Crime no Primavera pode ter sido motivado por vingança

Familiares de um menino acusam vítima de violentar a criança apenas quatro anos de idade

Uma tentativa de homicídio, registrada na tarde de segunda-feira (11), no bairro Primavera, em Timóteo, pode ser uma retaliação contra a vítima, que segundo moradores, teria molestado sexualmente um menino de quatro anos de idade. Inicialmente, G.B.S., de 21 anos, alegou que foi alvo do atentado por dever a um traficante cerca de R$ 50 em drogas, mas a polícia agora atua em outra linha de investigação, surgida com a apreensão de uma motocicleta Honda Bros, na manhã de terça-feira (12), veículo usado na fuga após o atentado na rua Narciso, no bairro Primavera, próximo do presídio. A vítima foi atingida nas costas, por um tiro, e encaminhada para o hospital São Camilo/Vital Brazil, onde passou pelo procedimento cirúrgico para retirada do projétil.

A moto estava com J.L.S.N., de 21 anos, veículo que acabou apreendido. Neste momento, chegou A.F.F.C., de 20 anos, alegando que J.L. havia apanhado a motocicleta sem sua autorização. Enquanto a PM esperava o reboque, chegaram informações segundo as quais a tentativa de homicídio teria sido motivada porque G. teria violentado sexualmente um menino de 4 anos, situação que não foi comunicada para a polícia.

Com esta situação nova, os dois foram encaminhados para a delegacia e prestaram depoimento ao delegado Jorge Caldeira. G.B. também foi conduzido para a delegacia quando a irmã do menino confirmou a situação do estupro contra o menino de quatro anos, fato que teria ocorrido há quatro meses. A denúncia indica que o jovem atraiu a criança para um pasto alegando que iria tratar de alguns cavalos.

A descoberta desse caso foi acompanhada pelo Conselho Tutelar de Timóteo. O delegado Jorge Caldeira informou ao Diário do Aço que toda a situação será investigada e caso haja comprovação da violência sexual contra o menino, G. poderá responder pelo fato junto à Justiça. O suspeito de ser o autor do atentado contra a vida do suspeito de estupro, J.C.A.L., de 20 anos foi localizado escondido na casa da avó dele e também levado para a delegacia.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO