Foragido da Justiça suspeito de homicídio é preso em Ipatinga

Jovem tentou escapar da PM, mas acabou cercado sobre o telhado de uma igreja evangélica

Policiais conversam com o foragido da Justiça no alto da igreja


Um cerco policial resultou na prisão de G.J.C.C., de 22 anos, na rua Chororó com a rua Mineirinho, no Vale do Sol, aglomerado do bairro Vila Celeste, em Ipatinga. Ele estava com um mandado de prisão por não retornar à cadeia, ao receber o benefício de uma saída temporária. G.J. ainda é suspeito de ter participação em dois atentados no Natal passado, registrados no bairro.

Os policiais militares da equipe do Tático Móvel faziam patrulhamento de rotina, na noite de domingo (26) e viram um suspeito desembarcando da garupa de uma motocicleta, no Vila Celeste. Assim que retirou o capacete ele foi reconhecido, pois havia uma informação que G.J. estava com mandado de prisão expedido pela Justiça.

Ao notar que seria abordado, o jovem saiu correndo e invadiu uma casa na rua Mineirinho, saindo nos fundos no imóvel. Ele subiu em telhados, entrou em outras casas e seguiu para rua Estrelinha. Depois, subiu no telhado de uma igreja evangélica e ficou em uma parede com cerca de oito metros de altura ameaçando pular.

Ele dizia aos policiais que não iria se entregar, pois estava disposto a fazer qualquer coisa para fugir. O tenente Lindomar acionou o Corpo de Bombeiros e ainda a mãe do jovem para tentar dissuadi-lo da intenção de pular. Após cerca de meia hora de negociação, G.J. desistiu e se entregou aos PMs.

G.J. é suspeito de ter participação no homicídio de Cristian dos Santos de Jesus, de 20 anos, e ainda no atentado contra Raylanderson Breno Ferreira Quirino dos Reis, de 19 anos, crimes ocorridos respectivamente nos dias, 24 e 25 de dezembro passado no bairro Vila Celeste, como divulgou o Diário do Aço à época.

Ele nega qualquer envolvimento nestes fatos. O jovem estava com mandado de prisão por ter saído da Penitenciária Dênio Moreira Carvalho, em Ipaba, e não retornar depois do fim do período. O preso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil e colocado à disposição da Justiça.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Roberto 28 de janeiro, 2020 | 10:05
Essas leis brasileiras é uma vergonha. Coitado das polícias so faz enxugar gelo. É revoltante
Barrabas 27 de janeiro, 2020 | 15:45
Esta e nossa lei soltar bandido.policia prende juiz manda soltar

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO