Corpo de Maria Angélica é sepultado em Coronel Fabriciano

Antes do enterro, ciclistas de várias cidades da região se reuniram para um momento de oração

Alex Ferreira


Ciclistas da região fizeram um momento de oração e prestaram homenagens à Maria Angélica

O corpo de Maria Angélica Rodrigues Nunes, de 48 anos, foi sepultado às 10h deste domingo (20), no Cemitério Vale da Saudade, em Coronel Fabriciano. A presidente da Acicel-CDL foi vítima de acidente de trânsito nesse sábado (19), em Ipatinga, quando pedalava na avenida Maanain com um grupo de ciclistas.

Antes do sepultamento, dezenas de ciclistas de várias cidades da região se reuniram em um momento de oração e reflexão sobre a vida. Na última homenagem, eles formaram um corredor na saída da capela velório do Cemitério Vale da Saudade, pelo qual passou o cortejo.

Acidente

Conforme noticiado pelo Portal Diário do Aço, a dirigente da Acicel CDL integrava um grupo de ciclistas que passava pela avenida Maanain, entre os bairros Iguaçu e Cidade Nobre, quando o motorista de um furgão Renault Kangoo, trafegando em sentido contrário ao grupo, deparou-se com um veículo à frente.

Para não bater no carro à sua frente, o motorista conta que tentou desviar, mas perdeu o controle e acabou atingindo o grupo de ciclistas. Duas das integrantes foram atingidas

A outra vítima do acidente, Simone Assis, de 49 anos, permanece internada na UTI do hospital Márcio Cunha, com quadro de saúde estável. As informações foram passadas pelos familiares de Simone, que estiveram presentes no sepultamento de Maria Angélica.

Presidente Acicel-CDL

A empresária Maria Angélica Nunes assumiu o comando da Acicel-CDL em maio desse ano, após a renúncia do então presidente, Ismá Canedo, conforme noticiado pelo Diário do Aço à época.

Ela foi a primeira mulher a assumir a presidência da entidade.Maria Angélica também já foi presidente do Conselho da Mulher Empreendedora e participava da entidade há mais de dez anos.

Ela é natural de Coronel Fabriciano, casada, mãe de três filhas, engenheira civil de formação, empresária da Diferencial Engenharia e Loteria Ponto da Sorte. Entre outras atividades, também era presidente da Casa Espírita Novo Lar de Emmanuel.

Já publicado:
Presidente da Acicel-CDL morre em acidente com ciclistas na avenida Maanain

Luto

Por meio de nota divulgada no sábado, o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicius, decretou luto oficial de três dias na cidade, em virtude da morte de Maria Angélica Rodrigues Nunes, presidente da Acicel-CDL.


Ciclistas prestam homenagem a Maria Angélica Rodrigues Nunes
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Cabra Arretado 25 de Outubro, 2019 | 21:22
Em terra de Egos quem enxerga o outro é Rei.
Parece que há muitos Reis nesse espaço o que é uma tristeza porque nós falta respeito. Onde falta respeito sobra abuso. Esse espaço perderá a razão de existir quando aprendermos a nos respeitar mutuamente, seja em casa, na rua, na chuva ou na fazenda.
Geraldo Mariano da Silva 21 de Outubro, 2019 | 08:20
Mais de 80% dos motoristas não desgrudam do maldito celular...e dirigem com imprudência falando ou digitando ... Tá osso...selvageria nosso trânsito atual...Problema é que não é fácil provar que a causa de muitos acidentes estão ligados a este fato imprudente.
Junior 21 de Outubro, 2019 | 07:37
Lamentável e infeliz seu comentário Motorista 1. Sem noção. Tentar dar lição de moral em cima de uma tragédia dessa. Repense seus conceitos. Sua insensibilidade com a dor do próximo demonstra que tipo de motoristas temos no nosso trânsito. Talvez ninguém na sua casa não ande de bicicleta, ou vc não sabe a dor de perder alguém que amamos.
Natalia Forcat 20 de Outubro, 2019 | 23:22
Resposta a Motorista "preocupado": Será que vc não viu que a mulher foi atingida por imperícia de um motorista???? Será que vc não viu que esta mulher era mãe e tinha pessoas que a amavam????? Você conhece o significado da palavra RESPEITO????
Ciclista Consiente 20 de Outubro, 2019 | 21:13
E triste perder mais uma vida nessa situação, porém isso deve servir de alerta a todos os ciclistas que trafegam por via públicas,se esquecendo que os veículos são conduzidos por humanos, e humanos são falhos... evitem os horários de picos.. .evitem as vias de trânsito rápido...evitem cenas como essa...
Motorista1 20 de Outubro, 2019 | 21:08
Que isso sirva de alerta para todos que convivem no trânsito. Assim como exitem muitos motoristas imprudentes e mal educados, existem também os ciclistas que querem andar lado a lado ao invés de fila indiana, não usam as ciclovias mesmo em locais que possui. Ocupam metade da via e nos motoristas temos que ir para contra mão, além de muitos andarem correndo competindo com os veículos. O respeito no trânsito tem que ser recíproco, motorista, ciclistas e pedestres.
Motorista 20 de Outubro, 2019 | 16:48
Concordo plenamente com o comentário acima.
Motorista Preocupado 20 de Outubro, 2019 | 13:06
Não é o caso desse episódio, mas vale o alerta para os ciclistas que pedalam pelo vale do aço. Muitos não respeitam os limites da via. Andam em dupla ou até em 3 no meio da rua. Seria mais seguro em fila indiana.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO