Justiça libera Backer para envasar garrafas em tanques não contaminados

Reprodução Instagram/Backer


Medida liminar libera cervejaria a retomar a linha de produção

A Justiça Federal aceitou, parcialmente, o pedido da Backer para retomar a produção na fábrica localizada em Belo Horizonte. Na decisão proferida quinta-feira (16), em caráter liminar, a Juíza Federal substituta Anna Cristina Rocha Gonçalves, da 14ª Vara da Seção Judiciária de Minas Gerais, manteve a proibição da venda das cervejas que já estão no mercado, mas liberou o envasamento de garrafas nos tanques que não estão lacrados.

O vídeo com um suposto indício de sabotagem na empresa fornecedora do monoetilenoglicol foi anexado ao pedido, mas a juíza afirmou que não cabe a análise dessa questão na viaestreita do mandado de segurança.

A juíza reforçou o recolhimento de todas as cervejas das marcas Belorizontina e Capixaba e também dos lotes de outros rótulos indicados como contaminados pelo Ministério da Agricultura.

A juíza Anna Cristina Rocha Gonçalves autoriza que a Backer volte a envasar garrafas de cervejas nos tanques não lacrados na fábrica referente a outros rótulos produzidos pela empresa, exceto Belorizontina e "Backer".

Na mesma decisão, a justiça estipulou prazo de 48 horas para que o Ministério da Agricultura comece a apresentar análise laboratorial dos tanques de cerveja ainda não periciados. Para voltar a comercializar as cervejas engarrafadas a Backer precisará constatar que elas estão livres de contaminação. (Com informações da Rádio Itatiaia BH)

Já publicado:
Quarta morte causada por cerveja contaminada é confirmada
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO