Justiça Militar aceita denúncia contra sargento preso com cocaína

Militar foi preso na Espanha em em viagem oficial em avião da FAB

Divulgação


A Justiça Militar aceitou a denúncia do Ministério Público Militar (MPM) contra o segundo-sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) Manoel Silva Rodrigues, detido na Espanha ao transportar 39 quilos de cocaína pura a bordo de um avião oficial.

O MPM denunciou o sargento por tráfico internacional de drogas. Apesar de o crime não estar previsto no Código Penal Militar, a promotoria militar entendeu que o caso se enquadra na hipótese de crime de natureza militar por extensão, já que Rodrigues estava a serviço e, supostamente, atentou contra a ordem administrativa militar. Para o Ministério Público Militar, independentemente das eventuais punições que forem aplicadas pela Justiça espanhola, Rodrigues deve responder à Justiça Militar brasileira.

O sargento foi detido em 25 de junho, na Espanha, onde continua preso. Ele chegou a Sevilha a bordo de uma aeronave da Força Aérea Brasileira, na qual viajava com um grupo de oficiais e servidores que, costumeiramente, dão apoio às viagens oficiais do presidente da República, chegando antes ao destino para se encarregar dos preparativos. Segundo o Ministério Público Militar, o sargento estava escalado para seguir viagem com o grupo no dia 26, na função de comissário no trecho Sevilha/Brasília, mas foi preso antes por policiais espanhóis.
Álbum pessoal


Manoel Silva Rodrigues foi flagrado e preso em junho no aeroporto de Sevilha em avião da Aeronáutica que integrava comitiva do presidente Jair Bolsonaro

Cálculos periciais apontam que a droga apreendida poderia ser vendida por algo em torno de R$ 6.3 milhões. Ao acatar a denúncia, o juiz federal Frederico Magno de Melo Veras marcou o início da oitiva das testemunhas para a tarde do dia 21 de maio de 2020. (Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil)

Já publicado

Bolsonaro determina colaboração da Defesa para apurar uso de avião da FAB para transportar cocaína
Toffoli pede informações sobre inquérito contra sargento da FAB
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO