Empresário condenado pela Justiça é preso pela PC

Equipe da delegacia de Homicídios de Ipatinga prende homem que tentou matar segurança de festa

Wôlmer Ezequiel


O delegado Eduardo Vinícius comandou a equipe que fez a prisão do condenado pela Justiça
Atualizada às 14:24
O empresário C.T.S., de 50 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (16) no bairro Caravelas, em Ipatinga, por uma equipe da Polícia Civil. Ele é condenado a seis anos de prisão por uma tentativa de homicídio, ocorrida próximo a um clube onde estava sendo realizada uma “Quintaneja”, no bairro Cidade Nobre.

A informação foi repassada ao Diário do Aço pelo delegado Eduardo Vinícius, titular da Delegacia de Homicídios de Ipatinga. C. havia sido levado a julgamento pelo Tribunal do Júri em 2017 e, considerado culpado, condenado a pena de 6 anos de prisão, conforme informou o delegado, pela tentativa de homicídio.

O crime em que C. foi condenado ocorreu no dia 18 de janeiro de 2013, nas proximidades de um clube na rua Gonçalves Dias com a rua Grécia Antiga, no Cidade Nobre. O empresário teria discutido com uma mulher que o acompanhava, no Clube Ipaminas, quando ocorria uma “Quintaneja”.

A vítima, o até então agente penitenciário (hoje policial penal) Augusto Leitão Lopes, fazia um bico trabalhando como segurança do evento. Ao controlar o trânsito, Augusto fez sinal para o veículo do empresário parar, pois a rua estava fechada, o acusado sacou uma arma de fogo e baleou o segurança na barriga.

A Justiça da Comarca de Ipatinga emitiu o mandado de prisão para o empresário, considerado foragido desde fevereiro de 2019. Além da condenação, de acordo com a Polícia Civil, ele tem um mandado de prisão por pensão alimentícia, além de ser investigado por outros crimes que estão em fase final de apuração.

Já publicado

Duas tentativas de homicídio esclarecidas

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Pesquisador 17 de Março, 2020 | 22:50
Belissimo trabalho da policia civil em dar uma resposta a sociedade deste atentado contra uma Vida mesmo passando muitos Anos... Aproveitando vocês autoridades poderiam Rever
um CRIME ocorrido no bairro Amaro lanari onde uma Vida foi ceifada na maior covardia e até hoje não ouve punição, estando o elemento { ADILSON } VULGO MULA MANCA a solta..
Sabonete 17 de Março, 2020 | 18:15
6 ANOS DE PRISÃO.....!!....ISSO É OQUE SE PAGA POR MATAR UMA PESSOA COVARDEMENTE...??
Pesquisador 17 de Março, 2020 | 15:55
Parabéns pelo brilhante trabalho do Judiciário juntamente com a Policia Civil em não deixar impune esse atentado contra uma Vida mesmo se passando tempos,, aproveitando o ensejo do Judiciário e desse ilustre e competente Delegado Eduardo vinícius.. puxem a capivava de um ELEMENTO conhecido no AMARO LANARI como ADILSON MULA MANCA.. esse cidadão matou na maior covardia um Rapaz pelo apelido de CARIOCA.. e até hoje nada foi feito para que ele pague pelo CRIME cometido

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO