25 de novembro, de 2021 | 21:36

Investigado por envolvimento em homicídio no bairro Esperança é preso

Divulgação
Motocicleta usada pela dupla, para cometer o crime no bairro Esperança fora furtada em Coronel Fabriciano e foi encontrada abandonada no meio do mato no bairro São VicenteMotocicleta usada pela dupla, para cometer o crime no bairro Esperança fora furtada em Coronel Fabriciano e foi encontrada abandonada no meio do mato no bairro São Vicente

A equipe da Delegacia de Homicídios de Ipatinga autuou em flagrante, G.S.R., de 21 anos, investigado como suspeito de envolvimento no assassinato de Ruan Carvalho Melo, de 28 anos, fato ocorrido dentro de uma lanchonete na rua Crisâtemo, bairro Esperança, na noite de terça-feira. O crime causou comoção social, conforme noticiado pelo jornal Diário do Aço.

Desde a noite em que o homicídio foi cometido, a polícia já tinha pistas de dois possíveis envolvidos na execução. Na sequência da apuração, os policiais civis começaram a ouvir as pessoas em torno dos suspeitos de envolvimento com o fato. E um dos suspeitos foi preso.

Quinta-feira (25), conforme divulgado pela Polícia Civil, duas testemunhas foram ouvidas no inquérito que apura o caso e ambas confirmaram que G.R.S. confessou a elas a autoria do homicídio.

O delegado de polícia que apura o caso encaminhou uma representação ao Poder Judiciário, em que pede a conversão da prisão em flagrante para preventiva. A polícia quer encontrar agora o coautor do homicídio e a arma usada no crime.

A motocicleta que a dupla usou na noite do crime foi uma Yamaha Factor, de cor vermelha. O veículo tinha sido furtado em Coronel Fabriciano há aproximadamente dois meses e depois do crime foi abandonado no meio de um matagal, no bairro São Vicente, também em Fabriciano. A motocicleta, que pertence a um entregador, foi removida ao pátio credenciado.

Veja também:
-Mulher acusada de matar criança de um ano em Itambacuri é presa em Coronel Fabriciano

Wellington Fred + reprodução
Ruan Carvalho Melo conversava na calçada com o proprietário do comércio onde trabalhava, quando chegaram dois indivíduos em uma motocicleta e o passageiro começou a atirar, o jovem tentou escapar da morte, mas foi perseguido e morto a tiros em seu local de trabalho Ruan Carvalho Melo conversava na calçada com o proprietário do comércio onde trabalhava, quando chegaram dois indivíduos em uma motocicleta e o passageiro começou a atirar, o jovem tentou escapar da morte, mas foi perseguido e morto a tiros em seu local de trabalho

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário