Covid-19: Brasil tem 134 mil mortes e 4,4 milhões de casos acumulados

Do total de casos, 84,2% se recuperaram e 12,8% estão em tratamento, conforme dados do Ministério da Saúde

Ricardo Wolffenbuttel/Secom


Jonas Valente - Repórter da Agência Brasil
O Brasil chegou a 134.106 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas, foram registrados 987 óbitos. A soma representa um aumento de 0,7% sobre ontem, quando os números traziam um total de 133.119 pessoas que perderam a vida para a covid-19. Ainda há 2.428 mortes em investigação. Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde divulgado na noite desta quarta-feira (16).

Ainda conforme a atualização, foram acrescidas às estatísticas 36.820 novos diagnósticos de covid-19, totalizando 4.419.083 pessoas infectadas desde o início da pandemia. O resultado marca um acréscimo de 0,8% em relação a ontem, quando o painel trazia 4.382.263 casos acumulados.

O sistema do Ministério da Saúde contabilizou ainda 564.665 pacientes em acompanhamento. Do total de infectados, 84,2% dos pacientes se recuperaram da covid-19, ou seja, 3.720.312 pessoas.

A letalidade (número de óbitos pelo total de casos) ficou em 3%. A mortalidade (número de mortes por 100 mil habitantes) está em 63,8. Já a incidência (total de casos por 100 mil habitantes) subiu para 2.102,9.

Covid em Minas Gerais

O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde apontava até quarta-feira (16) um total de 258.595 casos confirmados de covid-19. Outros 27.870 pacientes estavam em acompanhamento, 224.306 mineiros eram considerados recuperados da doença desde o começo da pandemia no mês de março e 6.419 vidas foram perdidas.

Covid-19 nos demais estados

O estado de São Paulo soma agora 33.253 mortes e 909.428 casos confirmados acumulados do novo coronavírus.Os registros estão dentro da previsão quinzenal do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, que previam entre 900 mil e 1 milhão de infectados e de 33 mil a 38 mil mortes até 15 de setembro. Nova previsão divulgada hoje (16) projeta que até 30 de setembro o estado somará entre 960 mil e 1,05 milhão de infectados e entre 35 mil e 38 mil mortes pelo novo coronavírus.

O estado do Rio de Janeiro registra o segundo maior número de óbitos por covid-19(17.342). Em seguida estão Ceará (8.764), Pernambuco (7.933) e Pará (6.405).

As unidades da Federação com menos mortes devido à pandemia são Roraima (611), Acre (643), Amapá (685), Tocantins (831) e Mato Grosso do Sul (1.122).

Veja também:
Mais duas pessoas morrem por covid-19 em Ipatinga
Números oficiais do novo coronavírus (covid-19) no Vale do Aço
Vacina de Oxford volta a ser testada


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO