15 de novembro, de 2021 | 15:30

A importância dos franceses na história da tecnologia e do entretenimento


Um dos países mais influentes na cultura mundial, a França não se resume apenas a uma nação com rica culinária, lojas de grife e belas construções arquitetônicas que remetem à época do renascentismo francês, muito pelo contrário.

Os franceses também têm um papel muito importante em áreas fundamentais da tecnologia e do entretenimento. Grandes personalidades francesas, como os irmãos Auguste e Louis Lumière, Blaise Pascal, Nicéphore Niépce e Philippe Kahn, são responsáveis por invenções que marcaram a humanidade para sempre.

Blaise Pascal - jogo da roleta

Apesar do cassino ter sido inventado pelos italianos, quando em 1638 o Casino di Venezia abriu as portas pela primeira vez, a França tem participação importante na propagação dos primeiros cassinos europeus. Você sabia que um dos jogos de cassino mais populares do mundo foi inventado por um francês?

Pois então, o filósofo e matemático Blaise Pascal (1623-1662) é reconhecido pelos historiadores como o criador da roleta. Em 1655, ele introduziu uma forma primitiva de roleta na busca por uma máquina de movimento perpétuo e, sem querer, deu origem a uma alternativa de entretenimento que permanece popular na sociedade até nos dias de hoje.

Nos últimos séculos, a roleta passou transformações em suas regras e conceitos, mas sem perder a sua essência. Além do mais, os avanços tecnológicos do século XXI deram à modalidade uma nova perspectiva de jogo, seja em modo único ou múltiplo de interação os jogadores têm à disposição as principais variantes da roleta para selecionar remotamente.

Nicéphore Niépce - fotografia

Joseph Nicéphore Niépce (1765-1833) foi uma das figuras mais importantes na invenção da fotografia. Em 1826, o inventor francês capturou a primeira foto da história: a “View the Window at Le Gras” (Vista da Janela em Le Gras, em português).

A fotografia tem 25 cm de largura e mostra partes dos edifícios e arredores de sua propriedade em Le Gras, na cidade francesa de Saint-Loup-de-Varennes. Ele capturou a imagem utilizando processo de heliografia.

Dois anos mais tarde, em 1828, o francês encontrou um novo método que gerava imagens de qualidade superior com meios-tons. Ao utilizar prata polida como base e betume da Judéia (agente fotossensível), ele obteve fotografias genuínas em preto e branco. Para as fotos ficarem prontas, elas precisavam de alguns dias total exposição ao sol.
Atualmente, sabe-se que 16 placas com fotos de Niépce ainda existem e estão em bom estado de conservação. A icônica “View the Window at Le Gras” roda o mundo em exposições fotográficas.

Os irmãos Lumière - cinema

Considerados pelos amantes da sétima arte como pioneiros do cinema, os irmãos Auguste (1862-1954) e Louis Lumière (1864-1948) marcaram história no final do século XIX. Em 1895, os irmãos franceses estrearam “A Saída dos Operários da Fábrica Lumière”, o primeiro curta-metragem da história — a estreia ocorreu em uma exibição privada, com apenas dez pessoas presentes.
Os irmãos Lumière trabalharam em centenas de filmes em menos de uma década. Sendo que as suas primeiras produções ficaram conhecidas na indústria do cinema como “filmes de realidade”. No início de 1896, eles abririam cinemas em grandes cidades, como Londres, Bruxelas e Nova York.

Além disso, os Lumières também foram pioneiros na criação do cinematógrafo, uma câmera cinematográfica que funcionava tanto como projetor quanto para sistemas que proporcionavam meios de impressão de filmes.
Alguns dos curtas-metragens dos irmãos Lumière que fizeram sucesso: “Os Ferreiros”, “O Regador Regado”, “O Almoço do Bebê” e “Salto no Cobertor”.

Philippe Kahn - celular com câmera

Se nos dias de hoje, praticamente todos os celulares contam com câmeras e diferentes modos de configuração, até meados da década de 1990 esta tecnologia não existia no mundo dos telefones móveis. Foi em 1997 que o francês Philippe Kahn inovou e criou o primeiro mecanismo para tirar fotos através de uma câmera instalada no celular.

Para anunciar o nascimento da filha, o francês equipou um telefone celular com uma câmera digital e enviou fotos em tempo real para compartilhar as imagens instantaneamente para 2 mil pessoas em redes públicas.

Em 2000, a fabricante japonesa de eletrônicos Sharp utilizou a tecnologia de Kahn para lançar no mercado o primeiro telefone com câmera. Também vale destacar que a revista estadunidense Time, umas das mais influentes do mundo, incluiu a primeira foto do celular com câmera como uma das 100 fotografias mais influentes da história.

Outras invenções francesas que marcaram a história da humanidade

Independentemente da área ou setor, o número de invenções francesas que são relevantes é extenso. Sendo assim, separamos uma pequena lista alternativa com algumas delas e seus respectivos autores:

* Apontador de lápis: Thierry Des Estivaux.
* Braille: Louis Braille.
* Paraquedas: Louis-Sébastien Lenormand.
* Sistema métrico: Gabriel Mouton.
* Estetoscópio: René Laennec.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário