08 de janeiro, de 2022 | 08:55

Procurado pela Justiça é preso em Betim pelo Gaeco de Ipatinga

Lucas Menezes fazia parte da lista com 21 criminosos considerados de alta periculosidade pelas forças de Segurança Pública de Minas Gerais

Divulgação Gaeco
Lucas Menezes, 35 anos, foi cercado e preso em um barracão na cidade de Betim, na Grande BHLucas Menezes, 35 anos, foi cercado e preso em um barracão na cidade de Betim, na Grande BH

Considerado de alta periculosidade pelas forças de segurança pública, Lucas Menezes da Cruz, de 35 anos, foi preso na sexta-feira (7) em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em uma grande operação coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ipatinga. Lucas, que é natural de Mutum, no Vale do Rio Doce, estava foragido da Justiça há mais de dez anos.

A operação foi comandada pelo coordenador do Gaeco, promotor de Justiça Bruno Schiavo Cruz, representante do Ministério Público de Minas Gerais. As equipes de policiais civis e militares do Gaeco, com o apoio dos militares do 66º Batalhão de Betim, foram até a rua Alvarenga Peixoto, no bairro Amarante, naquele município.

Lucas tentou fugir da abordagem dos policiais durante o cerco ao imóvel onde se encontrava. Os agentes encontraram uma mochila contendo R$ 147.500, uma pistola calibre 380 municiada com dez cartuchos intactos, duas cadernetas com várias anotações referentes à contabilidade do tráfico e duas carteiras de identidade falsificadas.

O Diário do Aço apurou com fontes da Polícia na capital, que Lucas estava morando em um barracão de um cômodo há poucos dias. O foragido é comparsa de outro indivíduo, Dionathan da Cruz Silva, que foi preso em Aimorés, em uma outra ação do Gaeco de Ipatinga no dia 20 de outubro do ano passado, como divulgou o Diário do Aço.

Lucas foi preso e encaminhado para a Central de Plantão da Polícia Civil, na capital mineira, ficando à disposição da Justiça. Lucas e Dionathan integram a lista com 21 criminosos mais procurados em Minas Gerais. Eles agiam como pistoleiros na região de Mutum, terra natal deles, e também em outras regiões do Estado. “Há indícios de ações em outros estados do Brasil", conforme o site procurasse.segurança.mg.gov.br, onde há detalhes dos outros foragidos da Justiça.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Joanas

08 de janeiro, 2022 | 10:33

“A carteira de identidade emitida no brasil facilita muito a vida de criminosos. Brasil e um dos unicos pais que ainda usa um tipo de papel facil de falsificar e usando foto colocada isso e o tipo de documento que facilita a vida dos criminosos.pelo valor da carteira de identidade ja era para terms um documento bem mais aperfeicoado.”

Envie seu Comentário