Cenibra também descarta relação com mau cheiro no Vale do Aço

Todas as grandes empresas da região, mais a Copasa, negam que origem de fedor seja suas unidades; resposta agora é esperada de órgãos de investigação

Divulgação


Fábrica de celulose da Cenibra, em Cachoeira Escura, Belo Oriente

Em nota divulgada por volta de 12h dessa quarta-feira (12), a Diretoria da Celulose Nipo-Brasileira (Cenibra) esclarece à comunidade que o forte odor percebido na região do Vale do Aço na noite de terça-feira(11) não apresenta relação com o processo de produção de celulose. “A fábrica localizada em Belo Oriente encontrava-se em operação normal nessa data”, reforça a nota.

Conforme a nota, “a Cenibra monitora continuamente seus processos e sempre mantém um canal aberto com todas as comunidades onde atua. Por isso, reitera seu compromisso com o desenvolvimento tecnológico, preservação ambiental e investimento social, garantindo a sustentabilidade do negócio”.
A indústria de Celulose é a última das grandes empresas a se pronunciar acerca do caso, que gerou grande repercussão na noite de ontem e madrugada de hoje.

Mais cedo, a Usiminas e a Aperam também negaram que o odor tenha relação com o processo de produção em suas unidades e a Copasa descartou que a origem sejam as estações de tratamento de esgoto.

Com isso, resta a investigação que já foi solicitada aos órgãos estaduais de controle de meio ambiente cuja ajuda foi solicitada no começo da manhã de hoje, conforme noticiado pela administração municipal de Ipatinga.

Conforme o Diário do Aço noticia desde o começo da manhã, a repercussão da poluição atmosférica causou transtornos, durante a noite e madrugada de hoje. Todos querem saber qual é a fonte geradora do forte odor sentido por muitas pessoas em bairros de várias cidades da região.

Já publicado:
Aperam descarta que odor tenha saído de sua planta
Usiminas afirma que odor não tem relação com processo siderúrgico
Mau cheiro toma conta do ar no Vale do Aço e população reclama
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Alexandre Varella 13 de fevereiro, 2020 | 09:17
As empresas estão agindo da mesma forma que em um primeiro momento a cervejaria Baker fez... negando que tal evento faça parte do processo de produção. .. com certeza alguma empresa está mentindo. Um leitor até comentou: as empresas dão empregos para a região, então estão liberadas... os moradores das cidades atingidas pelas barragens da Vale pensavam da mesma forma.
Beto 12 de fevereiro, 2020 | 20:27
Senti o mesmo mal cheiro ao passar no rio piracicaba, perto da captação da USIMINAS, perto do Bairro Bela Vista. Acredito ser alguma coisa ligada ao tratamento de esgoto.
Hudson 12 de fevereiro, 2020 | 19:16
pessoal cheio de mimimi... eu vi no painel da Usiminas ontem "QUALIDADE DO AR" EXCELENTE. KKKKKKKKKKKKKKK
Marcilei Rand 12 de fevereiro, 2020 | 18:33
Se tiver vindo de uma empresa que está produzindo , gerando emprego e renda , deixa feder , esse odor é sentido a muito tempo. Parem de frescura.
Elber 12 de fevereiro, 2020 | 18:21
O fanatismo religioso é altamente nocivo à saúde mental. Vide comentário acima.
Leise 12 de fevereiro, 2020 | 16:00
nunca se sabe. A bíblia é bem clara quanto a alguns acontecimentos antes da vinda de Cristo. Sei q serei criticada por muitos ao falar sobre isso, mas pode ser mais um sinal de alerta para nos prepararmos p vinda de Cristo. Acredito que pode ser algum gás escapando de uma indústria, mas acredito tbm q pode ser mais um sinal de Deus para nós. Só uma opinião...

O REI ESTÁ VOLTANDO...
Jaime 12 de fevereiro, 2020 | 12:41
Todas empresa estao negando mas de algum lugar veio este mal cheiro.as vezes na calada da noite sentimos mal cheiro acontece de vez enquanto com pouca intensidade.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO