Seis pessoas são presas em operação contra a clonagem de veículos

A ocorrência foi registrada na rua São Paulo, bairro Aparecida do Norte

Divulgação PMMG


Entre os veículos apreendidos, essa Fiorino estava com placas clonadas
Atualizado às 16h12
Seis pessoas foram presas em Coronel Fabriciano e são investigadas como suspeitas de envolvimento em clonagem de veículos e falsificação de documentos.

A ocorrência foi registrada na rua São Paulo, bairro Aparecida do Norte. A Polícia Militar informou que chegou ao Vale do Aço informações, segundo as quais, pessoas envolvidas em um esquema de clonagem de veículos, estariam se deslocando sentido a Ipatinga.

Uma operação de cerco foi montada, nas cidades do Vale do Aço, na quarta-feira (11), e uma equipe posicionada, em Coronel Fabriciano, conseguiu abordar os suspeitos.

No local foi constatado que um furgão Fiat Fiorino, tinha placas clonadas de um veículo igual que está no Estado de Goiás, como verificaram os policiais. Esse veículo estaria em negociação para ser trocado em outros dois automóveis. Um Certificado de Registro Licenciamento de Veículos (CRLV) falsificado e outros dois carros foram apreendidos.

Foram conduzidos como suspeitos de envolvimento no caso, seis pessoas, dentre as quais, uma de 23 anos, duas de 26, uma de 27, outra de 29 e uma sexta pessoa, de 34 anos. Destes presos, quatro tem diversas passagens pela polícia, entre os crimes, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo.


Já publicado:
Fiat Toro clonada é apreendida pela polícia
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Antônio 13 de dezembro, 2019 | 12:59
Parabéns pelo trabalho da polícia tem que acabar com esses crimes tá de mais no Vale do Aço

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO