Terceiro homicídio da noite em Ipatinga

Em noite marcada pela violência contra a vida, jovem foi assassinado ao lado da quadra do Veneza II

Wellington Fred + reprodução


Augusto Fernandes Barbosa, de 21 anos, foi assassinado no Veneza II

Nos últimos minutos de sábado, numa noite marcada pela violência contra a vida, mais uma pessoa foi morta a tiros, dessa vez, nas proximidades de uma quadra de esportes, na esquina das ruas Ilhéus e Blumenau, no bairro Veneza II.

Augusto Fernandes Barbosa, de 21 anos, foi encontrado caído e sem vida entre os bancos da praça. O local, que fica atrás de uma Unidade Básica de Saúde, é conhecido por concentrar, diariamente, pessoas envolvidas com o consumo e tráfico de entorpecentes.

A perícia da Polícia Civil constatou oito perfurações, nas costas, nádegas, tórax e cabeça da vítima. Nos levantamentos, policiais foram informados que augusto teve um desentendimento com um indivíduo, que não foi encontrado no local indicado.

Na residência de Augusto Fernandes, familiares relataram apenas que o jovem tinha mesmo, dívida com o tráfico de drogas. O caso ainda está em apuração.

Noite com mais dois homicídios em Ipatinga

Esse foi o terceiro assassinato registrado na noite de sábado, em Ipatinga. No começo da noite, conforme noticiou o Diário do Aço, foi assassinado Gabriel Martins de Jesus, na avenida Esperança, bairro Esperança.

Horas depois foi assassinado a tiros, na avenida Galileia, no bairro Canaãzinho, Warley Ceguinho, que chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos vários tiros que levou de uma dupla em uma motocicleta e morreu.


Sábado violento em Ipatinga com três homicídios em menos de quatro horas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Claudia 10 de Julho, 2019 | 21:35
deve ter ouvido a palavra de deus várias vezes..Jesus voltou pra ele.Todos nós temos chance de nos redimir.
David 07 de Julho, 2019 | 21:27
Indiferente da vida escolhida. Roberto tenhamos compaixão, familiares e amigos leem os comentários e se não for de pesar evite ironias pois apesar de errado quem não errou ou erra. Comentários assim revoltam e dão mais margem a delinqüência com desculpas para violência e revolta. Por favor evite num momento de dor e sofrimento dos familiares. Obrigado.
Roberto 07 de Julho, 2019 | 14:32
Coitado , deve ser q ele estava orando lá ou estava capinando ou fazendo uma massa de concreto . Escolheu essa vida o final é esse , antes ele do q um trabalhador honesto. Só tenho dó da mãe .
Cemitério Ou Cadeia 07 de Julho, 2019 | 14:08
Infelizmente esse e o caminho escolhido por eles , ao decorrer do tempo e cadeia ou cemitério o destino deles
Joao Monteiro Estanislau 07 de Julho, 2019 | 13:08
Infelizmente as drogas são a grande causa de mortes dos nossos jovens, o trabalho aliado com educação pode ser um remédio para acabar com este mal da sociedade

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO