Um morto e uma mulher ferida em bar no bairro Caçula, Ipatinga

Autor chegou ao local em uma moto e fugiu depois de executar um jovem de 25 anos com tiros à queima-roupa

Reprodução Vídeo


O crime aconteceu em um bar no Caçula, em Ipatinga

Vitor Henrique Silva, de 25 anos, foi assassinado a tiros na madrugada de sábado (22) na rua Rubilita, no bairro Jardim Panorama (Caçula), em Ipatinga. Ele encontrava-se em uma das mesas de um bar, quando foi surpreendido pelo assassino que disparou os tiros à queima-roupa. Uma jovem de 22 anos também saiu ferida durante o crime.

O assassinado foi praticado por volta das 3h, conforme apurações do Diário do Aço. Vitor estava na companhia de N.A.S., de 22 anos, e uma adolescente de 15 anos. Eles bebiam e conversavam. O jovem estava sentado de costas para a rua.

O autor do crime parou uma motocicleta nas proximidades da Escola Municipal Everson Magalhães e caminhou até onde Vitor se encontrava. Uma testemunha viu que o criminoso não retirou o capacete e já apareceu com uma arma de fogo em punho, quando se aproximou da mesa onde estavam as vítimas.
Enviada ao Portal Diário do Aço / Reprodução


Vítor Henrique tinha 25 anos e morreu antes de ser socorrido

Somente então Vitor olhou para trás. Nesse momento foi surpreendido pelo assassino, que chegou a encostar o cano da arma de fogo no rosto dele. Em seguida, disparou os tiros. N.A. e a adolescente saíram correndo, mas o atirador também efetuou tiros contra a jovem de 22 anos, que sofreu lesões no braço e na perna, no lado esquerdo. O autor do crime voltou à motocicleta e fugiu em seguida.

Uma equipe do SAMU foi acionada para socorrer as vítimas, mas Vitor foi encontrado morto. Já a acompanhante, N.A. foi atendida pelos socorristas e encaminhada para o Hospital Márcio Cunha, onde ficou internada.

Após os trabalhos da perícia, o corpo de Vitor foi removido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga para ser necropsiado. As buscas da polícia continuam para a elucidação deste homicídio.

Vitor é a quinta pessoa assassinada esse ano, em Ipatinga. No mesmo período do ano passado foram registrados dois homicídios.

Veja atualização da notícia:
Jovem executado em bar em Ipatinga já tinha escapado de outros atentados
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Odair Diego Ferreira de Freitas 23 de Fevereiro, 2020 | 06:40
Só não entendo porque um bar daqueles está aberto ainda fica adolescentes ali prostituindo drogas a noite toda, chama a polícia entra ela e não faz nada esse tem ser fechada imediatamente.
Fernandes 23 de Fevereiro, 2020 | 00:08
Primeiro gostaria de deixar meus sentimentos a essa mãe q perdeu um filho e segundo queria deixar bem claro pra ela que Deus sabe todas as coisas e que tenho certeza de q quem matou nesse menino não vai passar desse ano pois pessoas assim a bandidagem os consome nego pilantra q pega as pessoas a traição morre do mesmo modo
Flor de Maio 22 de Fevereiro, 2020 | 19:00
Sr. Eu, as pessoas que criticam com videozinhos, certamente compactuam com a desordem. Nunca espere só elogios. As autoridades devem trabalhar pra defender o povo de bem. Doe a quem doer.
Eu 22 de Fevereiro, 2020 | 16:01
Bem, quando a polícia aborda esse local o povo critica e posta videozinho reclamando...decidam o que querem...
Maria Moreira 22 de Fevereiro, 2020 | 15:18
Moro nesse bairro e isso demorou acontecer nesse bairro quero ver se os vereadores Lei do Transito e o vereador Jadison agora da uma ajudinha pq nao sei os motivos mas nem eles conseguiram acabar com esse puteiro no caçula
Será pq em vereadores????A populaçao do caçula quer respostas.....
Valdir 22 de Fevereiro, 2020 | 14:49
E horas de bar esta aberto me ajuda ai
Jota Couto 22 de Fevereiro, 2020 | 11:59
É inexplicável a inércia das autoridades competentes ante a existência de um ambiente tão nefasto, onde acontece de tudo. Prostituição, tráfico, e por aí vai.
Carlos 22 de Fevereiro, 2020 | 11:11
O problema não é o bar, ele já existe a anos, o problema são alguns tipos de frequentadores junto a falta de policiamento.
A PM só roda em bairro de rico, só faz patrulha em bairro de rico. Esses barzinhos como o da reportagem acabam ficando livres pra qualquer tipo de pessoas.
Marcelo 22 de Fevereiro, 2020 | 09:54
Este antro já passou da hora de fechar. Ponto de tráfico de drogas e pessimamente frequentado. O que estão esperando pra fazer isso? Boa parte dos frequentadores estão armados e a polícia sabe. Toda batida lá, é certeiro encontrar armas e drogas. Ficha criminal é comum entre os frequentadores. Acorda autoridades.
Jessica 22 de Fevereiro, 2020 | 09:45
Só tem droga e putaria nesse lugar .
Ja passou da hora de acaba com isso !
Flor de Maio 22 de Fevereiro, 2020 | 08:23
Verdade. Me impressiona esse lugar ser palco de tanta violência, tráfico... E ainda continuar funcionando. Frequentadores bandidos ficam a vontade. Passou da hora de acabar c essa farrinha aí.
Igor 22 de Fevereiro, 2020 | 07:54
Neste bar acontece de tudo, já passou da hora de fechar este lugar,sem contar a perturbação de toda vizinhança,som alto, bagunça,gente mijando nas portas das casas, um verdadeiro caos.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO