08 de dezembro, de 2021 | 11:00

Dupla é denunciada pelo MP por homicídio e tentativa no bairro Esperança, em 2016

Além de um homem morto com os tiros, o atentado em Ipatinga deixou outra vítima paraplégica

Wellington Fred+Reprodução
O carpinteiro Reinaldo Santos Assis morreu no atentado na rua Begônia  O carpinteiro Reinaldo Santos Assis morreu no atentado na rua Begônia

Dois jovens foram denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por um homicídio e tentativa de homicídio praticados em 11 de janeiro de 2016. Conforme o jornal Diário do Aço divulgou, na época, no atentado a tiros morreu o carpinteiro Reinaldo Santos Assis, de 35 anos, e saiu ferido um jovem, na época, com 17 anos. O crime ocorreu na rua Begônia, bairro Esperança, em Ipatinga.

Segundo a denúncia do MPMG, à qual o Diário do Aço teve acesso, consta nos autos que os denunciados B.M.A., de 26 anos, e R.C.F., de 25, agiram com a intenção de matar, por motivo torpe, com o emprego de meio e recurso que dificultaram a defesa das vítimas. Eles estavam em uma moto em movimento e mataram a tiros Reinaldo Assis e balearam a outra vítima.

As vítimas estavam na rua, quando o denunciado B.M.A. apareceu pilotando uma motocicleta Honda CG Titan 150. Na garupa estava R.C.F. que efetuou os tiros, um disparo atingiu fatalmente Reinaldo e outros três acertaram o adolescente, jovem que ficou paraplégico. A motivação do crime seria, segundo as investigações, o não pagamento de dívida oriunda do tráfico de drogas.

O MPMG aponta que os dois denunciados agiram de forma premeditada e com frieza na execução do atentado. Ambos possuem extenso histórico de antecedentes criminais e suspeitos de outros crimes, alguns considerados graves. Eles foram denunciados por homicídio triplamente qualificado e tentativa de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, perigo comum em via pública e recurso que dificultou a defesa das vítimas).

Familiares acreditam que o carpinteiro foi morto por engano

No dia dos fatos, o Diário do Aço apurou junto aos amigos e familiares do carpinteiro Reinaldo Assis, que ele teria sido atingido por engano, pois o adolescente é que seria o alvo dos autores do crime. Reinaldo se encontrava conversando com o menor de idade quando foram surpreendidos pelos dois autores na motocicleta.

O adolescente, mesmo ferido gravemente, ainda conseguiu correr dos criminosos e se refugiar em um matagal nas proximidades do local do crime. Ele acabou caindo na varanda de uma residência onde aguardou a chegada do socorro. O carpinteiro morreu antes de receber atendimento dos socorristas do SAMU.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário