Ônibus não devem circular com passageiros em pé

Veículos devem obedecer ao decreto publicado pela administração de Ipatinga no início da semana

Wôlmer Ezequiel


A aglomeração de pessoas nos ônibus, vista no passado, não pode se repetir em tempos de coronavírus

A administração de Ipatinga divulgou novas medidas para reduzir a velocidade de propagação do novo coronavírus (Covid-19) no município. Entre as decisões estão instruções que dizem respeito ao transporte público. A empresa concessionária do serviço em Ipatinga deverá permitir o transporte de passageiros somente sentados, respeitando a capacidade máxima de poltronas.

As medidas foram anunciadas na segunda-feira (23), quando o prefeito Nardyello Rocha oficializou normas em um novo decreto que complementa o Decreto nº 9.273, de 16 de março de 2020, tratando da mesma questão.
Os ônibus deverão, ainda, circular em regime regular nos horários de maior fluxo de usuários, nos períodos compreendidos entre 6h e 8h; das 15h às 18h e de 23h a 0h. Fora dos intervalos de pico, os ônibus irão circular de acordo com a grade de horários de sábados e domingos.

Lotação

Na segunda-feira (23), alguns veículos que cumpriram o horário de domingo a partir das 18h circularam lotados. Um exemplo foi o 601 das 18h15, que foi do Centro até ao Bethânia com passageiros em pé. “Ontem [segunda-feira] foi um dia atípico, pois não prevíamos a movimentação nesse horário”, explicou o gerente administrativo da Saritur, Anivair Dutra.

Ele reforçou que foi adotado o horário de domingo a partir do último sábado (21) devido ao fechamento do comércio na cidade. “A medida foi tomada sabendo que precisaríamos realizar intervenções caso necessário”, destacou Anivair, dizendo que foi solicitado reforço das linhas, até às 19h, nos dias úteis, medida que seria iniciada na terça-feira (24).

Empregados da Usiminas, de contabilidades do Centro e demais profissionais de outros setores, que não foram dispensados ou que não podem trabalhar de casa, continuam deixando o serviço às 18h.

Os novos horários dos ônibus estão disponíveis no site da Saritur.

Descumprimento

Quem descumprir o Decreto nº 9.273 poderá sofrer sanções como cassação de licença ou alvará, interdição de estabelecimento ou aplicação de multas. A fiscalização cabe ao Executivo, que pede à população que denuncie qualquer irregularidade pelo número 156 ou pelo WhatsApp 3829-8159.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Paulo 24 de março, 2020 | 17:19
Acho que também deveriam esperar os passageiros sentarem antes de colocar o veículo em movimento. Assim evita que tenham que se apoiar nós suportes. E ao desembarcar TB. Esperar o ônibus parar totalmente para só então se levantar da poltrona. Evitando assim que o passageiro tanto ao embarcar como ao desembarcar tenha que segurar nos locais apropriados, porém contaminados.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO