Morador de Vale Verde, em Ipaba, é assassinado

Um morador do distrito de Vale Verde, em Ipaba, morreu com um tiro na cabeça, na noite de terça-feira (23). O crime ocorreu na rua 23, no Centro do distrito de Vale Verde, onde Jhonnatan Lopes de Oliveira, de 23 anos, foi atingido por um disparo que, posteriormente o levou à morte. Um homem de 48 anos é o suspeito de autoria do crime, conforme apurou o Portal DA junto à Polícia Militar.
Álbum pessoal


Jhonnatan Lopes de Oliveira tinha 23 anos,


A Central da PM foi acionada com a informação, segundo a qual, uma pessoa havia sido ferida com disparo de arma de fogo no Centro do distrito.

Chegando ao local citado, policiais encontraram a residência com o vidro da porta quebrado e uma chave do lado de fora. Jhonnatan Lopes estava caído na sala da casa, em meio a uma poça de sangue e ainda com vida.

Colocado em uma ambulância da Secretaria de Saúde de Ipaba, foi transportado para o Hospital Márcio Cunha em Ipatinga.

O jovem não resistiu ao tiro na cabeça, o quadro de saúde piorou e ele foi a óbito. Na cena do crime policiais recolheram um cigarro de maconha, uma Carteira de Habilitação em nome de uma segunda pessoa e um caderno com anotações da venda de drogas.

Procurado pela polícia na cidade de Bugre, o dono da carteira disse que o documento foi deixado como “penhora”, pois foi comprar drogas e não tinha dinheiro para pagar. O caso ainda está sob investigação. Mais informações ainda hoje.

Ex-presidiário

Conforme consta no arquivo do Diário do Aço, Jhonnatan Lopes foi preso em 2016 por tráfico de drogas, no curso de investigação de uma série de crimes contra a vida, resultantes de uma briga entre dois grupos criminosos em Ipaba.

A reportagem apurou que Jhonnatan esteve recolhido ao sistema prisional até 2018. Ele passou pelo presídio em Coronel Fabriciano, de onde saiu com um alvará de soltura no dia 23 de maio de 2018.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Demonio 25 de junho, 2020 | 12:23
Deus tenha misericordia
Cidadão 25 de junho, 2020 | 02:26
É fácil Curto E Franco, eles estão muito bem representados. O sistema de justiça do Brasil serve apenas para facilitar a vida dos criminosos.
Curto e Franco 24 de junho, 2020 | 11:36
Como esses vagabundos e traficantes conseguem alvara de soltura com maior facilidade , pra eles e mamao com açuca

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO