21 de setembro, de 2020 | 15:04

Aposentado foi morto no Bom Retiro a mando do filho, conclui a PC

Investigações apontam que filho da vítima teria contratado assassinos para matar o próprio pai e ficar com a herança

Wellington Fred
Evenilson foi baleado ao lado do carro dele, no Bom RetiroEvenilson foi baleado ao lado do carro dele, no Bom Retiro

A Delegacia de Homicídios de Ipatinga concluiu as investigações do assassinato do eletricista aposentado Evenilson Gonçalves, de 48 anos. O crime foi praticado na noite de 27 de julho de 2018 na rua Martin Afonso de Souza, no bairro Bom Retiro. O filho da vítima, M.A.G., de 25 anos, foi indiciado pelo assassinato como mandante para poder ficar com a herança do pai.

A informação da conclusão das investigações da Polícia Civil foi repassada na manhã desta segunda-feira (21) ao Diário do Aço pelo delegado Eduardo Vinícius, titular da delegacia de Homicídios. Durante a investigação descobriu-se que o homicídio da vítima, recém aposentada pela Usiminas, foi arquitetado por seu próprio filho.

Os policiais apuraram com o serviço de investigação e inteligência, que M.A.G se associou a J.B.S.S, 37 anos, E.I.S., de 24, V.P.M., 27 anos e M.G.V., de 30 anos para a execução do crime.

Nos autos do Inquérito Policial ficou comprovado que o homicídio foi praticado de forma qualificada pelo motivo torpe quanto ao investigado M.A.G, que agiu motivado por pretensão financeira consistente no recebimento de herança e seguro de vida do pai. Além de mediante promessa de recompensa quanto aos demais envolvidos, de ter sido praticado mediante emboscada, ou seja, recurso de impossibilitou por completo qualquer possibilidade de defesa da vítima.

Prisões temporárias para os indiciados

Diante dos elementos colhidos foi representado junto ao Poder Judiciário pela decretação da prisão temporária dos envolvidos, sendo tal representação concedida após manifestação favorável do Ministério Público. M.A.G, J.B.S.S, E.I.S e M.G.V estão presos temporariamente, ao passo que V.P.M encontra-se na condição de foragido da justiça.

O Inquérito Policial segue concluído com pedido de conversão da prisão temporária em prisão preventiva dos suspeitos. “A vítima Evenilson Gonçalves não possuía qualquer anotação criminal, além de ser tido como cidadão ordeiro e trabalhador, o qual inclusive não teve como aproveitar de sua aposentadoria após toda uma vida de trabalho”, informou o delegado Eduardo.

Aposentado executado quando ia guardar o carro na garagem

Evenilson foi morto com tiros na cabeça, pernas e em uma das mãos. A vítima foi executada no momento em que guardava o carro na garagem. O aposentado estava ao lado de um Ford Focus e caiu mortalmente ferido ao ser atingido pelos disparos. Populares viram de longe os autores correndo, um deles arrumando um objeto na cintura, possivelmente a arma de fogo.

Uma unidade do SAMU chegou a ser acionada, mas Evenilson já estava sem vida. A perícia da Polícia Civil apontou que a vítima foi atingida por disparos na cabeça (três), nas pernas (três) e na mão direita (um). Um tiro ainda acertou o para-choque do Focus.

Mais:
Filho de comerciante assassinado em Jaguaraçu espera por Justiça
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Roger Silva

25 de setembro, 2020 | 08:02

“Conheci este rapaz, foi muito meu amigo no colegio municipal!que filho e esse? Que falta de amor! Eaperi que apodreca no xilimdro, verme.”

Justiça

23 de setembro, 2020 | 23:59

“Homem Honesto que perdeu sua vida por causa de dinheiro... Conheci este rapaz muito trabalhador e honesto... Hoje em dia esta assim as pessoas matam a outra por causa de dinheiro... Tem que ficar presos por resto de suas vidas”

Fabiano Silva

22 de setembro, 2020 | 22:36

“"Não acredito que o Matheus teve coragem de fazer isso com o pai" Acorda Beatriz,isso é Bom Retiro,a Disneylândia ipatinguense.Lamento informar a todos mas parricidas não tem vida no sistema prisional.Ja já vai aparecer aqui seu lamentável fim.Nao é falta de sensibilidade,matou o pai por motivo torpe,tanta gente perdendo seus pais para essa doença e o psicopata faz isso.Tomara que sofra bastante antes de prestar as contas com o criador.Parabens imprensa brasileira,todo mundo pinta e borda e os marginais são descritos apenas por suas iniciais”

Português

22 de setembro, 2020 | 00:03

“Horror”

Ademir

21 de setembro, 2020 | 22:59

“pois é nao se pode confiar em ninguem, só uma dica duvide sempre das pessoas, surpreenda-se com aquelas que vc tiver errado sobre elas e nao se decepcione com as que confirmarem sua desconfiança”

Curto e Franco

21 de setembro, 2020 | 21:25

“Oque que a droga faz com a mente de um viciado , esses noiados enfrenta ate o capeta pra sustentar o vicio .”

Beatriz

21 de setembro, 2020 | 15:47

“Não Acredito, que o Matheus teve essa coragem, e me dizia que sentia falta do Pai, que sofria pela brutalidade como o pai se foi, meu Deus, eu convivi com o Psicopata.”

Edgar Pacheco Mariotte

21 de setembro, 2020 | 15:35

“Parabéns a polícia civil de Ipatinga.,tem solucionado casos difíceis.mas devido uma competência que dispensa comentários., esses marginais terão que pagar o que deve.,tirou a vida de uma pessoa que trabalhou a vida toda numa empresa conceituada.,e não teve o descanso merecido!!!”

Lau Andrade

21 de setembro, 2020 | 14:02

“Parabéns aos policiais envolvidos na investigações!! Absurdo um filho arquitetar a morte de um pai!”

Dorly Carvalho

21 de setembro, 2020 | 13:44

“Requinte d crueldade isso e um orror isso não e filho isso e demônio”

Envie seu Comentário