15 de setembro, de 2021 | 10:33

Jovem é preso ao agredir a companheira e cortar a cabeça de um dos gatos mortos por ele, em Belo Oriente

Os policiais militares de Belo Oriente prenderam um indivíduo de 26 anos por violência doméstica, maus tratos contra animais e ameaça à sua mulher. O jovem preso chegou a matar estrangulados alguns gatos, cortou a cabeça de um dos bichos e fez ameaças à companheira, conforme informou a Polícia Militar.

A polícia foi acionada por uma testemunha, na noite de domingo (12), com uma denúncia segundo a qual um indivíduo agredia uma mulher. Tomado pela raiva, o jovem também ameaçou as testemunhas da agressão e foi embora para sua residência.

Policiais militares foram informados da situação e se dirigiram à residência do casal. No local, encontraram poças de sangue pela casa. Na sala estava a cabeça de um dos gatos mortos. Encontrado pelos policiais, o jovem confirmou que matou os animais, num momento de fúria, para não matar sua companheira.

Em um dos quartos do imóvel, os policiais encontraram a vítima, de 21 anos, chorando. Ela disse que tinha ido a um bar com amigos e lá encontrou-se com o companheiro. No retorno, ele a empurrou ao chão. Ela tentou reagir, mas foi novamente empurrada e caiu.

A vítima informou à PM que amigas passaram de carro no momento do desentendimento (domingo à noite) e lhe deram carona até a residência de sua irmã. O marido dela foi atrás e fez novas ameaças. Posteriormente, ao chegar em casa, a vítima encontrou seus gatos degolados, quando o autor apareceu e colocou uma faca em seu pescoço.

"Minhas amigas me levaram pra minha irmã, por volta de 22h, fiquei sabendo que ele estava jogando minhas coisas na rua. Fui lá pra buscar e quando cheguei encontrei meus gatos mortos e ele me ameaçou. Isso por volta de 22h30 de domingo. Eu desmaiei do lado de fora da casa, então ele foi pra casa do meu cunhado e o agrediu. A polícia foi chamada e chegou logo em seguida", detalhou a vítima.

Ao saber que seria preso, o jovem ofereceu resistência e teve que ser contido à força. Os envolvidos foram encaminhados ao Hospital de Perpétuo Socorro para atendimento médico, e depois conduzidos ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga. Um inquérito foi aberto para apurar a ocorrência de agressão.

Veja também:
Homem é flagrado arrancando o couro de uma cadela viva, em Timóteo
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jane

15 de setembro, 2021 | 19:10

“Mais um caso de crueldade torpe. Esperamos que a justiça seja severa e rigorosa com este desequilibrado.
Pessoas que fazem isto tem coragem de matar até uma criança!”

Envie seu Comentário