saturnino Guimarães Filho 15 de maio, 2020 | 07:40
Em acidentes assim temos B.O
e pericia, as vezes testemunhas.
É importante uma narrativa jornalística em que os fatos sejam o mais verdadeiros possivel para que tenhamos a no noção exata dos acontecimentos, com detalhes , para uma tomada de posição dos gestores e que a população tenha os cuidados necessários e não façamos juízo de valor antes de saber o que realmente aconteceu
José Saturnino Guimarães Filho 15 de maio, 2020 | 07:31
Meus sentimentos à família.
Anestor Gomes da Silva 15 de maio, 2020 | 04:53
Sem palavras neste momento, tudo posso Naquele que me fortalece, minhas sinceras condolências à família. A irresponsabilidade no trânsito tem que ser pauta na câmara.
Flaviano 14 de maio, 2020 | 22:26
Meu ex patrão Geraldo Louzada.
Obrigado pela grande oportunidade que me deu para trabalhar com sua equipe!
O pouco tempo que trabalhei contigo foi suficiente para aprender e reconhecer o valor que o sr sempre teve para a cidade de ipatinga
Deu oportunidade para vários pais de família e ajudou muitas pessoas.
Me lembro da festa de confraternização que foi realizada no final de ano de 2011 na sede da empresa no Iguaçu. Você foi um Grande empreendedor e uma exelente pessoa.
Meus sentimentos à todos os familiares, funcionários e amigos.
Marilelia Rocha Ezequiel 14 de maio, 2020 | 20:36
Meus sentimentos aos familiares de Geraldo Louzada neste momento tão difícil de perda e dor. Ficarão as lembranças,que Deus esteja confortando o coração de todos.
Sou atleta e me coloco à disposição para juntos continuarmos conscientizando motoristas e pedestres,ciclistas e motociclistas,podemos unir entidades,parceiros,empresas,atletas,imprensa, enfim, todos os interessados em apoiar a campanha "Maio Amarelo" Mês de prevenção aos Acidentes de Trânsito,abraçando a causa.
Uma campanha que pode ser prolongada com ações no decorrer do ano,sabemos que,infelizmente a pandemia nos limita,mas depois que passar podemos conversar e organizar. Este ano o slogan da campanha é "Perceba o Risco.Proteja a Vida" e está disponibilizada de forma virtual,a campanha não parou e no segundo semestre vamos poder realizar algumas ações. No Ano passado realizei juntamente com o atleta e agente de trânsito de BH "Mister Bus", fizemos esta ação em parceria com a Polícia Militar,Auto Escola Edna e dois vereadores de ipatinga Ley do Trânsito e Cassinha Carvalho,acreditamos que cada ação é um passo que damos e assim vamos caminhando em frente.Nesta oportunidade fizemos abordagens pelos principais pontos dos semáforos de Ipatinga com flyers e brindes,está no feed das minhas redes sociais com registros em fotos e vídeos. Juntos somos mais fortes !
Maria Costa 14 de maio, 2020 | 19:24
Meus sentimentos a toda família, e aproveitando para pedir que olhem pelo trecho entre Santana do paraíso e Ipatinga, não tem acostamento e nem ciclovias para pedestres e ciclistas.

Maria do Rosario 14 de maio, 2020 | 18:25
Lastimável notícia! Um homem íntegro, trabalhador, momento de laze,r perder a Vida de um modo trágico! Saudades gdioso Geraldo Louzada! Descanse em paz, guardo comigo recordações de nosso tempinho de Ipaminas Esporte Clube! Um associado alto astral, um Sorriso espetacular para todos! Vai fazer muita falta! Após o falecimento, receber esta notícia na Europa muito me chocou!
Flávio Henrique 14 de maio, 2020 | 18:02
Peço aos representantes públicos, melhoras mas ciclovias na região do vale do aço. Infelizmente a maioria esta em más condições. Resultando em um grande número de ciclistas transitando nas vias de veículos.
E que Deus conforte a família do acidentado.
Zul Pacheco 14 de maio, 2020 | 17:43
Lamentável demais, me lembro mto dele na cidade onde crescemos, amigo de todos .A família de Geraldo meus sentimentos.
De Olho na Cidade 14 de maio, 2020 | 13:32
OBSERVEI TODAS OPINIÕES DO LEITORES SOBRE ESTE ACIDENTE COM UMA VITIMA FATAL TANTAS BESTEIRAS DITAS NUM MOMENTO DE DOR PARA OS FAMILIARES, E OQUE SERIA DE IMPORTANCIA DIZER PARA CONCIÊNTIZAR AS AUTORIDADES DOS 2 MUNICIPIOS PARA QUE TOMEM PROVIDENCIAS, PARA QUE OUTRAS VIDAS NÃO SEJAM CEIFADAS.. SO UM LEITOR BATEU FORTE NO QUE REALMENTE ACONTECE E O PORQUE MUITOS CICLISTAS ABANDONAM A CICLOVIA PARA PEDALAR NA RODOVIA... PARABÉNS { MARCOS GUIMARAÊS } PELA COLOCAÇÃO DO ESTADO PESSIMO DESTA CICLOVIA QUE LIGA CEL. FABRICIANO A IPATINGA..QUEM SABE O PODER EXECUTIVODAS DUAS CIDADES, COM ESSA PERCA TOMEM PROVIDENCIAS AS AUTORIDADES RESPONSAVEIS SOLUCIONAREM ESTE PROBLEMAOU MESMO LIBERE PARA QUE OUTROS FAÇAM.. ASSIM EVITANDO MAIS MORTE
Sandro Duarte 14 de maio, 2020 | 13:27
Que Deus conforte os familiares e amigos !
Licea 14 de maio, 2020 | 12:53
Muito triste!
Eduardo 14 de maio, 2020 | 12:23
Passo neste trecho de carro todos os dias na parte da manhã sentido Ipatinga e a tarde sentido Fabriciano.
É certo que existem muitos motoristas irresponsáveis e imbecis que trafegam nesto trecho em alta velocidade, mesmo sabendo da existência daquelas curvas perigosas e do trafego de pedestres e ciclistas, principalmente após o trevo da Usipa.
Aquele radar na descida da USIPA tem que ser reativa imediatamente além de instalar mais radares.
Vale destacar que naquele trecho próximo a UNILESTE a maioria dos motoristas não respeitam nem mesmo os quebra molas, principalmente os condutores de camionete, que se acham no direito de passar por cima de quem segue a frente!

Marcelo Pereira 14 de maio, 2020 | 12:18
Um grande amigo é um grande trabalhador tive o privilégio de fazer parte da sua trajetória desde antes de si tornar um empresário meus sentimentos a toda família Louzada.
Nelson Junior 14 de maio, 2020 | 11:40
Por se tratar de uma rodovia, toda e qualquer intervenção é feita pelo DNIT, até mesmo a fiscalização é feita somente pela policia rodoviaria. Nesse caso as administrações municipais não tem jurisdição nem autonomia para fiscalizar nem realizar obras, mesmo sendo em perimetro urbano. Meu ponto de vista pra quem não viu o acidente seria não julgar nem o ciclista nem o condutor do veículo, ele poderia está a 60km/h no ato da colisão não evitando a fatalidade, o ciclista pode ter desviado de algum obstaculo e entrado na frente do carro... Seria bom se tivermos empatia tanto com a familia do ciclista quanto ao condutor do veiculo.
Gilberto Menezes 14 de maio, 2020 | 11:26
Mais uma lamentável perda esta do nosso grande amigo Geraldo Louzada. Um homem que foi um grande exemplo de coragem e determinação ao empreender sempre buscando inovar para facilitar a vida de todos e excluir as maneiras arcaicas de pensar e trabalhar provando ser possivel crescer mesmo em um país que os governantes tentam sempre quebrar seus empreendedores.

Será que estes governantes agora vão proibir fabricar as bicicletas igual fecharam os comércios diante ao Coronavirus ou vão acordar que foram contratados é para criar uma melhor condição de vida para todos?

Que Deus receba com muito carinho nosso amigo Geraldo e conforte com muita fé todos seus familiares e amigos.

Gilberto Menezes
Pedreira Madalena
Moacir Gonçalves Filgueiras 14 de maio, 2020 | 11:09
O espaço , as ciclovias em Ipatinga, em todo Brasil é um absurdo!!!
Joaquim 14 de maio, 2020 | 11:03
isso mesmo a luz da legislação qual a punição para o administrador e seus secretários municipais no caso de falta de manutenção de pistas!
Sinceramente gostaria de saber.
Hans Muller 14 de maio, 2020 | 10:49
Cuidado para não cometerem injustiças. Tudo cai nas costas de prefeito A,B e C. Posso ta enganado se tiver desculpe mas ali deve ser responsabilidade do DNIT. Mesmo assim nada trará a vida dele de novo. Outro coisa com o transito pesada por não mudar de rota?
João Batista Soares do Carmo 14 de maio, 2020 | 10:41
Nosso primo e amigo!!!
Muita dor e sofrimento...mas devemos ter Fé e Esperança.
Q DEUS o acolhe nos braços e MARIA o cubra com seu manto sagrado.
João Batista Soares do Carmo 14 de maio, 2020 | 10:39
Nosso primo e amigo!!!
Muita dor e sofrimento...mas devemos ter Fé e Esperança.
Q DEUS o acolhe nos braços e MARIA o cubra com seu manto sagrado.
Sirley 14 de maio, 2020 | 10:36
Os acidente neste trecho quase sempre são por abuso ou negligência, passo aí há 5 anos quase todos os dias e vejo claramente o desrespeito, a negligência, até mesmo na Av do shopping todos os dias pequenos acidente tipo bater na traseira por pura falta de respeito, mais uma vida perdida os motoristas tem que entender que não estão disputando nada que seus carros não são de fórmula1 , que Deus conforte a família e que as autoridades faça algo assim como dizem fazer pelo coronavirus
Minoru Komatsuzaki 14 de maio, 2020 | 10:31
Outro detalhe importantíssimo, com o desligamento dos radares os motoristas e motociclistas estão circulando com mais velocidade em seus veículos. Todos nos sabemos mas pecamos na alto confiança, por ser lugar de trajeto quase que diário nos descuidamos e o pior acontece.
Perdemos um grande amigo, que o Senhor Deus o tenha em bom lugar e conforte odos amigos e familiares!
José Alvim dos Santos Neto 14 de maio, 2020 | 10:01
Um fato a considerar e que parece que ninguem percebeu, é que com a liberação da ponte velha em Cel. Fabriciano o transito aumentou muito no trecho Ipatinga - Cel. Fabriciano. O que antes era um trânsito tranquilo voltou a ser muito pesado e muito mais perigoso. Outra fato continua sendo a imprudência de alguns motoristas.
Redobrar o cuidado e se possível mudar de rota.
Muito triste com o ocorrido.
Marcos Guimarães 14 de maio, 2020 | 09:37
Lamentável...
Também sou ciclista e faço este trajeto todos os dias.
A ciclovia do Morro da Usipa é intransitável dentro de Ipatinga. São buracos e lombadas ,lixo e matagal que colocam em risco o tráfego de ciclistas e pedestres.
No trecho de Coronel Fabriciano, as tampas dos bueiros, dentro da ciclovia, foram subtraídos, o que coloca em risco qualquer um que trafegue no local.
Ludmila Louzada, que o Senhor conforte a ti e a sua família.
PREFEITOS: Marcos Vinicius e Nardyello Rocha, até quando os Senhores terão o sangue dos ciclistas nas mãos?
Peço ao Diário do Aço apurar a responsabilidade sobre a manutenção de nossas ciclovias, pois neste período de Pandemia, centenas de trabalhadores trocaram o ônibus pela bicicleta, e não temos local delimitado e seguro pra rodar.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO