USIMINAS TRAINEE 02 - 728X90

06 de julho, de 2024 | 06:53

Incêndio em área de amortecimento do Parque Estadual do Rio Doce: Bombeiros e brigadistas trabalham para conter o fogo


Na tarde de sexta-feira (5), a guarnição dos Bombeiros Militares de Timóteo foi acionada para combater um incêndio na área de amortecimento do Parque Estadual do Rio Doce, localizado no bairro Alphaville em Timóteo, Minas Gerais.

Ao chegarem ao local, os bombeiros encontraram 16 brigadistas do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e um caminhão-pipa. O incêndio estava dividido em duas frentes: uma avançava em direção à área conhecida como Biquinha, enquanto a outra se dirigia para a região onde o grupo Coelho Diniz implanta um loteamento.

Em uma ação conjunta, os bombeiros e brigadistas concentraram seus esforços no aceiro, uma faixa de terreno sem vegetação que serve como barreira para conter o fogo. Eles conseguiram debelar uma das frentes do incêndio, mas devido ao horário avançado e à exaustão das equipes, o combate à outra frente foi planejado para ser retomado neste sábado.

A causa é autoria do incêndio não foram definidas.

O acesso à área do incêndio é feito pela rua Chico Mendes, no bairro Recanto do Sossego, em Timóteo.

Incêndio ocorre nas proximidades de uma das mais importante Unidades de conservação do país

O Parque Estadual do Rio Doce é uma importante unidade de conservação, abrangendo uma área de 35.970 hectares e sendo considerado um dos principais refúgios de biodiversidade em Minas Gerais. Tem reconhecimento internacional como Sítio Ramsar e é uma das maiores áreas contínuas de preservação da Mata Atlântica.

Já publicado:
Ações preventivas para enfrentar o período crítico de incêndios criminosos
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Polara Diamara

06 de julho, 2024 | 14:27

“Milhares de animais mortos por causa da ignorância humana!”

Leitor

06 de julho, 2024 | 08:46

“A certeza que é criminoso. Mas não acontece com quem coloca fogo !”

Envie seu Comentário