11 de maio, de 2022 | 10:24

Cipalam fará monitoramento de gases de efeito estufa

Empresa do setor siderúrgico terá do financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), na ordem de R$32 milhões

Divulgação
Unidade da laminação da Cipalam, no bairro Bom Sucesso, em Santana do Paraíso Unidade da laminação da Cipalam, no bairro Bom Sucesso, em Santana do Paraíso

A Cipalam fará um inventário de gases de efeito estufa. A ação será possível a partir da conquista de um financiamento dentro do programa BNDES Crédito ASG, que oferta condições financeiras para clientes que comprovem a melhoria de indicadores e práticas eficientes nas áreas ambiental, social e de governança. Essa é a primeira vez que o BNDES aprova um financiamento condicionado à realização deste tipo de inventário. A informação foi divulgada pela assessoria da empresa, nesta quarta-feira (11).

Conforme a nota, a realização do trabalho, contará com a participação de uma consultoria especializada, que identificará possíveis novas práticas aliadas à expertise da Cipalam no monitoramento das fontes de emissão destes resíduos com o objetivo de diminuí-la.

Condições

O Inventário para gases de efeito estufa permite o monitoramento das fontes de emissão destes resíduos. “Trata-se de uma ferramenta de gestão para que empresas possam ter controle com vistas à diminuição das emissões. Além da concessão do compromisso de realização do inventário de gases, a concessão do crédito estipula que a empresa apresente ainda o certificado ambiental ISO 14001 e requer a criação e divulgação no site da empresa de política de responsabilidade socioambiental, incorporação de focos prioritários em educação e diversidade na política social e apresentação de relatório de sustentabilidade”, detalha a empresa.

Para o CEO da Cipalam, Edilar Luciano Alves, “esse é um importante recurso que dará condições de realizar o inventário de maneira segura e eficaz dentro da política da qualidade da empresa e que, certamente, trará resultados positivos”, concluiu.

Produção

A Companhia Ipatinguense de Laminação (Cipalam) produz barras, perfis laminados e tubos de aço. Possui mais de 300 funcionários e atendendo a clientes em todos os estados do Brasil, mais o Paraguai. Seus produtos podem ser empregados em vários segmentos, dentre eles, a construção civil, na indústria mecânica estrutural, dentre outros. Atualmente, a empresa conta com duas unidades no Vale do Aço, uma no bairro Iguaçu, em Ipatinga, e outra no bairro Bom Sucesso, em Santana do Paraíso.

Já publicado:
Cipalam trabalha em projeto de expansão na ordem de R$ 300 milhões
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Maurilio Siqueira de Ol.

11 de maio, 2022 | 13:56

“Desde 1991 sou funcionário desta empresa, parabenizo pelo importante trabalho e comprometimento e dedicação com os funcionários, clientelas e meio ambiente....nota 9.9”

Envie seu Comentário