12 de outubro, de 2021 | 15:35

Aposentada fornece senha por telefone e estelionatários dão golpe de R$ 4 mil

Os estelionatários que se aproveitam de pessoas idosas, para tomar-lhes dinheiro voltaram a agir e fizeram mais uma vítima, dessa vez uma mulher de 69 anos, moradora do bairro Santa Terezinha, em Coronel Fabriciano. D.A.A. informou para a Polícia Militar que recebeu uma ligação de uma pessoa que se identificou como Vinícius Ramos. Ele informou que era “Central de Segurança e Monitoramento do Banco Mercantil” e que havia sido efetuada uma compra no cartão da aposentada, no valor de R$ 1.200, em um shopping na cidade de Guarulhos, São Paulo.

Alegou o indivíduo que a idosa deveria entrar em contato com o banco pelo telefone 0800 7070 384, para efetuar o cancelamento da compra e do cartão.

Alguns minutos depois outra pessoa que se identificou como Felipe Dias, disse em outra ligação telefônica que era “gerente do banco”, com a mesma versão, de uso indevido do cartão.

A aposentada então entrou em contato com o número fornecido na primeira ligação. Não era o número real da agência, era o número dos golpistas. O atendente pediu que a vítima repassasse os dados do cartão bancário, senha do cartão, senha do aplicativo do celular outros dados. A alegação é que ele iria “acessar e cancelar a compra indevida”.

Sem se dar conta que tinha caído no golpe, a idosa informou todos os dados pedidos pelos criminosos, que geraram um código para que ela também pudesse acessar o aplicativo do Banco Mercantil. Sem saber, a aposentada concedeu acesso a todos os recursos de sua conta.

Assim que terminou a ligação, mensagens de alerta via SMS começaram a ser enviadas ao telefone da vítima, informando sobre operações em sua conta. Foram contratados empréstimos e sacados de sua conta, no total, R$ 3.404. Em sua conta havia o saldo de apenas R$ 505, valor que também foi sacado pelos estelionatários e transferido para uma conta em um banco digital. Todas as operações foram executadas na conta da vítima no dia 8 de outubro.

Assim que descobriu ter caído em um golpe a mulher procurou a Polícia Militar para o registro da ocorrência e foi orientada a entrar em contato com o verdadeiro número de atendimento do banco, que consta no cartão bancário e pedir as providências cabíveis.

Idosos precisam ser alertados

Os bancos orientam sempre os seus clientes que dados bancários e, principalmente senhas do Internet Banking, caixa de autoatendimento e de aplicativos dos celulares são de uso pessoal e jamais devem ser informados a terceiros, muito menos por telefone.

Os estelionatários têm se aproveitado principalmente de pessoas idosas para aplicar golpes. Para isso convencem as pessoas, primeiro que são funcionários das agências. Depois convencem as vítimas a fornecer dados.

As pessoas que têm acesso à informação devem alertar aos familiares e conhecidos a respeito dos golpes e, principalmente, que jamais forneçam dados bancários e senhas a pessoas desconhecidas.

Veja também:
-Casal aplica golpe e saca dinheiro de conta de aposentado em agência bancária no Canaã em Ipatinga
-Golpe no Facebook dá prejuízo de R$ 10 mil para homem em Ipatinga
- Mulher é enganada no Golpe do WhatsApp e fica sem R$ 4,1 mil, em Coronel Fabriciano
-Golpes via OLX provocam mais de R$ 20 mil de prejuízo em Ipatinga
-Policiais prendem em hotel em Timóteo bandido que aplicava o golpe do motoboy
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário