Expo Usipa 2024 02 - 728x90

13 de maio, de 2024 | 17:54

BR-381, no trecho de Jaguaraçu, será interditada no próximo sábado

Waldecy Castro
Local fica próximo ao acesso aos municípios de Jaguaraçu e MarliériaLocal fica próximo ao acesso aos municípios de Jaguaraçu e Marliéria

A BR-381 ficará totalmente interditada durante o dia no próximo sábado (18), no km 297,37, próximo à entrada do município de Jaguaraçu. A interdição será para reparos emergenciais na cabeceira da ponte sobre o ribeirão Onça Grande.

Segundo informações repassadas ao Diário do Aço por fontes ligadas ao Departameto Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a estrada ficará totalmente interditada das 8h às 18h, para a execução das obras.

"Para a execução segura dos trabalhos é necessário o fechamento total da pista para o trânsito, como forma de garantir a segurança dos trabalhadores envolvidos na obra e também dos usuários da estrada', informa a nota. Com isso, motoristas devem ficar atentos com rotas alternativas.

Rotas
Para quem trafega em veículos com peso abaixo de 23 toneladas uma das saídas é passar pela BR-262, trevo de São José do Goiabal, depois MG-760 até Timóteo e retornar para a BR-381.

Acima de 23 toneladas uma das alternativas é seguir pela BR-262 até o distrito de Realeza, depois pegar a BR-116 sentido a Caratinga ou Governador Valadares.


Limitação de cargas em Timóteo

Uma das alternativas seria a MG-760. Ocorre que, atualmente encontra-se em vigor em Timóteo, decreto que limita a 23 toneladas, com no máximo 3 eixos, os veículos que podem circular pelos bairros Ana Rita e Centro Sul, trechos da avenida Acesita que é um segmento da MG-425, estrada de acesso à MG-760 via distrito de Cava Grande, em Marliéria.

O decreto entrou em vigor em 8 de janeiro de 2024 e prevê autuações por descumprimento do que estabelece a norma. A medida foi adotada porque, após a conclusão das pavimentação da MG-760 que interliga as BR-381 e BR-262, o tráfego de veículos pesados, sobretudo os articulados, longos e com excesso lateral, sobrecarregou o perímetro e as vias urbanas da cidade de Timóteo.

E esse fluxo de veículos pesados impactava negativamente a malha viária do Município que não foi dimensionada para receber essa demanda, especialmente na avenida Acesita. A alterantiva é a construção de um contorno rodoviário, obra que ainda não tem previsão de sair do papel.

Já publicado:
Projeto de obra do contorno rodoviário de Timóteo está parado
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Denis

14 de maio, 2024 | 18:37

“Vai la Ricardo resende manobra um bitrem naquela subidinha da gragem da univale pra ver o que vai dar, vai la fodao srsrsr”

Ricardo Resende

13 de maio, 2024 | 18:16

“Este decreto do município de Timóteo é totalmente abusivo. Administração burra!! No centro sul, a passagem de mão e contramão é feita num corredor estreito que um carro tem de parar pro outro passar na continuação da Av. Acesita. Poderia ser mão única. E a outra mão ser feita pela Av. São João ou Av. Brasil (Ana Rita), já saindo em frente da garagem da Univale. Numa situação desta, é inconstitucional cercear o ir e vir, seja de qual veículo for.”

Jota

13 de maio, 2024 | 17:39

“Peço, por favor, que o DA apure junto à Prefeitura de Timóteo, quantas autuações já foram aplicadas, por excesso de peso. Por favor.”

Envie seu Comentário