Presos mais quatro envolvidos com a fraude em exame de reciclagem da CNH

Os autores da fraude, em sua maioria, são conhecedores da legislação de trânsito e já trabalharam como instrutores de centro de formação de condutores

Divulgação PCMG


De novo, policiais flagram fraude na reciclagem para a habilitação

A descoberta recente, de um esquema de fraude na prova de reciclagem para restituição da Carteira Nacional de Habilitação, usando ponto eletrônico em Caratinga, não desmobilizou a quadrilha envolvida. Em 22 de abril policiais civis flagraram a fraude e prenderam três pessoas. As provas eletrônicas eram aplicadas na sede da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) e os candidatos pagavam, em média, R$ 2 mil para terem os resultados transmitidos em ponto eletrônico.

Na época um candidato foi descoberto com o equipamento eletrônico e dois homens suspeitos de envolvimento no esquema foram presos. Outras pessoas conseguiram escapar por terem percebido o cerco policial. As investigações apontaram que a parte remanescente da quadrilha continuava em ação e descobriram que seria aplicada a mesma fraude em exames de reciclagem de motoristas em Ouro Preto.

O delegado Luiz Eduardo Moura Gomes confirmou nessa segunda-feira que uma operação desencadeada com participação dos policiais civis de Ouro Preto, levou à prisão mais quatro pessoas envolvidas com a fraude. “Eles usam tecnologia de transmissão de dados (voz e imagem) e, da mesma forma que ocorreu em Caratinga, tinham preparado um candidato para fazer a prova de Legislação, recebendo as informações para preencher a prova”, detalhou o delegado. O policial não descarta a possibilidade de mais pessoas envolvidas na fraude em outras cidades.

Os autores da fraude, em sua maioria, são conhecedores da legislação de trânsito e já trabalharam como instrutores de centro de formação de condutores. "Com isso, pessoas que precisam tirar novamente a CNH e tinham dificuldades na prova de Legislação contratavam a fraude para serem aprovadas. Normalmente as provas ficavam em 27 pontos, segundo eles, para não levantar suspeitas. O limite da pontuação é 30", acrescentou o investigador Whesley Adriano Lopes.

Reciclagem

A reciclagem para condutores é uma determinação do Código de Trânsito Brasileiros e é necessária quando condutores levam penalidade máxima com a suspensão ou cassação do direito de dirigir (em caso de motorista condenado judicialmente por delito de trânsito). Vencido o prazo legal, estabelecido de acordo com o delito, o condutor precisa passar por um curso de reciclagem de 30 horas aulas, com o objetivo de reeducação para o trânsito. Ao fim do curso são feitos novamente exames, teórico (Legislação) e prático (direção).

Veja também:
Gaeco de Ipatinga prende homem por estelionato
Briga generalizada em bar deixa feridos no Bom Retiro
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO