Sérgio Rodrigues é eleito novo presidente do Cruzeiro

Essa foi a segunda vez que Sérgio se candidatou à presidência do Cruzeiro

Cruzeiro/Divulgação


Advogado Sérgio Rodrigues assumirá o comando do Cruzeiro até dezembro deste ano

Em eleição realizada nesta quinta-feira (21), Sérgio Santos Rodrigues, de 37 anos, foi eleito como novo presidente do Cruzeiro. Ele superou Ronaldo Granata e venceu a eleição ao lado dos vice-presidentes Lidson Potsch Magalhães e Biagio Pelluso. Eles ficarão no comando do clube de 1º de junho a 31 dezembro deste ano, ou seja, será um mandato-tampão.

Sérgio Rodrigues, que é advogado, já prestou serviços no clube celeste. Ele já foi assessor jurídico da presidência, superintendente de Negócios Internacionais e superintendente de Futebol.

Essa foi a segunda vez que Sérgio se candidatou à presidência do Cruzeiro. Na última eleição, encabeçou a chapa apoiada pelos irmãos Zezé Perrella e Alvimar de Oliveira Costa, mas acabou derrotado por diferença de 35 votos para Wagner Pires de Sá.

Balanço celeste aponta déficit de R$ 394 milhões

No comando da Raposa, Sérgio Rodrigues enfrentará muitos desafios, dentre eles, a situação financeira do clube. O balanço fiscal divulgado pelo Cruzeiro, referente a 2019, aponta um déficit recorde de R$ 394.100.974. O dano ocorreu no último ano fiscal sob o comando do ex-presidente Wagner Pires de Sá, que é investigado por cometer crimes financeiros pela Polícia Civil e Ministério Público. Ao todo, a dívida do clube chega a R$ 803.486.208.

O déficit de 2019 é 500% superior do registrado em 2018, quando o número negativo chegou a R$ 73 milhões. O balanço mostra que as dívidas que somam R$ 682.034.508 milhões precisam ser pagas em um ano; enquanto o valor de R$ 207.269.643 tem um prazo maior que 12 meses para ser quitado.

Já publicado

Zezé Perrella é alvo de cusparada em dia de eleição no Cruzeiro
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO