Após longa enfermidade, morre o fotógrafo Sérgio Roberto

O fotógrafo estava internado há alguns dias e faleceu nesta manhã

Álbum pessoal


Serginho, como era conhecido por muitos, tinha 66 anos
Atualizado às 16:42
O fotógrafo Sérgio Roberto de Oliveira, de 66 anos, morreu na manhã desta terça-feira (31), em Ipatinga. Ele estava internado há quase dois meses no Hospital Márcio Cunha, chegou a receber transfusão de sangue em razão de baixa nas plaquetas e glóbulos brancos, ficou duas semanas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Unidade 2, mas não resistiu.

Serginho, como era conhecido, deixa a esposa Terezinha, os filhos Alessandro e Polyana, três irmãos, além de um neto. O velório ocorre a partir das 8h desta quarta-feira (1), na Funerária Nova Aliança, no bairro Veneza II, com limite de dez pessoas no espaço, por vez (medida tomada em razão do novo coronavírus). O sepultamento será às 11h, no cemitério Parque Senhora da Paz, no mesmo dia.

Aposentado pela Prefeitura de Ipatinga, Serginho era fotógrafo há mais de três décadas na região e atendia entidades como Aciapi/CDL, empresas como Usiminas, além de ser voluntário em diversos eventos como o ENFAVI e no Ipatinga Futebol Clube. Apaixonado pelo futebol, fazia, pela sua “Agência Cobertura”, a cobertura de todos os jogos do Ipatinga, nos duelos no Ipatingão, em outras cidades de Minas Gerais e em dezenas de outras localidades pelo Brasil onde o Tigre chegou a atuar nos tempos em que disputava alguma divisão do Campeonato Brasileiro.

Morou por sete anos nos Estados Unidos e era filho do pioneiro Aníbal José de Oliveira. Nos anos 1980 foi diretor de esportes do Ipaminas Esporte Clube na gestão de seu irmão Cláudio Cesário de Oliveira. Em seguida, foi diretor do jornal semanário O Gol, juntamente com Waldecy Castro, tendo como colaboradores Aurélio Caixeta, Lúcio Reis, Carlos Alberto Prais, dentre outros. Sérgio Roberto também colaborou por vários anos com o jornal Diário do Aço, realizando coberturas esportivas, políticas e nas demais áreas do jornalismo.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Alessandro Oliveira 01 de abril, 2020 | 21:53
Meu herói....um pai exemplar...te amo meu Pai e te amarei eternamente. Tenho certeza que o céu está em festas por sua chegada.
Fernando Garrote 01 de abril, 2020 | 09:44
Foi um grande amigo,e fotógrafo exemplar, gostava das comemorações do enfave,descanse em paz amigo

Ailton Jones 01 de abril, 2020 | 08:08
Ser humano gigante! A sua história e seu caráter ficaram registrados através dos seus flashes! O céu se alegra com a sua chegada! Esteja em paz meu amigo! Que Deus conforte a todos!???
Tibeto2013vitoria@gmail.com 01 de abril, 2020 | 07:51
Muitas bênçãos a família, que Deus conforte a todos, descanse em paz Sérgio...
Jesinho 31 de março, 2020 | 23:42
Hoje, dia triste para a nossa Ipatinga.Perdemos o Baluarte da fotografia regional.
Serginho meu grande amigo, torcedor fanático do IPATINGAFC, descanse em paz meu amigo.
Sou grato a Deus por ter me concedido a honra de ser seu amigo.
A seus familiares meu abraço fraterno.
Natal 31 de março, 2020 | 22:56
Descanse em paz Serginho, missão cumprida.
Julio Olguin 31 de março, 2020 | 22:51
Serginho teve linda história de vida, obrigado por toda sua dedicação e competência em seu trabalho, todos os eventos do Karatê Ipatinguense ele estava lá fazendo cobertura, sempre que me encontrava perguntava sobre o Karatê, como estavam meus atletas, etc.

Grande perda para o Vale do Aço, descanse em paz meu amigo, obrigado por tudo!!!!!
Velha Guarda do Judô da Usipa 31 de março, 2020 | 22:32
Gratidão da Velha Guarda do Judô da USIPA . Sentiremos saudades, vá em paz Mestre Retratista....
Amarildo Carreiro 31 de março, 2020 | 21:48
O céu reservou um lugar especial pra você..... Que exemplo de profissional e de Pessoa....
Léo 31 de março, 2020 | 20:45
Pessoa simples, humilde e de tamanha responsabilidade.... vai com Deus Serginho, ficamos orgulhoso com o seu legado...
Eduardo Venâncio 31 de março, 2020 | 20:26
É uma perda enorme pra todos nós, honestidade em tudo que fazia, trabalhador dedicado, sempre sorrindo e recebendo muito bem a todos, meus sentimentos a família e amigos, vai pra Deus Serginho...
Rogério Aguiar 31 de março, 2020 | 19:53
Pessoa fantástica. Profissional exemplar. E, tenho certeza, um excelente pai de família. Descanse em paz meu irmão. O momento é de tristeza, mas o meu coração se alegra em recordar dos vários momentos que convivemos. Deus conforte a todos os amigos e familiares.
Rilson Bicalho 31 de março, 2020 | 19:39
Descanse em paz, amigo Serginho. Apesar de sua ida precoce, você deixou um belo registro de caráter e dignidade.
João Trevenzoli 31 de março, 2020 | 18:36
Conheci Sergio Roberto nos anos 1990, na imprensa escrita. Não éramos íntimos, mas nos admirávamos mutuamente, por sua simplicidade e correção. Daquele grupo, nos governos petistas, perdemos também o cronista Daniel Borges, o Nié. Em tempos de coronavirus onde a morte nos arrasta sem pudor, é sorte estarmos vivos. Perdoem-me o desabafo.
Diogo 31 de março, 2020 | 17:34
Exemplo de Profissional e Cidadão, descanse em paz!
Marcelao Alves 31 de março, 2020 | 15:39
Dia triste para todos nós. Amante do esporte como eu. Descanse em paz!
José Geraldo de Assis 31 de março, 2020 | 14:39
Descanse em paz Serginho. Nós pioneiros somos testemunhas da sua importância para nossa Ipatinga.
Geraldo Francisco Lemos 31 de março, 2020 | 14:00
Poucos amavam mais o seu ofício do que o Serginho.Verdadeira memória viva do esporte regional registrou momentos históricos de nossa cidade,de seus personagens e suas paisagens.Sua obra vai eternizar sua memória e amenizar a saudade de familiares e amigos.Descanse em paz,Sérgio Roberto.
Adriano Rodrigues 31 de março, 2020 | 13:11
Descanse em paz meu amigo

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO