04 de junho, de 2024 | 15:14

Após 15 anos, Coronel Fabriciano celebra o nascimento do primeiro bebê na nova maternidade

O serviço foi oficialmente interrompido em 30 de abril de 2009 no antigo Hospital Siderúrgica e, desde então, crianças fabricianenses nasciam em Ipatinga ou Timoteo

Divulgação
Lizzie nasceu com 3 Kg e mede 47cm Lizzie nasceu com 3 Kg e mede 47cm

Coronel Fabriciano celebra a chegada da pequena Lizzie, a primeira bebê, nascida na nova Maternidade Pública Municipal, Dra. Maria de Fátima Gomes, aberta esta semana, conforme noticiado anteriormente.

O parto, ocorrido às 5h14 da manhã desta terça-feira (4), marca um dia histórico para todos os fabricianenses. A bebê, filha do casal Juliete Figueredo e Valteir Batista, pesa 3 Kg e mede 47cm e passa bem, comunicou a administração municipal, responsável pela gestão da maternidade.

Juliete fez todo o pré-natal, incluindo testes rápidos e tratamento odontológico, na Unidade Básica de Saúde do bairro Caladinho. O nascimento da pequena Lizzie, completa o ciclo de atendimento da gestante, que é mãe de outros três filhos, sendo um deles nascido na antiga maternidade do Hospital Siderúrgica.

O parto transcorreu de forma natural e tranquila, com uma equipe atenciosa. Segundo a mamãe, “a atual estrutura da maternidade é melhor, moderna e bem equipada, proporcionando um ambiente seguro e acolhedor”.

A criança foi registrada pelo pai, Valteir, no próprio Hospital Dr. José Maria Morais, que agora possui um posto do cartório de registro civil.

Entenda
Na manhã de segunda-feira (3/6), a administração de Coronel Fabriciano entregou à população a Maternidade Pública Municipal Dra. Maria de Fátima Gomes. O serviço e a equipe multiprofissional entraram a postos para acolher as mães e bebês no parto e pós parto.

O serviço de saúde funciona no Hospital Dr. José Maria Morais, que teve uma ala reformada e adaptada e recebeu modernos equipamentos, informou o governo. "Com a inauguração da unidade, os bebês fabricianenses voltarão a nascer em sua cidade natal, com conforto, segurança e atendimento humanizado 100% SUS", divulgou o governo municipal.

O investimento para reabrir o novo equipamento de Saúde pública foi de R$ 1,5 milhão, em recursos próprios do município – o valor não inclui o custeio mensal e investimento com a equipe de saúde.

Estrutura
A maternidade conta com centro obstétrico com três salas para partos, uma sala de cuidados intermediários com três leitos para recém-nascidos (em cuidados intensivos e semi-intensivos), sala de medicação e recepção. Também possui dois quartos com seis leitos para acolher a mãe, bebê e o pai após o parto.A unidade possui um posto do cartório de registro civil e os bebês fabricianenses já poderão sair da maternidade com a certidão de nascimento nas mãos das mamães.

A iniciativa colocou fim ao drama das mães fabricianenses assistidas pelo SUS que, por mais de uma década, precisavam recorrer aos hospitais de cidades vizinhas para dar à luz aos seus filhos. Segundo dados da Secretaria de Governança da Saúde e noticiários regionais, o serviço foi oficialmente interrompido em 30 de abril de 2009 na instituição hospitalar (antigo hospital Siderúrgica).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jj

05 de junho, 2024 | 16:03

“Meu Deus como que esse Prefeito consegue ser tão trabalhador em prol de uma Cidade e seu povo?
Se fosse os outros candidatos nem disputava as eleições!”

Justo

05 de junho, 2024 | 11:24

“Eu reviro tudo pra achar uma coisa errada desse prefeito,mas acabo decepcionado pois o homem só faz coisas boas pra cidade , parabéns Dr Marcos Vinicius estamos juntos.”

Envie seu Comentário