Obras da ponte velha devem ser concluídas em janeiro

A notícia foi repassada ao deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB), em reunião na terça-feira (26)

Wôlmer Ezequiel


Reforma teve início em novembro do ano passado e deve ser concluída no início de 2020

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Minas Gerais, Sérgio de Oliveira Costa Garcia, informou que as obras realizadas na ponte velha, que liga os municípios de Timóteo e Coronel Fabriciano, devem ser concluídas em janeiro de 2020. A notícia foi repassada ao deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB), em reunião na terça-feira (26).

Sérgio destacou que o viaduto que passa sobre a ferrovia da Vale não apresenta risco de trafegabilidade, conforme laudos da empresa. O viaduto é um seguimento da ponte. Sendo assim, o cronograma continua a ser cumprido à risca e no tempo real das obras na ponte.

A última barreira a ser vencida, conforme o deputado, é a realocação de um poste da Cemig, de responsabilidade da administração municipal de Coronel Fabriciano, cuja taxa devida, o governo garantiu já ter sido paga. “Esta é uma grande conquista, resultado de muita luta nossa e de toda a população da região que muito sofreu com a situação de interdição da ponte. Ao que tudo indica, este sofrimento está em suas últimas semanas”, declarou Celinho.

Reforma

Interditada totalmente para trânsito de veículos e pedestres, a ponte velha passa por uma reforma desde novembro do ano passado. O valor completo da licitação é de R$ 9,8 milhões, segundo informado pelo então superintendente regional do Dnit, Fabiano Cunha, no dia da assinatura da ordem de serviços, 26 de novembro de 2018. No projeto da obra, a ponte foi redimensionada para 45 toneladas e poderá receber caminhões e carretas de qualquer porte. A previsão de durabilidade da obra é de mais 30 a 40 anos.

Obras na 381

A retomada de obras em trechos da BR-381 também foi tema do encontro entre o parlamentar e o representante do Dnit. “Uma das questões que paralisou as obras no lote 3.1, em Antônio Dias, dizia respeito a uma área de pretenso domínio da Vale, pois estaria sobre a ferrovia desta empresa. Após negociações e interlocuções, a Vale comunicou que desistia de cobrar cessão onerosa sobre sua linha férrea, possibilitando desdobramentos para a retomada das obras”, pontuou Celinho.

“O próximo passo dado foi a solicitação, por parte do Dnit, de emergencialidade da retomada das obras no trecho, junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A documentação já foi apresentada e o superintendente acredita que em um prazo de dez dias já terá a resposta e reiniciará as obras no lote 3.1”, contou o parlamentar.

Já publicado:
Serviços de concretagem da laje são realizados na ponte velha
Ponte velha tem etapas de reforço da fundação e pilares concluídas
Obras da ponte velha estão dentro do cronograma previsto, afirma Dnit
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Eliana Luiza 28 de Novembro, 2019 | 08:46
só pergunto de quem é a empresa sub contratada para executar a obra....
Antonio 28 de Novembro, 2019 | 07:23
A previsão era de entregar a ponte em outubro e agora prorrogaram para janeiro e devem entregar após janeiro. Se fosse em um país sério já estava entregue, mas como estamos num país governados por incompetentes e ladrões, nada é entregue no prazo e no preço justo.
Bolson 27 de Novembro, 2019 | 23:17
esqueceram que vocês estão no brazil onde as coisas são programadas pra andar pra trás e evoluir jamais....
Cleyder Castro Corrêa 27 de Novembro, 2019 | 21:09
Essa obra está igual a mg760, palanquinho para políticos, cai na real porra, libera essa merda logo, está terrível o trânsito!!!!!
Antonio 27 de Novembro, 2019 | 18:28
A previsão de entrega da obra, foi mudada umas 3 vezes. Agora já empurraram pra Janeiro de 2020. Com certeza,que é em função de nossos políticos estarem viajando pra festas de fim de ano. Enquanto isso, vamos continuar com o congestionamento ABSURDO, que se forma em horários de pico, para conseguir passar pela outra ponte. Mas.... é assim mesmo. Enquanto o povo for acomodado, os políticos fazem a farra.
Lucia Paiva 27 de Novembro, 2019 | 18:25
A previsão era para Outubro/2019, mudaram pra Dezembro e já empurram pra Janeiro/2020. Enquanto isso vamos convivendo com o trânsito caótico e o longo congestionamento que se forma em todos os sentidos no trevo da ponte "nova". Eta cidade que não evolui....

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO