Saiba como estão os preparativos para a Black Friday em Minas Gerais


Preparativos: A expectativa de todos é que essa seja a melhor da história, desde que a data chegou ao Brasil em 2010

Comerciantes e consumidores estão ansiosos para a Black Friday de 2019, que será realizada dia 29 de novembro. A expectativa de todos é que essa seja a melhor da história, desde que a data chegou ao Brasil em 2010, tanto em faturamento, como em quantidade e qualidade dos descontos.

Aqui no Vale do Aço, os preparativos estão a mil e o comércio já está sentindo os efeitos da Black Friday, com vários estabelecimentos que decidiram oferecer descontos ao longo de todo o mês de novembro. A expectativa do Sindcomércio Vale do Aço é que as vendas aumentem até 25% em alguns segmentos por conta dos estímulos da sexta-feira de promoções.

Além da região, todo o estado de Minas Gerais se prepara para a Black Friday. Seguindo a tendência recente de descontos nos mais diversos empreendimentos, vários bares e botecos de Belo Horizonte já anunciaram que vão aderir à data e oferecer condições melhores para todos os consumidores.

Se as expectativas do comércio se confirmarem, Ipatinga será a décima cidade do estado com maior faturamento no dia 29, ultrapassando os 4,5 milhões de reais em vendas. Belo Horizonte ocupa o primeiro lugar na lista, com a previsão de arrecadar mais de 145 milhões de reais. Em seguida, estão Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora, Betim, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Uberaba e Governador Valadares, respectivamente.

Mesmo que a Black Friday tenha começado apenas com as vendas online e seguido assim até a edição de 2015, o sucesso dela no Brasil foi tão grande que acabou se estendendo a grande parte das lojas físicas. De acordo com o site reviewbox.com.br, uma das maiores tendências para esse ano é que os consumidores analisem os produtos de interesse pela internet, aguardem até o dia 29 e comprem em lojas físicas.

Os lojistas entenderam este padrão e se adaptaram ao perfil de consumo. Uma das maiores estratégias para chamar os consumidores é escolher um produto muito buscado virtualmente e oferecer um ótimo desconto nele, chamando os consumidores para a loja.

Na Black Friday, é muito mais comum que o consumidor adquira produtos para uso próprio, ao contrário de outras datas, quando a compra de presentes é o que movimenta a economia. Por isso, o gasto médio é maior. Assim, além de aumentar o volume de vendas, cresce também o valor médio de cada uma delas, movimentando ainda mais a economia.

Se você está planejando aproveitar a Black Friday para colocar as compras em dia, tome muito cuidado com sites e promoções falsas. Em compras online, nunca deixe de pesquisar a confiabilidade do vendedor antes de realizar a compra. Caso perceba algo errado, tenha conhecimento de seus direitos de consumidor, conforme já alertou o Diário do Aço.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Zoio de Zoiar 24 de Novembro, 2019 | 22:31
Black Fraude é quando o comércio vende produtos e serviços ao consumidor pela metade do dobro do preço.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO