Ponte velha pode ser reaberta no fim do mês, afirma Dnit

Por meio de nota, a assessoria de Comunicação do Dnit informou ao Diário do Aço, nesta terça-feira (7), que as obras na ponte velha estão em fase final, com término previsto para o dia 30 deste mês

Wôlmer Ezequiel/Arquivo DA


A ponte velha está interditada completamente desde janeiro de 2019

Depois de ficar mais de um ano em obras de reforma a ponte velha, que liga os municípios de Coronel Fabriciano e Timóteo, sobre o rio Piracicaba, está na fase de acabamento e as obras prestes a serem concluídas. O anúncio é do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Por meio de nota, a assessoria de Comunicação do Dnit informou ao Diário do Aço, nesta terça-feira (7), que as obras na ponte velha estão em fase final, com término previsto para o dia 30 deste mês. “A reforma da ponte incluiu reforço estrutural da fundação, pilares e vigas e modificação na geometria da ponte com inclusão de passeio na lateral direita”.

A nota também acrescenta que a parte estrutural da ponte já foi executada. “Atualmente, encontra-se executando a parte de acabamento (pavimentação, sinalização e acabamento de obras complementares) e recuperação ambiental”.

Antes do prazo

Procurado pelo Diário do Aço, o deputado estadual Celinho do Sinttrocel (PCdoB), que acompanha os trabalhos desde o começo, destacou que as obras na ponte velha já estão praticamente concluídas. “Conforme eu fui informado, o serviço na ponte tem condição de ser finalizado até o dia 15 deste mês. Na próxima sexta-feira (10) já vai começar a colocar a camada asfáltica. Com isso, no máximo até terça-feira (14), tudo estará concluído”, afirmou.

Liberação do trânsito

O deputado ainda salientou que espera que a liberação da ponte não seja atrasada por “vaidades políticas”, o que apenas prejudicaria a população. “Eu faço um apelo para que o trânsito seja liberado o quanto antes. Vários empresários estão prejudicados com essa interdição completa da ponte. E no horário de pico, a ponte nova fica congestionada. Diversos motoristas reclamam, inclusive, o SAMU tem dificuldades para passar por ela no horário de pico. Gostaria de esclarecer também que a iluminação da ponte depende das prefeituras de Coronel Fabriciano e Timóteo, já que não está prevista no contrato”, pontuou.

Redimensionada

No dia 15 de agosto de 2019, o Diário do Aço divulgou que os serviços que envolvem a infraestrutura da ponte já haviam sido concluídos. E que, no projeto da obra, a ponte poderá receber caminhões e carretas de qualquer porte. As etapas da reforma foram compreendidas em infra, meso e superestrutura.

Engenharia

A empresa responsável pelos serviços na ponte velha é a Vereda Engenheira Ltda. A construção de alças de acesso da ponte para o contorno rodoviário da BR-381 não foi contemplada na licitação. Para construir os acessos, será necessário um novo processo licitatório.

Valor e prazo

O valor da reforma é de R$ 9,8 milhões, segundo informado pelo superintendente regional do Dnit, Fabiano Cunha, no dia da assinatura da ordem de serviços, que ocorreu em 26 de novembro de 2018. A previsão de durabilidade da obra é de 30 a 40 anos.

Interdição completa

No dia 10 de janeiro de 2019, a ponte foi interditada completamente para a execução dos serviços da empresa responsável. Com essa medida acabou sobrecarregada a ligação pela ponte Mariano Pires, que interliga o trevo do bairro Alegre, em Timóteo, ao Centro de Coronel Fabriciano, e que passou a receber todo o tráfego entre as duas cidades. (Repórter - Tiago Araújo)

Já publicado

Obras da ponte velha devem ser concluídas em janeiro
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO