23 de maio, de 2022 | 08:43

Médicos peritos do INSS retornam ao trabalho nesta segunda-feira (23)

Arquivo DA
Greve da categoria durou mais de 50 dias e deixou milhares de segurados na fila de espera Greve da categoria durou mais de 50 dias e deixou milhares de segurados na fila de espera

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciaram que encerraram a greve da categoria, que já durava 53 dias e voltam hoje ao trabalho. Nos quase dois meses de greve, milhares de segurados que precisavam de perícia para reivindicar o auxílio ou que precisavam voltar ao trabalho enfrentaram dificuldades.

A decisão do fim da greve foi tomada na noite de sexta-feira (20) depois de reuniões entre representantes dos sindicatos e membros do Ministério do Trabalho e da Previdência Social.

Com a decisão, os médicos peritos retomam hoje (23) os trabalhos. A Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP) informou que 70% dos trabalhadores que atuam na área paralisaram as atividades por 53 dias.

A ANMP acrescentou que a decisão de retomar os trabalhos, ocorreu após o Governo Federal atender 18 reivindicações feitas pelos trabalhadores do setor.

Um dos itens era o reajuste salarial. Ficou acertado que o governo poderá pagar o mesmo reajuste que decidir repassar a outras categorias de servidores da União.
No fim do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou em entrevistas que pagaria reajuste salarial apenas aos trabalhadores da área de segurança pública ligadas à União.

O anúncio fez deflagrar uma onda de insatisfação em profissionais de outras categorias, que também começaram a reivindicar o reajuste. Os peritos médicos estão entre os que reivindicam o mesmo índice de correção a ser anunciado pelo governo federal.

Agora, o governo Bolsonaro sinaliza que pagaria um aumento de 5% de forma linear, ou seja, para todas as categorias.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário